O primeiro finalista da Série C do Campeonato Brasileiro 2016 é o Boa Esporte-MG. Neste sábado (22), no Dilzon Melo, a equipe de Varginha (MG) repetiu a vitória por 2 a 1 do confronto de ida diante do Juventude e se garantiu na decisão da competição. O Boa chega à final sem sofrer uma derrota sequer em seus domínios em toda a Série C.

O outro finalista sairá do confronto entre Guarani e ABC, que se enfrentam neste domingo (23), às 21h, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP). No primeiro jogo, vitória do ABC por 4 a 0.

O jogo

Mesmo com a vantagem construída no jogo de ida, o Boa partiu para o ataque logo no início do jogo. Aos sete minutos, Rodolfo recebeu de Braian Samúdio e chutou à direita do gol de Elias. O Juventude respondeu aos dez, com Caion, que foi cortado por Édson Borges. Aos 14 minutos, o Boa Esporte abriu o placar. Após boa jogada pela esquerda, o zagueiro Rodolfo rolou na medida para Daniel Cruz, que empurrou para o fundo das redes: 1 a 0. O Boa seguiu pressionando e teve pelo menos quatro chances ainda no primeiro tempo de ampliar: com Escobar, Braian Samúdio e Rodolfo (duas vezes).

Na volta do intervalo, precisando de dois gols para levar a decisão para os pênaltis ou de três para avançar direto, o Juventude conseguiu empatar aos 23. Romarinho recebeu pela esquerda e cruzou. O goleiro Daniel escorregou e acabou empurrando a bola para o meio da área. Atento, Hugo não desperdiçou: 1 a 1. Outra boa chance do Juve foi aos 31, novamente com Hugo, mas que chutou por cima do gol. Antes do apito final, Daniel Cruz foi dividiu com a zaga e caiu na área. Na cobrança de pênalti, Tchô colocou o Boa na frente novamente: 2 a 1. Com o mesmo resultado da ida, a equipe mineira avançou à final da Série C.

Deixe um comentário