Stock Car pode ter campeão inédito neste domingo (12)

Hora da definição do campeão de 2021 da Stock Car Pro Series. O circuito de Interlagos, em São Paulo (SP), recebe 100% de sua capacidade de público para acompanhar a 12ª e última etapa da temporada com três pilotos reunindo chances de título. A largada para as duas corridas finais do ano acontece às 13h40 deste domingo (12) com transmissão ao vivo da Band, canais SporTV e pelas redes sociais da Stock Car e do jornal Estadão.

A principal categoria do automobilismo brasileiro poderá ter um novo tetracampeão ou um campeão inédito. Daniel Serra, dono de três títulos, tem a chance de superar a marca de seu pai, o também tricampeão Chico Serra (1999, 2000 e 2001), e se igualar a outro tetracampeão da Stock Car, Paulo Gomes (1979, 1983, 1984, 1995). A categoria ainda tem Cacá Bueno com cinco títulos e Ingo Hoffmann com 12. Entre os três postulantes, dois somam várias vitórias mas ainda não conquistaram a glória máxima – o líder Gabriel Casagrande e o terceiro colocado, Thiago Camilo.

A última vez que a Stock Car teve um campeão inédito foi em 2017, na primeira conquista de Serra e encerrando uma sequência de campeões inéditos que vinha desde 2014 com Rubens Barrichello, Marcos Gomes (2015) e Felipe Fraga (2016). Em 2020, Ricardo Maurício também passou a ser tricampeão da categoria.

Gabriel Casagrande, Daniel Serra e Thiago Camilo estão separados por 56 pontos, que é exatamente a quantidade máxima que um piloto pode acumular em um final de semana de corrida. E é rigorosamente do que precisa Thiago Camilo, terceiro colocado na tabela com 280 pontos, para se sagrar campeão.

Sua missão, no entanto, é das mais difíceis. Ele precisa fazer a pole position no sábado (11), o que lhe garante dois pontos, vencer as duas corridas do domingo e torcer para que nem Casagrande e nem Serra pontuem. O piloto da Ipiranga A-Mattheis, no entanto, promete lutar enquanto houver chances – e ele lembra o feito de Ricardo Maurício na nona etapa, em Goiânia, quando o tricampeão fez exatamente o mesmo na etapa realizada no circuito externo: fez a pole e venceu as duas provas, tendo sido o primeiro piloto na história da Stock Car a registrar tal feito.

Daniel Serra tem três títulos consecutivos da Stock Car (2017, 2018 e 2019), foi vice em 2020 e está 25 pontos atrás do líder, somando 311. Dono de apenas uma vitória no ano, justamente na abertura da temporada, o piloto da Eurofarma-RC tem apostado na regularidade, constantemente terminando corridas entre os dez primeiros.

Gabriel Casagrande, com 336 pontos, começou sua arrancada na disputa justamente na etapa de Interlagos, que foi a segunda da temporada. Na ocasião, ele chegou para a etapa na décima posição da tabela, com 26 pontos, enquanto o líder Serra somava 44. O piloto da A.Mattheis-Vogel venceu duas provas no ano, uma delas em Interlagos, e assim como seu adversário, andou constantemente entre os primeiros colocados – e várias vezes próximo do rival. Casagrande assumiu a liderança após a nona etapa, em Goiânia.

Os treinos livres acontecem a partir das 8h10 e 11h20 da manhã de  sábado (11) com a classificação para definição do grid às 15h50; no domingo (12) a largada para a primeira prova acontece às 13h40 e a segunda às 14h20. A prova final do campeonato terá transmissão ao vivo de Band, canais SporTV, YouTube oficial da Stock Car, Autovídeos e pelas mídias sociais do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.