Receita cambial do Turismo aumenta em janeiro

20 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

O ano começou com boas expectativas para o turismo brasileiro. É o que mostra a receita cambial do turismo, que representa os gastos dos visitantes estrangeiros no país. Em janeiro, os visitantes internacionais gastaram US$ 664 milhões no Brasil, um aumento de 2,17% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 650 milhões).

Ainda segundo os dados apurados pelo Banco Central, a despesa cambial em janeiro deste ano – gastos dos brasileiros no exterior – teve um aumento de 87,89%, passando de US$ 840 milhões em 2016 para US$ 1,578 bilhões.

O ano passado, dos Jogos Olímpicos, teve impacto positivo na receita cambial do turismo. O acumulado em 2016, de cerca de US$ 6,024 bilhões, foi 3% maior em relação ao registrado de janeiro a dezembro de 2015, que foi de US$ 5,8 bilhões.

Em agosto, mês de realização da Olimpíada, os gastos dos estrangeiros nos destinos nacionais somaram R$ 602 milhões, o que representou um aumento de 38% no comparativo com o ano anterior. Foi o maior percentual de crescimento alcançado pela receita cambial do turismo em 2016.

RN participa de Convenção Nacional de Vendas da CVC, em Foz do Iguaçu

19 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

Secretários de Turismo do RN e da Pipa (Ruy Gaspar e Beth Bauchwitz, além do prefeito de Tibau do Sul, Modesto), presidente da Emprotur (Ana Maria Costa), cerca de 30 representantes da hotelaria potiguar, agentes de viagem do setor receptivo de Natal e da Pipa, além da equipe CVC no RN, participam até amanhã (20) da Convenção Anual de Vendas da CVC, em Foz do Iguaçu (PR).

Mais de 1.500 agentes de viagem da maior operadora da América Latina estão presentes ao evento. O Rio Grande do Norte ocupa sala exclusiva, financiada com recursos do RN Sustentável, para capacitar agentes de viagem a venderem cada vez mais e com mais argumentos os destinos potiguares.

Ana Maria Costa, Ruy Gaspar e Solange Portela

Ana Maria Costa, Ruy Gaspar e Solange Portela

Em junho o RN volta a se promover em Foz do Iguaçu, com a realização de uma noite potiguar no Festival das Cataratas.

Sesc-RN promove excursão às serras do agreste potiguar

18 de fevereiro de 2017 por antonioroberto
Pedra da Boca, uma atração do passeio

Pedra da Boca, uma atração do passeio

O Sesc RN, instituição ligada ao Sistema Fecomércio RN, realiza em março o passeio turístico “No Horizonte das Serras”, com destino às cidades de Passa e Fica, Serra de São Bento, Monte das Gameleiras e Araruna (PB). As vendas começam a partir de terça-feira (21) na Central de Atendimento do Sesc Cidade Alta.

O passeio será no formato bate-e-volta e incluirá micro-ônibus, seguro de vida, guia acompanhante, almoço e kit lanche no serviço de bordo. Os valores podem ser divididos em até dez vezes nos cartões Visa, Hiper e Master.

O Sesc promove passeios pelo RN e por outros estados por meio do seu Turismo Social, retomado em 2016. Desde então, já foram realizados oito passeios bate-e-volta e quatro excursões para os estados da Paraíba e Pernambuco.

O Turismo Social visa proporcionar novas oportunidades de lazer, integração e enriquecimento cultural por meio de passeios a custos acessíveis. A missão do Sesc na área é criar possibilidades para que as pessoas conheçam o Brasil, democratizando o acesso a viagens, passeios e hospedagens.

Fecomércio-RN traça perfil do turista que visita Natal nesta alta estaçāo

17 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

Pelo quinto ano consecutivo, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN traçou o perfil do turista que visita Natal na alta estação.

A maior parte dos turistas são brasileiros (79,7%; contra 82,4% em 2016); vindos da região Sudeste (35,2% de São Paulo; 11,2% do Rio de Janeiro; e 5,9% vieram de Minas Gerais); viajam com a família (72,8%); são homens (51,5%); e permanecem, em média, dez na cidade.

O percentual de turistas estrangeiros (20,3%) foi maior em relação ao ano passado (17,6%), sendo que 7,7% são provenientes da Argentina. Em 2016, os turistas argentinos eram 6,7%.

A Itália é o segundo país que mais envia turistas a Natal na alta estação, com 1,7% dos entrevistados, índice obtido tanto este ano quanto no ano passado. 52,6% das pessoas ouvidas na pesquisa visitavam o estado pela primeira vez. Já na pesquisa de 2016, 70,5% dos visitantes nunca tinham vindo ao RN.

IMG_1247

Com relação ao que atraiu o turista ao Rio Grande do Norte, as belezas naturais foram o item mais lembrado, com 66,8% das respostas ao questionário. O índice é um pouco menor do que o obtido em 2016, quando esta foi a motivação para vir ao estado de 87,1% das pessoas que responderam à pesquisa.

Visitar a família (6,8%), visitar os amigos (4,7%) e as promoções (1,7%) também serviram de incentivo para que as pessoas passassem uma temporada no Rio Grande do Norte.

Booking confirma que Natal é o terceiro destino mais procurado no Carnaval

17 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

A Booking.com listou os destinos brasileiros mais reservados para o período do Carnaval neste ano. Natal é a terceira do ranking. Um privilégio, om base na seriedade e na abrangência de uma ferramenta de vendas como a Booking.com

O Rio de Janeiro na liderança não causa surpresa. O que causa espanto é a queda de Salvador, da segunda posição em 2016 para a sétima em 2017. São Paulo saltou da terceira para a vice-liderança. Enfim, a campeã do Nordeste é Natal, pelo menos nos números da Booking.com.

Ainda segundo o levantamento, argentinos e chilenos devem ser os estrangeiros que mais vão desembarcar no Rio de Janeiro, São Paulo e Natal durante a folia de Momo. Para a apuração dos dados, a empresa se baseou em reservas feitas entre 25 e 28 de fevereiro.

Jornalista potiguar promove Encontro de Turismo em Aparecida (SP)

16 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

O I Encontro do Ano dos Profissionais do Turismo do Vale do Paraíba (SP) será na próxima segunda-feira (20), com palestra-jantar às 19h no hotel Santo Graal, em Aparecida. O preço por pessoa é de R$ 55.

O evento é promovido pela jornalista potiguar Cristina Lira (foto), que também realiza, há vários anos, Encontros neste mesmo formato em Natal, São Paulo, Cuiabá, Foz do Iguaçu, Gramado e Lisboa.

A palestra em Aparecida (SP) estará a cargo da gestora executiva da Associação dos Amigos do Caminho da Fé, Camila Bassi.

Estarão presentes ao Encontro jornalistas nacionais convidados para visitar o Vale do Paraíba (SP). Conhecerão não só o turismo religioso, mas o turismo rural e cultural da região.

cris

RN quer Parque das Dunas inserido no Turismo

16 de fevereiro de 2017 por antonioroberto
Bosque dos Namorados

Bosque dos Namorados

O Parque das Dunas – maior parque urbano sobre dunas do Brasil – será discutido, também, com foco no Turismo. Secretaria de Turismo do RN e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) estiveram reunidas com o grupo empresarial responsável por alguns dos maiores empreendimentos ecoturísticos do país, o Cataratas do Iguaçu, para agendar visita técnica com intuito de otimizar o uso do Parque das Dunas para fins turísticos.

O gerente da empresa, Adélio Demerteko, estará em Natal entre os dias 22 e 26 de março para visita técnica ao Parque das Dunas e a outros equipamentos urbanos passíveis de reformulação administra. O grupo empresarial já administra o Parque Nacional do Iguaçu (onde estão as cataratas), o Aquário do Pantanal, o Parque Nacional da Tijuca (RJ) e o Parque Nacional Marinho (Fernando de Noronha), entre outros.

Pesquisa da ABIH-RN projeta 81% de ocupaçāo em Natal e 83,5% na Pipa durante o Carnaval

16 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

Pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RN) nos meios de hospedagem associados sobre a ocupação hoteleira durante o carnaval registra, em Natal, 81% de ocupação para o período. Na Pipa, 83,5%.

“O Carnaval historicamente é uma excelente data para a hotelaria. Sempre registramos boa ocupação. Vale ressaltar também o importante trabalho de parceria na divulgação do destino realizado entre o Governo do Estado e a iniciativa privada”, comenta José Odécio, presidente da ABIH-RN.

Ele cita ainda os esforço de Natal em promover o Carnaval na cidade. “A uniāo entre os entes públicos e a iniciativa privada, certamente, fortalece o setor e traz benefícios para a população”, destaca o presidente da ABIH-RN.

Presidente da Associação Portuguesa de Agências de Viagem fará palestra de abertura do 8º Fórum de Turismo do RN

15 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

pedro costa ferreira.jpg

“Como otimizar as oportunidade que o mercado português traz para o Rio Grande do Norte?”, “O que os destinos Natal e Pipa precisam fazer para atrair (ou manter) o visitante de “Portugal?”, “E os europeus, em geral, começam a retornar ao RN? Como poderão ser conquistados?”

Tais indagações serão respondidas pelo operador de Turismo de Portugal Pedro Costa Ferreira (foto), presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (Apavt), na palestra de abertura do 8º Fórum de Turismo do RN, no dia 7 de abril, às 14h30, no Centro de Convenções de Natal.

Licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa, Pedro Costa Ferreira atua no Turismo há mais de 25 anos. Foi diretor geral da Igestur, da Space e presidente da área de operadores turísticos da Espírito Santo Viagens, onde permaneceu cerca de dez anos.

Em 2011 fundou a agência de viagens Lounge Travel, especializada no segmento de lazer de luxo, da qual é sócio-gerente. No mesmo ano foi eleito presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (Apavt), cargo que assumiu em janeiro de 2012 e depois foi reeleito em 2014.

Também em 2014, Ferreira foi eleito vice-presidente da Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos (ECTTA) e membro do seu conselho estratégico.

O que Natal e o RN precisam saber sobre apoio federal a eventos

14 de fevereiro de 2017 por antonioroberto

Os órgãos ou entidades da Administração Pública Federal, Estadual, Municipal ou Distrital que pleiteiam apoio financeiro do Ministério do Turismo para a realização de eventos já podem inscrever os projetos no Sistema de Convênios do Governo Federal para a análise técnica das propostas cadastradas.

A página do Siconv ficará aberta até o dia 9 de março. Os recursos serão provenientes da programação financeira do Ministério do Turismo.

Projetos com o mesmo objetivo apoiados por meio de emendas parlamentares, de caráter impositivo, não estão incluídos nessa etapa de inscrições. Os detalhes para obtenção do apoio do MTur estão disponíveis na portaria nº 16, de 25 de janeiro de 2017.

Para inscrever o projeto, os órgãos públicos devem comprovar o caráter tradicional e de notório conhecimento popular e gratuito do evento, que deve contribuir para a promoção, o posicionamento do destino turístico no mercado e fomentar a atividade turística.

Serāo considerados eventos de abrangência municipal, estadual ou regional, formalmente reconhecidos pelo órgão oficial de turismo do estado e que sejam realizados exclusivamente por órgão públicos há pelo menos três edições.

O MTur apoia cachês de artistas e bandas musicais previamente cadastrados no ministério; a divulgação do evento em rádio, televisão, jornal e revista; e a locação de gerador, banheiro químico, tenda e palco. A análise de custos dos itens de apoio ocorrerá durante a avaliação de cada proposta encaminhada.

Em caso de aprovação da proposta, os valores variam de acordo com a categorização dos municípios no Mapa do Turismo Brasileiro (www.mapa.turismo.gov.br). As cidades da categoria “A” poderão inscrever propostas de até 800 mil reais por ano, não podendo exceder R$ 400 mil por convênio.

Os municípios da categoria “B” podem receber até R$ 500 mil por ano. O valor máximo por convênio é de R$ 250 mil e os que se enquadram na categoria “C” podem conveniar até R$ 400 mil por ano, sendo que cada convênio pode custar no máximo R$ 200 mil. Municípios da categoria “D”, que realizam eventos menores, podem receber até R$ 150 mil por ano em um único convênio.

Convênios para festas de aniversário das cidades poderão ser elegíveis, desde que as cidades estejam inseridas nas categorias “A” e “B” do Mapa do Turismo Brasileiro.