O acesso do Boa Esporte à Série B do Campeonato Brasileiro foi, evidentemente, bastante comemorado. A glória, porém, teve sabor ainda mais especial para um personagem: Radamés. Depois de ver o time cair para a Terceira Divisão no ano passado, enquanto se recuperava de grave lesão no joelho direito, o volante retornou aos gramados durante a campanha na Série C, contribuiu com a experiência e ainda teve oportunidade de participar dos minutos finais do jogo do acesso. Aos 30 anos, o atleta tratou o momento como um recomeço.

– Para mim é um recomeço de carreira perfeito. No ano passado, me lesionei e o time acabou caindo depois. E agora, volto de lesão durante o campeonato, consigo o acesso e ainda pude entrar no jogo que garantiu a volta. Foi perfeito – destacou.

Revelado pelo Fluminense e com passagens por clubes como Juventude, Náutico e Paysandu, ele agradeceu a todos que o ajudaram nesta fase difícil da carreira, entre a lesão contra o Macaé, em agosto de 2015 e o retorno, no jogo contra o Guaratinguetá, em setembro deste ano.

– Gostaria de deixar meus agradecimentos ao doutor Victor Favilla, aos fisioterapeutas Fabio Marcelo, Jorge Fonte e Gustavo da Mata, a minha querida psicóloga Aparecida Miranda, e também ao fisiologista do Boa, Robert Yoshio. Obrigado por tudo! – finalizou.

Deixe um comentário