Os dois potiguares da seleção brasileira da elite do surfe mundial foram convidados para participar da segunda e última etapa do WSL Countdown, no Velho Continente. O campeão mundial Ítalo Ferreira já competiu na abertura da Euro Cup of Surfing, na França, e venceu o French Rendez-Vous of Surfing, em Anglet. Agora tem a companhia de Jadson André no MEO Portugal Cup of Surfing, que começou na terça-feira, no point break de direitas de Ribeira D´Ilhas, em Ericeira. Ítalo estreou com vitória e já está nas quartas de final, enquanto Jadson perdeu, mas terá uma nova chance de classificação na segunda fase.

As baterias dos brasileiros abriram a competição masculina e reviveram duelos marcantes para ambos. Essa praia de Ericeira hoje é palco da etapa portuguesa do WSL Challenger Series, mas em 2014 sediou a decisão do título mundial Pro Junior, que terminou com o português Vasco Ribeiro sendo campeão, derrotando Ítalo Ferreira na final. Os dois entraram na segunda bateria da terça-feira de boas ondas de 3-4 pés, em Ribeira D´Ilhas.

Dessa vez, o agora atual campeão mundial não deu qualquer chance aos dois portugueses que enfrentou, aumentando a vantagem com seu ataque de backside a cada onda surfada nas direitas de Ericeira. Ítalo liderou o confronto desde a nota 6,17 da primeira. Na terceira fez 6,50 e a seguinte armou uma parede maior para mandar uma série de seis batidas e rasgadas muito fortes que valeram nota 8,00. Ainda pegou outra onda boa para selar a vitória por 14,67, com nota 6,67, contra 10,67 pontos de Henrique Pyrrait e apenas 9,23 do Vasco Ribeiro.

Acho que estou muito mais forte agora, pois era bem mais magro naquela época (risos)”, brincou Ítalo sobre aquela final Pro Junior de 2014. “Tem muitos surfistas bons neste evento e foi uma bateria boa para começar o campeonato. Estou muito feliz por estar de volta a Portugal, que é um dos meus lugares favoritos no mundo. Adoro vir para cá, surfar nas praias, a comida e as pessoas”.

Deixe um comentário