“Deixe o RN visitar você”. Emprotur lança campanha digital

6 de abril de 2020 por antonioroberto

RN insta

O Governo do RN, por meio da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), lançou uma oportuna campanha digital: “Deixe o RN Visitar Você”. Trata-se de um tour virtual que mostra, entre outras atrações, o passeio de buggy pelas dunas de Jenipabu, realizado nas dunas móveis do município de Extremoz, a praia de Pipa (Tibau do Sul) e o Maior Cajueiro do Mundo, em Pirangi.

“Por meio das redes sociais e envio de e-mail marketing, vídeos de realidade virtual foram compartilhados com turistas, agentes e operadores. A ação de aproximação está alinhada com a nossa estratégia digital para estreitar relacionamento e continuar em contato com nosso público em um momento em que não é recomendado viajar”, explica o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Os vídeos de realidade virtual nos principais destinos do RN foram produzidos por meio do Investe Turismo, com apoio do Sebrae RN, Sebrae Nacional, Ministério do Turismo e Embratur.

Hotel de Natal obtém liminar que garante energia, mesmo em inadimplência

6 de abril de 2020 por antonioroberto

A 4ª Vara Cível da Comarca de Natal concedeu liminar a um hotel na capital potiguar que impede a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) de cortar o fornecimento de energia por inadimplência, em virtude da pandemia do Covid-19.

Com base na crise alastrante que o país e o mundo vivem, e que atinge fortemente o setor hoteleiro e turístico em geral, o meio de hospedagem conseguiu na Justiça o direito ao fornecimento de energia mesmo com inadimplência na fatura vencida em março.

A ABIH-RN já havia protocolado um pedido oficial à Cosern com uma série de reivindicações para que esse tipo de medida fosse aplicado para todos os estabelecimentos hoteleiros, justificando que os decretos federais e estaduais de pandemia e calamidade pública impedem os empreendimentos de continuarem funcionando, o que afeta a manutenção de empregos e a obtenção de receitas que permitam cumprir todos os compromissos das empresas.

“Essa é uma medida justa, tendo em vista que os hotéis estão sem faturar nesse período e estão impedidos de pagar suas contas e de assegurar que uma das maiores indústrias do Estado, e que gera mais empregos, sobreviva. O que queremos é uma prorrogação no prazo para pagar as faturas de março, abril e maio, assim como o parcelamento para pagar as contas, iniciando-se o pagamento em outubro. Caso isso não seja atendido, teremos uma quebradeira de hotéis e demissões em larga escala. É preciso compreender o atual cenário, pois se trata de força maior”, afirma o presidente da ABIH-RN, José Odécio.

Turismo busca alternativas para enfrentar a crise. Veja artigo

1 de abril de 2020 por antonioroberto

“A chegada do novo coronavírus (Covid-19) em território brasileiro, há pouco mais de um mês, foi responsável por mudar, negativamente, a vida dos cidadãos brasileiros. No Turismo, então, o quadro é desesperador. Para evitar um colapso econômico por conta da pandemia, entidades representativas do setor se encontraram inúmeras vezes, ao longo das últimas semanas, para buscar alternativas capazes de evitar uma quebradeira em massa de nossas empresas. Ainda assim, na primeira quinzena do mês de março registramos um prejuízo que ultrapassa a casa dos R$ 2,2 bilhões.

Com aeroportos fechados, hotéis com baixa demanda e bares e restaurantes sem a movimentação necessária para manter as portas abertas, o trade turístico, atualmente, é o mais impactado pelo vírus. No âmbito mundial, a Organização Mundial do Turismo (OMT) prevê um retrocesso entre 20 e 30% do turismo internacional em 2020, devido à pandemia. É possível que haja uma redução do faturamento entre US$ 300 bilhões e US$ 450 bilhões.

Para conter os impactos no segmento, a Organização Mundial da Saúde (OMS), juntamente com a OMT, lançou, semana passada, a Healing Solutions For Turismo Challenge, com o intuito de buscar soluções, através de tecnologias e iniciativas inovadoras, para o desenvolvimento sustentável em uma situação de crise. A competição é aberta para startups e empreendedores de todo o mundo.

Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação

Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação

Sabemos que o segmento é significativo para a economia, levando em consideração que, em 2019, a OMT registrou que um em cada dez empregos em todo o mundo são relacionados ao trade. Entretanto, não podemos nos esquecer da importância do auxílio populacional para a manutenção e funcionamento do setor. Quando a batalha contra o coronavírus for vencida, é preciso ter em mente que o Turismo voltará a movimentar renda – assim como irá gerar empregos – com o consumo nacional. Será um momento importante para motivar viagens dentro do próprio país para que consigamos nos reerguer.

Hoje em dia, contamos com o suporte dos funcionários para mitigar a disseminação do vírus. Sabemos que, juntos, somos mais fortes. Na rede de hotelaria, por exemplo, orientamos as principais medidas preventivas para os empregados e hóspedes. Há, ainda, a preocupação em informar a maneira correta de desinfectar objetos. O intuito do segmento é, cada vez mais, colaborar para que o país passe por esse momento delicado.

É válido lembrar que, assim como outras situações, essa fase é passageira. O momento agora é de nos unirmos em prol da saúde mundial. A higiene básica, como é reforçada diariamente, é uma das maiores aliadas o combate deste inimigo invisível. A conscientização sobre o assunto permitirá que o fim da pandemia se aproxime o mais rápido possível”.

Tap anuncia afastamento temporário de 90% dos colaboradores

1 de abril de 2020 por antonioroberto

tap 00

A Tap, que mantinha voos quase diários para Natal e era a principal ligação do Nordeste com a Europa, anuncia que vai avançar com um processo de lay-off (afastamento) simplificado para 90% dos trabalhadores, além da redução do período normal de trabalho em 20% para os restantes colaboradores. O mercado está atento e preocupado, já que a dívida da transportadora aérea – segundo se comenta – ainda é bastante expressiva.

“As condições remuneratórias definidas contemplam o pagamento de 2/3 das remunerações fixas mensais para os colaboradores em suspensão temporária da prestação do trabalho e o pagamento de 80% da remuneração fixa mensal para os colaboradores em redução de horário de trabalho, porque estes continuam a trabalhar para assegurar a retomada”, informa a companhia em comunicado da agência Lusa.

Segundo ainda a Tap, que emprega atualmente 11 mil pessoas, os “administradores executivos e não executivos propuseram, de forma voluntária, uma redução maior da sua remuneração, no valor de 35%, em meio às medidas que “impactam todos os colaboradores de forma transversal”.

A partir desta quarta-feira, 1 de abril, e até 4 de maio, a companhia aérea portuguesa passará a fazer apenas voos internos. Ou seja: para os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Com quedas de 80% no tráfego dos aeroportos portugueses, a Tap tem 90 dos aviões da sua frota parados.

Festuris Gramado confirma realização em novembro

31 de março de 2020 por antonioroberto
Marta Rossi e Eduardo Zorzanello, diretores do evento

Marta Rossi e Eduardo Zorzanello, diretores do evento

A Feira Internacional de Turismo de Gramado (Festuris) manterá a realização do evento na data prevista, de 5 a 8 de novembro de 2020, na Serra Gaúcha. A organização reconhece que o momento do setor é difícil e o impacto ainda é imensurável, mas aposta que a retomada do crescimento virá através do turismo e da força de eventos como o Festuris.

A estimativa de especialistas, indicando que a atual pandemia possa se estender de três a quatro meses, sustentou a decisão de manter a feira no final do segundo semestre, acreditando que até lá a situação tenha se restabelecido. Na visão dos organizadores do evento, o momento é de unir o trade, refletir sobre o cenário atual e adotar a flexibilização para que expositores e participantes cresçam e recuperem seus prejuízos. 

O Festuris, segundo os organizadores, está com 40% de seus espaços comercializados e aposta que será um dos palcos para a recuperação da economia. O evento continuará trabalhando a segmentação turística como um de seus diferenciais e acredita no seu potencial de geração de negócios para atrair novamente os principais players do mercado. Na última edição foram mais de 65 destinos internacionais, 17 mil participantes e 2.700 marcas expostas.

Nesta terça-feira (31), os CEOs do Festuris, Marta Rossi e Eduardo Zorzanello, divulgaram o posicionamento oficial do evento diante dos impactos do novo coronavírus no setor do turismo. Além disso, a feira passa a utilizar a #SempreJuntos em defesa da união do trade para superar este momento difícil. 

Confira a nota na íntegra:

“Vivemos uma crise desafiadora e incomparável. Estamos em estado de guerra pela vida e pela economia. O momento exige responsabilidade social. Portanto, salvar vidas e achatar a propagação do coronavírus (Covid-19) é prioridade. O impacto desta crise é inestimável em todos os setores, mas o turismo será indiscutivelmente um dos mais afetados. Apesar disso, temos consciência do quanto esta atividade é resiliente. Tem capacidade e força para se reinventar. A união do trade será fator decisivo para este novo caminhar. 

Cientes de nossa importante contribuição para o desenvolvimento da atividade turística, acreditamos que a Feira Internacional de Turismo de Gramado (Festuris) será palco para a retomada do crescimento no final do segundo semestre. Economistas e especialistas na área da saúde estimam que a atual pandemia pode se estender de três a quatro meses. Portanto, confirmamos a manutenção do Festuris para 05 a 08 de novembro próximo. Estamos confiantes de que o caos passará.

Com a solidez construída ao longo de sua trajetória, conquistamos a credibilidade e a confiança do mercado. A feira está com cerca de 40% de seus espaços comercializados e, mesmo com esta barreira colocada em nosso caminho, temos certeza que o evento será mais uma vez essencial para a transformação do setor. Estamos abertos para entender o cenário neste momento de crise e seremos ainda mais flexíveis, entregando ao nosso expositor e participante todo o suporte para crescer e recuperar prejuízos.

Acreditamos no esforço conjunto para a retomada do crescimento. A guerra travada contra o coronavírus fará com que toda a cadeia do turismo se reinvente. Não temos dúvida que o sentimento ao final da feira será de satisfação. Aqui os negócios são feitos com afeto e o relacionamento entre os profissionais está em evidência. Não podemos desistir jamais. Entendemos que, mais do que nunca, o aperto de mão e o abraço serão fundamentais para os negócios, e haverá, com toda certeza, uma renovação de valores.

Juntos venceremos esta batalha!” 

Marta Rossi e Eduardo Zorzanello

CEOs do Festuris Gramado

Hotelaria do RN pede flexibilidade à Cosern

31 de março de 2020 por antonioroberto

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) solicitou à Cosern medidas preventivas que permitam reduzir os cursos das empresas hoteleiras com vista à manutenção dos empregos e redução de dívidas no momento de crise em face da pandemia mundial do coronavírus.

Uma preocupação recorrente do setor é a grande despesa com o consumo de energia nos estabelecimentos hoteleiros para a execução e manutenção dos serviços.

Entretanto, segundo a ABIH-RN, com a crise que se alastra no país a hotelaria praticamente fechou suas portas por tempo indeterminado, mas ainda necessita manter partes cruciais das estruturas funcionando como forma de se preparar para a retomada dos negócios.

Conheça as solicitações da ABIH-RN

– suspensão da cobrança da demanda do contrato de fornecimento de energia ou, em última análise, cobrança da demanda efetivamente consumida em oposição à demanda contratada;

– prorrogação do prazo de vencimento das contas de energia elétrica referentes ao mês de março até junho de 2020, iniciando-se o pagamento em outubro de 2020;

– dilatação do prazo de interrupção do fornecimento de energia em decorrência de inadimplência, até a normalização da situação.

BTM é adiada para maio de 2021, em Fortaleza. Festival do Turismo de JPA está confirmado para outubro

30 de março de 2020 por antonioroberto
Organizadores da BTM: Bruno Mesquita, Cláudio Jr e Breno Mesquita

Organizadores da BTM: Bruno Mesquita, Cláudio Jr e Breno Mesquita

Mais um grande evento na área do Turismo é adiado. Em nota, a assessoria de imprensa da BBC Eventos confirma o adiamento da 10ª BTM – Brazil Travel Market –, que seria realizado em outubro deste ano. A próxima edição irá acontecer nos dias 14 e 15 de maio de 2021, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

“Visando nosso comprometimento, assim como nos anos anteriores, a BBC Eventos trabalha para, novamente, termos um evento que proporcione grandes negócios entre os participantes. Esperamos que o turismo unido passe o quanto antes por esse período e estamos dispostos a fazer nossa parte, nos colocando à disposição”, diz a nota oficial da BBC Eventos.

A BTM, vale lembrar, é um projeto de Cláudio Jr e dos irmãos Bruno e Breno Mesquita, criadores e organizadores do Festival do Turismo de João Pessoa, que agora passou para o controle da ABIH-PB e está confirmado para outubro deste ano.

Gastronomia exige planejamento estratégico com focos específicos nesses tempos de pandemia

30 de março de 2020 por antonioroberto

O planejamento estratégico se tornou uma ferramenta de considerável valor agregado para as empresas no cenário econômico atual. Entender as possibilidades futuras de seus negócios, mapeando riscos e fomentando oportunidades de crescimento, tem sido o grande desafio dos empreendedores que buscam sobreviver em seus mercados em um período de crise global.

No segmento da gastronomia não é diferente. O crescimento do delivery e o advento dos food trucks trouxeram para os proprietários de restaurantes físicos novos problemas a serem enfrentados, além dos habituais como custos, perecibilidade dos produtos, gestão da demanda, mudança do perfil consumidor e variedade da disponibilidade. Ainda assim, alguns empresários têm se destacado com sua capacidade de organizar, planejar e construir modelos de planejamento estratégico além do senso comum.

“O planejamento estratégico equaliza as vertentes da criação multinegócios dentro de uma mesma expertise, considerando que uma das premissas do empreendedorismo é o investidor não se arriscar em mercados desconhecidos por ele e seus sócios”, explica Jamerson Moreira, professor de Estratégia Empresarial no ISAE Escola Negócios. “Desta forma, para aqueles empreendedores que já possuem know how em determinados segmentos, a fórmula secreta é a investigação de oportunidades dentro das áreas já conhecidas, pois já se tem informações sobre riscos, necessidades, comportamentos, vulnerabilidades e afins”, complementa o especialista.

José Araújo Netto_

Este é o caso do empreendedor José Araújo Netto (foto), responsável por diversos empreendimento gastronômicos, entre eles as redes Mr. Hoppy e Porks – Porco & Chope, além do Bar Quermesse e do Bar do Açougueiro, que será inaugurado nos próximos meses. Araújo Netto aproveitou as oportunidades geradas pelo ambiente econômico do país para diversificar seus negócios e atuar em subsegmentos específicos, oferecendo opções aos clientes focadas em várias vertentes da gastronomia, como carne de porco, churrasco gaúcho, comida de boteco e chope artesanal. “Nós vendemos produtos de desejo a um preço acessível, para chamar a atenção de todos os públicos, sejam trabalhadores da região, famílias curitibanas ou jovens em busca de lazer”, comenta o empresário.

Para Jamerson Moreira, o planejamento estratégico não se restringe à diversificação no “mix” de produtos e serviços, por exemplo. “Quando existe a oportunidade de diversificar o modelo do negócio dentro do segmento, diversas oportunidades são construídas, como o atendimento diferenciado por faixa etária, acessibilidade a produtos com relevância na diversidade das classes sociais, geração do desejo de consumo ou ainda adaptação de ambientes para referências comportamentais, como a diversidade de gêneros, restrições alimentares e tratamentos medicinais alternativos”, observa o especialista. “Cada um dos meus negócios tem uma linguagem e um público alvo diferente, além de histórias e características bem peculiares. Conseguir essa diversificação é um dos segredos do nosso sucesso”, completa Araújo Netto.

Abav-RN estende campanha por novos sócios

30 de março de 2020 por antonioroberto

michelle

Prevista inicialmente para ser finalizada amanhã (31), a campanha para atrair novos associados da Abav-RN vai se estender até o final de abril. Segundo a presidente da entidade, Michelle Pereira (foto), os novos associados terão 60 dias de carência e todas as vantagens de ser um abaviano, entre as quais benefícios e convênios fechados pela associação para diretores e funcionários. A campanha envolve as agências associadas, que estão se empenhando em convidar outras agências para integrar o quadro. Atualmente, a Abav-RN tem 49 associados.

De acordo com a presidente da entidade, Michelle Pereira, nesse momento que o Turismo atravessa, em tempos de Covid-19, é necessária a união de todos e a conscientização de juntar forças para somar nas reivindicações da categoria. Ela ressalta que a Abav Nacional lançou um e-book recentemente com ações diferenciadas para o enfrentamento da crise que a pandemia trouxe.

São João de Campina Grande será no final do ano

23 de março de 2020 por antonioroberto
Prefeito fez o anúncio durante live recentemente

Prefeito fez o anúncio durante live recentemente

Considerado o “Maior São João do Mundo”, os festejos de Campina Grande deste ano (PB) acabam de ser adiados para o período de 9 de outubro a 8 de novembro. O anúncio da 37ª edição do evento foi feito pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, durante live nas redes sociais no início da noite desta segunda-feira.

Segundo o prefeito, a decisão foi difícil de ser tomada e para tanto foi ouvido especialmente o setor turístico, sobretudo hotéis, restaurantes e agências de viagens.

Rodrigues lembrou que todos os esforços do município estão voltados, neste momento, para o cumprimento de ações de prevenção ao coronavirus. Quanto ao evento, garantiu que, no tempo oportuno, haverá readequação da programação e da grade de atrações.

O prefeito destacou ainda que, enquanto a programação de eventos da cidade não voltar à normalidade, o Parque do Povo poderá ser adaptado para atender às necessidades de assistência à saúde da comunidade. 

Segundo ele, há a possibilidade, até, de ser transformado num “hospital” destinado a abrigar e atender pacientes vitimados pelo coronavírus.