Diego Faustino, piloto da Equipe Honda, viveu todas as emoções possíveis ontem (dia 17), em Interlagos. O paranaense (de Londrina) fez a pole na Superbike Pro, a principal categoria do Superbike Brasil, mas teve problema mecânico na volta de apresentação e largou dos boxes, na última posição. Após acidente na terceira volta, ele novamente partiu do fim da fila. Mas reagiu e acabou a prova na primeira colocação, depois de ultrapassar Danilo Lewis nos metros finais da corrida. José Luiz Cachorrão, também da Honda, ficou em terceiro.

Faustino comemorou muito a primeira vitória da temporada no Superbike. “Foi com muita emoção. Quando eu fui largar, soltou o parafuso da pedaleira da minha moto e uma outra equipe me ajudou a voltar. Dei três voltas e ocorreu a bandeira vermelha (a prova foi interrompida após acidente). Larguei em último de novo e consegui a vitória. Só tenho de agradecer toda a Equipe Honda e a todos que me apoiaram”, afirmou o piloto, que na etapa anterior estava e primeiro lugar e, nos metros finais da corrida, foi atingido por um adversário.

José Luiz Cachorrão também comemorou muito a ida ao pódio. “Foi uma corrida muito emocionante, cheia de adrenalina. Tenho de dar os parabéns ao Diego Faustino. Este é o esporte que eu gosto e que quero levar aos quatro cantos do país”, declarou Cachorrão.

Maico Teixeira, que também integra a Equipe Honda, se envolveu em acidente na terceira volta da corrida. O piloto foi socorrido pela equipe médica e não largou para o complemento da prova.

Diego Faustino fez corrida de recuperação e conquistou o primeiro lugar em Interlagos; Cachorrão chegou em terceiro (Crédito: William Lucas/Vipcomm)

Diego Faustino fez corrida de recuperação e conquistou o primeiro lugar em Interlagos; Cachorrão chegou em terceiro (Crédito: William Lucas/Vipcomm)

Confira como foram as demais categorias


Honda Junior Cup

Lincoln Melo foi o vencedor da Honda Junior Cup. Ele duelou com Felipe Macan (segundo) até a bandeirada final, quando os dois pilotos cruzaram a linha praticamente juntos. Léo Marin foi o terceiro, Mario Salles chegou em quarto e Lucas Alvarenga completou o pódio. “Foi uma corrida muito disputada, duelei com o Macan a prova inteira e consegui passá-lo no final da prova”, resumiu o piloto.

O paranaense Leo Manella, que fez a pole, caiu ainda na primeira volta, e terminou a corrida em 11º lugar.

600cc SuperSport
Eric Granado, piloto da GST (Granado Sport Team), foi o vencedor da categoria 600cc Supersport Pro. Em segundo chegou Maximiliano Gerardo, com Lucas Bittencourt em terceiro, Matheus Oliveira na quarta colocação e Pedro Sampaio em quinto. “Foi uma etapa extremamente difícil, principalmente pelas constantes mudanças climáticas, o que dificulta muito o acerto. Achei que teria a moto mais na mão, mas consegui me recuperar durante a prova. Gostaria de agradecer muito o trabalho da minha equipe”, afirmou Granado.

Na Pro Amador, Marcio Ferreira Bortolini, também da GST (Granado Sport Team), foi o ganhador.

Honda CBR 500R
Disputa intensa por posições marcou a prova da Copa Honda CBR 500R. Guilherme Brito, da Team Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, foi o vencedor. Em segundo lugar chegou Davi Gomide. Leonardo Tamburro, da Honda Motoschool de Talentos, foi o terceiro, com Arthur Costa em quarto e José Duarte, da Team Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, em quinto.

SuperStreet
Os irmãos Meikon e Eliton Kawakami, respectivamente, conquistaram as duas primeiras colocações da SuperStreet. Diogo Moreira, do Team Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, terminou em terceiro lugar.

Deixe um comentário