Mais 4,2 mil alunos capacitados para o Turismo. Só falta mercado para trabalhar

6 de maio de 2019 por antonioroberto

Comentários 0

Presenciais ou à distância, cursos são fundamentais para o desenvolvimento do turismo

Presenciais ou à distância, cursos são fundamentais para o desenvolvimento do turismo

Mais de 4.200 alunos de todo o Brasil concluíram os cursos online gratuitos de atendimento ao turista e de formação de gestores ofertados pelos canais Brasil Braços Abertos (BBA) e Gestor de Turismo (CGT), do Ministério do Turismo. O prazo para a conclusão dos dois programas de estudos a distância foi encerrado na última terça-feira (30/04). São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, importantes destinos turísticos para lazer e negócios, foram os estados que registraram o maior número de participantes.

O curso de Atendimento ao Turista, do canal Brasil Braços Abertos (BBA), teve como público-alvo maiores de 15 anos. Os módulos totalizavam 80 horas-aula de estudo. O aluno podia acessar o curso por meio de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphone, tablet, Smart TV ou computador. Ao concluir o curso, o próprio aluno emitia o certificado chancelado pelo MTur e IFRJ, que é válido como curso de extensão.

Já o curso Gestor de Turismo teve como público-alvo maiores de 18 anos, preferencialmente gestores públicos e de empreendimentos privados de qualquer atividade relacionada ao setor. O curso de 50 horas foi dividido em 35 unidades e, da mesma forma que o BBA, o aluno podia acessar o conteúdo por meio de qualquer dispositivo conectado à internet. O certificado vale como curso profissionalizante.

O turismo é uma atividade econômica que movimenta mais de 50 segmentos produtivos impactados direta e indiretamente pelo setor, com forte potencial e capacidade para geração de empregos e renda. A meta do MTur até 2020 é bastante ousada e quase utópica: gerar dois milhões de novos postos de trabalho em Turismo, inserir 40 milhões de brasileiros no mercado consumidor de viagens, promover um salto dos atuais 6,6 milhões para 12 milhões de turistas internacionais no país e ampliar a arrecadação com o turismo internacional dos atuais US$ 5,9 bi para US$ 19 bilhões.

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.