Pesquisa revela que setor de artesanato cresce no digital, mas perde com ausência de feiras

3 de março de 2021 por antonioroberto
Artesanato potiguar

Artesanato potiguar

Pesquisa feita pelo Sebrae, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, mostrou que os empresários do setor de artesanato foram os que mais usaram o whatsapp como ferramenta de venda (92%), entre todos os segmentos da economia. Os pequenos negócios do artesanato aparecem em segundo lugar quando o assunto é lançamento de novos produtos ou serviços. No levantamento do Sebrae, 53% desses empresários criaram novidades desde o início da crise, perdendo apenas para os serviços de alimentação, onde esse percentual foi 56%.

Os empresários do artesanato também aparecem em segundo lugar quando o tema é uso de meios digitais (redes sociais, internet, aplicativos etc.) na hora da venda. No levantamento feito em novembro, 83% dos empresários já usavam esses recursos, perdendo apenas para as empresas da moda (84%). Esse dado representa uma evolução. No levantamento realizado em maio, 77% dos entrevistados declararam usar meios digitais para venda.

Há 10 anos o setor vem apresentando um crescimento gradual no uso de redes sociais para fins comerciais e, durante esse período pandêmico, a digitalização se tornou ainda mais necessária. O cancelamento de parte dos grandes eventos, como feiras de artesanato, afetou diretamente a principal fonte de renda do setor. Esse mercado tem uma peculiaridade muito forte: a proximidade na relação entre clientes e artesãos. O contato direto com o artista e com a obra são fundamentais e fazem com que o setor tenha características bastante específicas.

Fecomércio-RN, Sebrae e entidades fazem lista de pedidos: SOS Turismo!

2 de março de 2021 por antonioroberto

A Fecomércio, o Sebrae RN e as entidades que compõem a Câmara Empresarial do Turismo (CET), órgão consultivo da Federação, protocolaram, nesta terça-feira, 2, junto ao Governo do Estado e às Prefeituras da Grande Natal, de Mossoró e dos principais municípios turísticos potiguares, um documento contendo uma série de pedidos para que possam ser minimizados os impactos negativos do endurecimento das medidas de prevenção à Covid-19 no setor de bares e restaurantes e no acesso às praias. No caso específico da Prefeitura de Natal, o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, e o coordenador da CET, George Costa, também entregaram o documento diretamente ao prefeito Álvaro Dias, aproveitando uma reunião ocorrida no final da manhã com representantes do comércio da capital.

O prefeito Álvaro Dias recebeu nesta manhã o empresariado do Turismo

O prefeito Álvaro Dias recebeu nesta manhã o empresariado do Turismo

“Nós entendemos que o foco de todo o RN neste momento é preservar a vida dos potiguares. E o setor produtivo não poderia destoar disso. É claro que há prejuízos, sobretudo ao nosso turismo, que é pilar econômico do estado e vive um momento bastante delicado, com praticamente 40% das empresas quebradas e um cenário bastante nebuloso pela frente. O que estamos pretendendo com estes pleitos é amenizar o sufoco e permitir que estas empresas e os empregos que elas geram possam sobreviver”, afirma o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Ele comenta ainda: “Também iremos buscar, junto a nossa bancada federal, uma ação para que a União possa retomar, com urgência, medidas como a MP da preservação dos empregos, linhas de crédito como o Pronampe e uma linha com foco específico neste setor. Vamos pedir até mesmo a retomada do pagamento do auxílio emergencial, que tende a irrigar o setor produtivo com recursos e reduzir a crise. O momento é extremamente difícil. E precisamos de serenidade e equilíbrio para atravessarmos juntos”, afirma o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Além dos pleitos, o documento enumera ações imediatas que o setor produtivo está pondo em prática, como a realização de consultorias, cursos de capacitação e qualificação profissionais de colaboradores e empreendedores dos segmentos envolvidos; oferecimento de cursos por meio do Sebrae RN e Senac RN; e a estruturação de uma ação denominada “Lazer com Responsabilidade”, composta de equipes que circularão nos principais polos de bares, restaurantes, casas de recepção e buffets das maiores cidades do estado, orientando e conscientizando empreendedores, colaboradores e clientes quanto ao cumprimento dos protocolos de biossegurança e do distanciamento social.

O pacote de sugestões foi elaborado pelas equipes técnicas da Fecomércio, do Sebrae RN e das entidades empresariais que compõem a CET e é uma tentativa de evitar um prejuízo maior ainda às empresas que compõem a cadeia produtiva do turismo, segmento que responde por cerca de 30% do PIB potiguar, e que gera em torno de 110 mil empregos diretos e formais.

Assinam o documento

Marcelo Queiroz

Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN)

George Costa

Coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio RN (CET Fecomércio)

Habib Chalita

Presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN (SHRBS RN), membro da CET Fecomércio

Paolo Passarielo

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RN (Abrasel), membro da CET Fecomércio

José Ferreira de Melo Neto

Superintendente do Sebrae RN

Abdon Gosson

Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH RN), membro da CET Fecomércio RN

George Gosson

Presidente do Natal Convention Bureau, membro da CET Fecomércio

Rútilo Coelho

Presidente do Mossoró Convention Bureau, membro da CET Fecomércio

Francisco Câmara Júnior

Presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do RN (Sindetur), membro da CET Fecomércio

Michele Pereira

Presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem do RN (Abav RN), membro da CET Fecomércio

José Maria Pinheiro

Vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do RN (Abrajet), membro da CET Fecomércio

Wanderson Borges

Presidente da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (Ashtep)

Adrianne Cantelli.

Presidente da Abrasel Pipa

Ruy Gaspar: “Se Natal não mudar o Plano Diretor vai ficar sem investimento”

1 de março de 2021 por antonioroberto

ruy 45

Diretor do Ocean Palace Beach, Resort & Bungalows, primeiro hotel cinco estrelas de Natal e atualmente com 315 unidades habitacionais, Ruy Gaspar (foto), que já foi secretário de Turismo do RN no Governo anterior, está empolgado com João Pessoa, o novo mercado da futura Rede Ocean de Hotéis, que recentemente arrematou o antigo Tambaú e construirá o primeiro resort do futuro Polo Cabo Branco.

“Natal está parada no tempo, com muita gente remando para trás. João Pessoa é pulsante, está crescendo, sabe atrair investidores. Lá você é bem tratado por governantes e pela população. Incrível a receptividade por lá. Até homenageado eu já fui. Se Natal não mudar esse inadequado Plano Diretor, vai ficar para trás, sem investimento”, reclama Gaspar.

Sonho antigo – Mais do que um mercado promissor e uma boa oportunidade de negócio, o diretor do futuro Ocean Tambaú, Beach & Resorts ressalta que, na verdade, realizou um sonho antigo ao adquirir o antigo hotel da rede Tropical

“Via aquele hotel com enorme potencial mas um serviço degradado. É um meio de hospedagem marcante, tipo pé na água, icônico, com arquitetura belíssima. Vamos lutar muito, investir muito, mas vamos deixar o hotel com altíssimo padrão”, observa.

Maceió seria o próximo destino? Ruy Gaspar apenas sorri e diz que seria um excelente mercado, mas no momento tem dois compromissos com a hotelaria de João Pessoa, o que requer amplo aporte financeiro, já que parte do investimento, nos dois resorts, prevê recursos próprios.

“O grupo A. Gaspar pode voltar a investir no Rio Grande do Norte, por que não? Sobretudo em São Miguel do Gostoso ou na Pipa. Teríamos interesse, sim. Mas tudo vai depender do ambiente de negócios no RN”, enfatiza.

Falece George Brasil, ex-ABIH-RN e ex-Vila do Mar

25 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

Screenshot_20210225-141430_Google

Desencarnou hoje à tarde, na UTI do Hospital do Coração, o ex-gerente da ABIH-RN e ex-gerente comercial do hotel Vila do Mar, George Brasil (foto). Muito querido no segmento do Turismo, foi mais uma vítima da Covid. Triste, muito triste!

Pesquisa entre atividades ligadas direta e indiretamente ao Turismo mostra 45% de otimismo com 2021

24 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

Após um ano turbulento devido à pandemia da Covid-19 e um começo de 2021 igualmente preocupante, o turismo brasileiro possui expectativas de que, ao longo de 2021, apresente melhoras. De acordo com pesquisa encomendada pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), 45% do empresariado avaliam que os próximos meses terão crescimento econômico. Em contrapartida, 29% acreditam que conseguirão manter a estabilidade em seus negócios e, no âmbito de retração, 26% temem por decréscimos no faturamento.

A pesquisa foi realizada pelo Monitora Turismo, responsável por monitorar 571 atividades divididas em diretas (atividades que existem somente em função do turismo), compartilhadas (voltadas aos residentes, porém intensamente utilizadas por turistas), indiretas (que fornecem bens e serviços às atividades diretas) e aquecidas (atividade sem relação direta com o turismo).

Para Alexandre Sampaio, presidente da FBHA, ainda há um longo caminho para que o setor consiga se recuperar do impacto gerado pelo coronavírus. “A vacinação geral da população é a nossa melhor chance para conseguir voltar às atividades de forma completa. Sem dúvidas, ainda há um longo percurso para atravessarmos. Hoje em dia, por exemplo, vemos algumas cidades voltarem com as restrições para o nosso segmento. Nossa batalha para manter o turismo vivo é constante”, comenta.

O segmento do Turismo acumula perda de R$ 261 bilhões, conforme informado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Como consequência, 397,1 mil postos formais de trabalho foram fechados. Recentemente, Mariana Aldrigui, professora da Universidade de São Paulo (USP), informou que São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília foram as capitais que mais perderam empregos no setor.

Jornalistas de Natal participam de press trip na Pipa neste fim de semana

24 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

hotel-sun-bay

A Pipa, receberá de sexta-feira (26) a domingo (28) um grupo de jornalistas para conhecer e divulgar o potencial do destino. Com direito a acompanhante, estarão presentes Caio Oliveira, Ramon Rodrigues, Roberta Pimenta, Simone Silva e Elias Medeiros.

A organização do evento é da jornalista Cristina Lira, que aproveitará para promover na sexta, às 19h, no Hotel Sun Bay (foto), que hospedará o grupo, o 3º Encontro dos Profissionais do Turismo da Pipa. Os palestrantes serão a presidente da Abrasel Pipa, Adrianne Ciantelli, e o secretário de Turismo de Tibau do Sul e Pipa, Lavoisier Macena.

Na agenda dos jornalistas convidados estão passeios de barco e diversos momentos gastronômicos. A press trip conta com apoio da Empresa Potiguar de Promoção Turística do RN (Emprotur), Potiguar Turismo, Preserve Pipa, hotel Sun Bay, Pipa Park Passeios Naúticos e restaurantes Aventureiro, Camarão na Fazenda e Ponta do Barra Vento. .

TripAdvisor informa: Baía dos Golfinhos, na Pipa, é a décima praia mais bonita do mundo

23 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

A assessoria de imprensa do Ministério do Turismo informa que visitantes de diversos países escolheram duas praias brasileiras entre as preferidas ao redor do mundo. A Baía do Sancho, localizada em Fernando de Noronha (PE), e a Baía dos Golfinhos, na Praia da Pipa, em Tibau do Sul (RN), aparecem, respectivamente, na terceira e décima posição do prêmio Travellers´ Choice, o melhor dos melhores, do site de viagem TripAdvisor. Os destinos brasileiros foram selecionados com base no feedback dos usuários da plataforma.

Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio-RN questiona fechamento de bares e restaurantes; veja nota oficial

23 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

“Antes de mais nada é importante ressaltar que o setor turístico e a Fecomércio RN sempre foram a favor da vida. O recrudescimento dos casos de Covid-19 é um tema grave e precisa seguir sendo encarado com toda a responsabilidade. Nossa postura de atuar na formatação do Plano de Retomada da Economia, do Plano de Retomada do Turismo, dos cursos de capacitação e qualificação para implantação de normas de biossegurança (a imensa maioria deles, gratuita) e no projeto SOS Protocolos, realizado pela Fecomércio RN em parceria com o Sebrae e a CDL Natal, são algumas das provas incontestes deste nosso posicionamento.  

 

O que nos causa preocupação é que, ao limitar, de maneira generalizada, o funcionamento do setor de bares e restaurantes, os decretos (estadual e das principais prefeituras do estado) punem, injustamente, um segmento que já vem sendo um dos mais prejudicados com toda a crise e do qual dependem dezenas de milhares de famílias.  

 

Importante destacar que defendemos os estabelecimentos que trabalham cumprindo todos os protocolos de biossegurança. E, podemos garantir, eles são a imensa maioria deste universo, por isso a generalização é tão injusta, a nosso ver. Ressalte-se, ainda, que não há nenhuma contaminação comprovada em bares e restaurantes que cumprem os protocolos de biossegurança. 

 

Diante disso, estamos formatando, no âmbito da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio, um pacote de sugestões que pretendemos apresentar ao Governo do Estado e às prefeituras. Trata-se de uma tentativa de evitar que as empresas quebrem, o que não seria nada bom para ninguém. Nem para as empresas, nem para os seus colaboradores e nem, muito menos, para os entes públicos, que deixam de recolher impostos. 

 

Entre outras coisas, pretendemos sugerir ações nas áreas fiscal, tributária, de concessão de crédito, treinamento e suporte à fiscalização dos estabelecimentos. Nosso apelo, repetimos, está centrado em amenizar o forte impacto negativo que prevemos para o setor com mais esta medida. Em paralelo, aproveitamos para reforçar a extrema importância de que os novos leitos de UTI já anunciados pela prefeitura de Natal e pelo Governo do Estado sejam efetivamente postos em funcionamento o mais breve possível, visto que tal medida irá impactar diretamente no salvamento de vidas, que é o foco maior de todos nós.” 

 

Marcelo Queiroz 

Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN) 

George Costa 

Coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio RN (CET Fecomércio) 

Habib Chalita 

Presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN (SHRBS RN), membro da CET Fecomércio 

Paolo Passarielo 

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RN (Abrasel), membro da CET Fecomércio 

Abdon Gosson 

Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH RN), membro da CET Fecomércio RN 

George Gosson 

Presidente do Natal Convention Bureau, membro da CET Fecomércio 

Rútilo Coelho 

Presidente do Mossoró Convention Bureau, membro da CET Fecomércio 

Francisco Câmara Júnior 

Presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do RN (Sindetur), membro da CET Fecomércio 

Michelle Pereira 

Presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem do RN (Abav RN), membro da CET Fecomércio 

José Maria Pinheiro 

Vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do RN (Abrajet), membro da CET Fecomércio 

Wanderson Borges 

Presidente da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (Ashtep) 

Missão técnica da Fecomércio traz a Natal prefeitos e dirigentes do Turismo do Sul do país

22 de fevereiro de 2021 por antonioroberto
Apresentação de Marcelo Milito, do Senac-RN, enfatiza as vantagens do programa DEL Turismo

Apresentação de Marcelo Milito, do Senac-RN, enfatiza as vantagens do programa DEL Turismo

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, recebeu, na manhã desta segunda-feira (22), no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, uma comitiva de prefeitos e representantes do trade turístico da região Sul do país, que está em missão técnica no estado potiguar para conhecer as ações executadas dentro do Programa DEL Turismo.

No RN, o programa é desenvolvido pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, nos municípios de São Miguel do Gostoso, Tibau do Sul e Parnamirim. Conta com apoio da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e do Instituto Educacional da Economia Bávara da Alemanha (BBW).

Metodologia inspirada no modelo alemão, com adaptações focadas no fortalecimento do turismo local, a iniciativa oferece um intercâmbio de conhecimentos entre os municípios do RN e a Alemanha, além de promover treinamentos focados no desenvolvimento de ações voltadas à sustentabilidade e governança municipal de cada destino turístico.

Entre as diversas ações e resultados já contabilizados pelo DEL Turismo no RN está a projeção internacional que o programa trouxe aos municípios participantes, reconhecendo-os entre os 100 destinos mais sustentáveis no mundo pela fundação holandesa Green Destinations.

“O DEL Turismo executa ações que envolvem governança e sustentabilidade. Um trabalho que conta com a valiosa participação de entes públicos e privados, por meio de Conselhos de Turismo e Câmaras Técnicas. É um esforço conjunto, que tem se tornado um enorme diferencial competitivo”, destacou o presidente da Fecomércio-RN, Marcelo Queiroz.

Participam da comitiva o diretor do DEL-Fascisc, Rogério Maldaner; o coordenador do DEL- Fascisc, Osmar Vicentim; a engenheira técnica da Prefeitura de Itá (SC), Marta Inês Bender; o diretor da ACIPEN SC, João Eduardo Sensei; a presidente da AEMB SC, Bianca Seibt; a técnica de Turismo de Bombinhas SC, Keli Regina; a coordenadora do Projeto Verena no Senai RN, Amora Cavalcanti; e o prefeito de Piçarras SC, Tiago Maciel.

Do RN, integraram a reunião o diretor Regional do Senac, Raniery Pimenta; a diretora Administrativo-Financeira do Senac, Rafaela Sampaio; o diretor de Educação Profissional do Senac RN, Gedson Nunes; o consultor de longo prazo dos programas DEL Turismo e Verena, Andreas Dohle; e o coordenador Regional do DEL Turismo do Senac RN, Marcelo Milito.

Primeira aeronave da Itapemirim sai de Madri e pousará neste sábado em Natal

20 de fevereiro de 2021 por antonioroberto

O Grupo Itapemirim confirma a chegada da sua primeira aeronave, que fará parte da nova companhia, Itapemirim Transportes Aéreos. A decolagem será de Madri e a aterrissagem em Natal está prevista para 11h25 deste sábado (20).

“Estamos radiantes com a oportunidade de riscar céu brasileiro com as cores da Itapemirim e oferecer novas possibilidades de viagem para todos os brasileiros. Também estamos muito felizes porque todo o cronograma vem sendo cumprido para obtermos as certificações junto à Agência Nacional de Aviação Civil”, comemora Sidnei Piva, presidente do Grupo Itapemirim.

A aeronave deve ficar em Natal para trâmites relacionados à importação e, depois, seguirá para São José dos Campos (SP), para pintura e customizações. A proposta da Itapemirim Transportes Aéreos é oferecer aeronaves com maior espaço entre as poltronas e serviço de bordo diferenciado.