UFRN promove live sobre os impactos do uso das tecnologias de informação durante e pós-pandemia

16 de junho de 2020 por antonioroberto

O Departamento de Turismo (Detur), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da UFRN, realiza nesta quinta-feira (18) a terceira edição da sua LiveTur. Desta vez, a mesa-redonda virtual abordará “Impactos do uso das tecnologias de informação na atividade turística durante e pós pandemia”. A live será às 16h.

O debate contará com a participação dos professores Dr. Dimitrios Buhalis, editor-chefe da Revista Tourism Review – Universidade de Bournemouth (Inglaterra), e Dr. Alexandre Augusto Biz, do Departamento de Engenharia do Conhecimento, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O bate-papo será mediado pelo Dr. Luiz Mendes Filho, do Detur/UFRN.

O projeto de Extensão LiveTur tem o objetivo de realizar debates virtuais sobre a área de Turismo durante o período de isolamento social provocado pela pandemia. As edições anteriores já abordaram temas como “Consultorias Sustentáveis e Criativas para Destinos Turísticos em Cenário Pós-Pandemia” e “Novos Caminhos para os Profissionais do Mercado de Agências e da Hotelaria”.

Pesquisa mostra que biossegurança é principal reivindicação para o Plano de Retomada do Turismo do RN

15 de junho de 2020 por antonioroberto

A Secretaria de Turismo do RN e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) realizaram a segunda etapa da pesquisa estadual com objetivo de compreender de forma aprofundada a realidade vivenciada pelo setor turístico durante este momento de pandemia mundial.

Intitulada “O Turismo do RN no contexto da pandemia”, a análise traz os impactos econômicos da categoria e as perspectivas para a retomada. Participaram desta edição da pesquisa 450 profissionais dos cinco polos turísticos do Estado.

O universo abrange colaboradores com atuação em meios de hospedagem, líderes de entidades, bugueiros, guias de turismo, agentes de viagens, operadores, setor de alimentos e bebidas, agências de receptivo e locadoras de veículo. O período de coleta de dados foi de 14 a 27 de maio.

Segundo os resultados, 69% informaram que a prioridade para o Plano de Retomada está nas medidas e protocolos sanitários, assim como na criação de um manual para melhores práticas sanitárias.

Vale lembrar que os cursos gratuitos de capacitação dos trabalhadores estão sendo desenvolvidos pelo Senac/RN, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do RN e a iniciativa privada.

˜Esse é um trabalho que será contínuo. Precisamos acompanhar, por meio de inteligência comercial, o cenário local, nacional e internacional. E com isso traçar estratégias de atuação para contribuir com a retomada efetiva do setor. Acreditamos que compartilhar as pesquisas com o trade do RN irá colaborar com o processo de retomada”, ressalta Bruno Reis, presidente da Emprotur.

Hotelaria do RN consegue junto à Potigás parcelar faturas de gás sem custo extra

15 de junho de 2020 por antonioroberto
Hotelaria de Natal: bela e vazia

Hotelaria de Natal: bela e vazia

Como consequência da situação crítica pela qual vivem os hotéis e restaurantes, em face da pandemia, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) pleiteou ao Governo do Estado, através da Companhia Potiguar de Gás – Potigás, medidas para minimizar as perdas do setor quanto ao fornecimento de gás.

Como resposta, em ofício dirigido à ABIH-RN, a Potigás adotou o parcelamento das faturas de gás natural canalizado para os clientes do setor de Turismo, sem qualquer acréscimo.

A medida se enquadra nos mesmos moldes do que vem sendo realizado junto ao segmento industrial. Agora os usuários podem realizar o parcelamento das faturas que venceram nos meses de março, abril e maio de 2020 com dispensa de juros e multa de atraso em até seis parcelas, sem qualquer acréscimo.

O presidente da ABIH-RN, José Odécio, destacou a importância da medida, mas entende que em face da prorrogação do decreto estadual de isolamento social “será necessário que o referido parcelamento se estenda, pelo menos, aos meses de julho a agosto, haja vista que a hotelaria deve retornar às suas atividades somente em setembro”.

Para solicitar o parcelamento das faturas, os interessados devem enviar mensagem para o setor financeiro da Potigás (financeiro@potigas.com.br) com o respectivo pleito.

Portugal se consolida como “objeto de desejo” de moradia. Saiba como enfrentar a burocracia

15 de junho de 2020 por antonioroberto
Segura em todos os sentidos, Lisboa atrai cada vez mais novos residentes

Segura em todos os sentidos, Lisboa atrai cada vez mais novos residentes

Portugal tem sido um exemplo no combate à pandemia em comparação ao restante do mundo. Com a pandemia do novo coronavírus praticamente sob controle e vivendo um plano de desconfinamento enquanto países como Estados Unidos e Brasil se tornaram o epicentro da pandemia, aumenta o interesse de brasileiros em irem viver neste país europeu, que oferece também qualidade de vida e segurança, o que o situa entre os quatro países menos violentos do mundo.

Considerado o novo paraíso de artistas e empresários brasileiros bem-sucedidos, cada vez mais são os que se apaixonam pelo país e decidem viver em Portugal. Celebridades como Luana Piovani, Mallu Magalhães, Joana Balaguer, Paola Oliveira, Adriana Calcanhotto e Giovanna Antonelli já vivem em Portugal. No entanto, o país de Camões também atrai anônimos que sonham com a possibilidade de ter melhores condições de vida e emprego no exterior. Quase 200 mil brasileiros vivem legalmente em Portugal, segundo dados do SEF.

O Dr. Anselmo Ferreira Melo Costa, advogado e CEO da FMC consultoria, especialista em direito imigratório, conta porque muitos brasileiros têm buscado Portugal para viver. “Tanto os menos financeiramente como os que estão em busca de reconstruir suas vidas têm visto em Portugal um porto seguro. Não é preciso aprender um novo idioma para imigrar e viver aqui e tem uma política imigratória favorável a brasileiros, em especial profissionais qualificados e empresários que buscam se inserir no mercado europeu”, ressalta.

Anselmo Costa, que é 
consultor e advogado e presta consultoria jurídica a brasileiros recém-chegados que buscam viver e trabalhar legalmente em Portugal, revela que o país não está aberto a receber apenas luso-descendentes ou aqueles que já possuem cidadania portuguesa: “é possível viver em Portugal mesmo sem ter ascendência portuguesa. O título de residência emitido pelo SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) não é algo exclusivo para europeus e seus descendentes. Atendidos os critérios, brasileiros podem ter documentos portugueses e até mesmo o Cartão Cidadão, que equivale ao RG aqui”.

Saiba quais são os principais documentos que precisam ser obtidos para viver em Portugal?

NIF (Número de Identificação Fiscal) – Também chamado de Número de Contribuinte, ele é equivalente ao CPF no Brasil. O NIF é necessário para tudo em Portugal: seja para alugar um imóvel, abrir conta em banco, fazer compras ou declarar impostos. Ele é basicamente um código que o governo do país atribui a cada de um dos seus cidadãos. Deste modo, as Finanças em Portugal e a Receita Federal no Brasil podem identificar uma entidade fiscal nas declarações de Imposto de Renda, outros impostos e transações financeiras.

Segurança Social (NISS) – Semelhante ao sistema previdenciário brasileiro, o NISS (Número de Identificação da Segurança Social) é atribuído quando se tem um contrato de trabalho ou quando se abre atividade empresarial em Portugal, seja ela unipessoal ou coletiva.

Conta Bancária – Não é possível iniciar atividade (equivalente ao MEI em Portugal) ou realizar algumas operações nas Finanças (Receita Federal Portuguesa) sem ter uma conta bancária em Portugal. O processo de abertura de conta é bastante burocrático e pode ser uma verdadeira dor de cabeça sem uma consultoria ou alguém que o ajude. É pedido o NIF, um comprovante de residência, comprovante de renda e cópias dos documentos pessoais na maioria dos bancos.

Washington Souza assume diretoria executiva de operações dos hotéis Riale (RJ)

9 de junho de 2020 por antonioroberto

wash

A rede de hotéis Riale, do Rio de Janeiro, tem novo diretor executivo de Operações: Washington Souza (foto), carioca que começou a carreira no Rio Othon nos anos 80 e, desde a década de 90, vem gerenciando vários meios de hospedagem no Nordeste, como em Natal e Mossoró (RN), João Pessoa e Campina Grande (PB), além de Maceió.

Uma das estratégias de Souza neste desafio em plena pandemia é cumprir rigorosamente os protocolos de biossegurança nos três hotéis da rede: Briza Barra, na Barra da Tijuca, com 138 apartamentos; Imperial, em prédio centenário no bairro do Flamengo, com 92 unidades habitacionais; e Vilamar, em Copacabana, com 70 apartamentos. Ao todo, os hotéis Riale somam 300 unidades habitacionais.

O novo diretor, que assumiu na semana passada, está empenhado na captação de hóspedes de fim de semana para o hotel da Barra da Tijuca. “Nós temos um grande potencial emissivo aqui próximo, nos populosos bairros de Santa Cruz e Campo Grande, por exemplo, cujas famílias podem desopilar um pouco num fim de semana à beira-mar. É o novo normal”, observa Washington Souza.

Rígidas medidas de sanitização e desinfecção garantem a tranquilidade do hóspede, segundo o diretor. O Briza Barra, por exemplo, diz Souza, dispõe de restaurante exclusivo para os hóspedes, mas atualmente só serve refeições no apartamento. O amplo spa é outro diferencial, segundo ele, assim como a área de eventos, cujo salão principal acomoda até 900 pessoas mas, obviamente, não está em funcionamento atualmente.

Os três hotéis Riale, que pertencem ao empresário Florentino Maneiro, trabalham tanto com o segmento corporativo como com o lazer. O nome foi dado para associar à marca do primeiro empreendimento, o Imperial, no bairro do Flamengo.

Sebrae cria conjunto de protocolos para orientar micro e pequenas empresas do Turismo

9 de junho de 2020 por antonioroberto

O Sebrae vai orientar as micro e pequenas empresas na retomada das atividades no país com a disponibilização de um conjunto de protocolos com orientações práticas e relevantes, alinhadas com as recomendações das autoridades de saúde.

A ideia é fornecer aos empresários suporte com conteúdos em diversos formatos, como cartilhas, vídeos, áudios, entre outros materiais, para ajudar na adaptação dos negócios assim que forem liberados gradualmente para o funcionamento.

Ao todo, foram elaborados 35 documentos para 47 segmentos setoriais, que correspondem a 75% dos pequenos negócios do Brasil e são responsáveis por 46% dos empregos gerados no País. Os protocolos poderão ser acessados diretamente pelos donos de pequenos negócios em uma página específica no Portal Sebrae de acordo com o segmento de atividade.

Durante apresentação da iniciativa, em coletiva de imprensa online, nesta terça-feira (9), o presidente do Sebrae, Carlos Melles, destacou a parceria da ação com o Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec).

Para o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, além de um conteúdo construído com base em orientações técnicas, os protocolos de retomada também contribuem para que toda a sociedade possa reconhecer os pequenos negócios que estão comprometidos com a segurança e saúde da população.

“A palavra-chave é cuidado. Mais do que orientação, nós estamos buscando instrumentalizar as empresas de como implementar as medidas recomendadas e também possibilitar que os clientes conheçam os protocolos para verificar e reconhecer a pequena empresa que tem o cuidado para a reabertura”, destacou.

O diretor explicou que as micro e pequenas empresas, com orientação do Sebrae, vão disponibilizar um QR Code para os clientes, que possibilitará a checagem das medidas implementadas nos estabelecimentos.

Foco Operadora anuncia Feirão Online de Pacotes Turísticos para o Nordeste

8 de junho de 2020 por antonioroberto

Com sede em Natal e filiais em Fortaleza, João Pessoa e Aracaju, a Foco Operadora promove no próximo dia 18, a partir das 19h, o 1° Feirão Online de Pacotes Turísticos para o Nordeste, em seu canal no Youtube. A iniciativa, considerada inédita na região, pretende reunir 80 agências de viagens e 40 fornecedores, que vão oferecer pacotes com tarifas especiais. O feirão prosseguirá até o próximo dia 22.

O evento, como informa o diretor comercial da Foco Operadora, Antonio Neto (foto), terá 10 empresas âncoras com espaço para apresentar seus produtos e tarifas. Entre elas o Beach Park, o Jatiúca Resort, o Best Western Premier Majestic Natal, o Pratagy Resort (AL) e o Praia Bonita Resort (Nísia Floresta – RN).

antonio neto

Durante o feirão, lembra ainda Neto, os clientes poderão adquirir vouchers com um ano de validade para utilização. O diretor da Foco ressalta que o fórum online com abrangência regional tentará manter algumas características dos eventos presenciais. “Na abertura haverá até mesmo shows ao vivo”, comenta

Antonio Neto aposta que a iniciativa tem tudo para movimentar o turismo regional no segundo semestre. “O nordestino, como o brasileiro em geral, está doido para viajar. E deverá optar, no momento da retomada, por destinos regionais. A tendência aliás é mundial. E há muitas praias e serras ainda pouco exploradas no Nordeste. Traremos muitas novidades de destinos no nosso feirão online”, comenta o diretor.

Foz do Iguaçu reabre para o turismo na próxima quarta com testes de Covid-19 nos visitantes

8 de junho de 2020 por antonioroberto
Depois de Gramado, Foz do Iguaçu reabre para o turismo

Depois de Gramado, Foz do Iguaçu reabre para o turismo

Atrativos turísticos de Foz do Iguaçu reabrem nesta quarta-feira (10), aniversário da cidade, cumprindo protocolos de segurança e com instalação de barreiras sanitárias para identificar casos sintomáticos.

Com a pandemia do novo coronavírus sob controle, Foz assume o compromisso de testar todos os casos sintomáticos de visitantes que apresentaram quadro de febre, gripe, resfriado ou algum sintoma respiratório nos últimos 14 dias.

Reabertura inclui, obviamente, os hotéis e resorts de turismo de lazer. Expectativa inicial é atender a comunidade local e o público regional. Eventos de pequeno porte têm previsão de recomeçar no dia 28 de julho. Feiras e exposições de grande porte retornam em 3 de setembro.

Fronteiras do Brasil com Argentina e Paraguai permanecem fechadas por tempo indeterminado, mas uma live solidária na usina de Itaipu arrecadará fundos para os trabalhadores do turismo.

Prevenções sanitárias

Para identificar e testar os casos sintomáticos, serão montadas barreiras sanitárias nos atrativos turísticos e nos hotéis e resorts de maior porte. Para retomar as atividades, será exigido o cumprimento dos protocolos de segurança sanitária instituídos pelo Decreto Municipal nº 28.124, de 8 de maio, que estabeleceu as normas de funcionamento.

Os empreendimentos também devem assinar um termo de responsabilidade no qual se comprometem a respeitar os protocolos de segurança sanitária e colaborar com a Secretaria Municipal da Saúde na busca ativa de colaboradores e clientes com sintomas compatíveis com a Covid-19.

Antes do ingresso nos atrativos, o visitante deverá responder, na barreira sanitária, um questionário sobre sintomas respiratórios ou apresentar autoavaliação realizada por meio de um aplicativo, o CovidPR, disponível nas plataformas Android e IOS, e que estará conectado com a central do Plantão Coronavírus.

O uso de máscaras é obrigatório para colaboradores e visitantes, assim como a higienização das mãos e o distanciamento social, dentre uma série de medidas protetivas. Turistas que testarem positivo serão colocados em isolamento social por 14 dias e deverão arcar com os custos de hospedagem.

Usina de Itaipu também é atrativo turístico de Foz

Usina de Itaipu também é atrativo turístico de Foz

Estrutura hospitalar

Foz do Iguaçu se preparou durante quase três meses para o enfrentamento da pandemia. Uma estrutura hospitalar com 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 70 leitos de enfermaria foi montada para atender os doentes.

Cidade oferece também um serviço de WhatsApp 24 horas para o Plantão Coronavírus. Habilitou dois laboratórios para fazer testagem de exames. E é hoje a cidade com o maior número de testes por habitantes do Paraná.

Foz contabilizava 163 casos confirmados até sexta-feira passada, a maioria importados, e três mortes. Índice de ocupação dos leitos de UTI gira em torno de 10 a 15%.

Agentes de viagem do RN recebem capacitação para vender destinos potiguares

5 de junho de 2020 por antonioroberto

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Turismo (Setur/RN) e da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), realizou na noite de ontem (quinta-feira, 4) uma capacitação exclusiva de agentes de viagens do estado. O objetivo da ação foi incentivar os profissionais para a venda de destinos internos no RN para o público potiguar.

Seguindo as tendências apontadas por pesquisas internas, a retomada se dará nos destinos regionais. Desta forma a ação, em parceria com a Abav/RN, foi pensada para ativar os agentes de viagens para oportunidades de experiências turísticas dentro do estado.

“Quando tudo isso acabar, as pessoas vão querer viajar. Mas elas optarão por viajar para locais que tenham segurança. Pesquisas desenvolvidas pela Setur e Emprotur mostraram que os destinos mais próximos serão a primeira opção. Preparamos uma capacitação pontuando os atrativos turísticos do RN e contemplando especialmente lugares e experiências pelo interior que envolvem opções para o turismo de aventura, religioso, ecológico, cultural e de experiência”, explica a secretária de Turismo do RN, Aninha Costa.

“Esperamos oferecer, com essa ação inicial, condições para o desenvolvimento de pacotes turísticos pelo Rio Grande do Norte. O próximo passo é alcançar os turistas dos estados vizinhos, como Paraíba, Ceará e Pernambuco”, observa o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

A iniciativa de ontem, realizada em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Viagens do RN (Abav/RN), teve a participação de secretários de Turismo cujas cidades fazem parte do Mapa Turístico do RN. “Contamos com a colaboração dos municípios para direcionar, junto às agências, esse momento tão importante que será o da retomada”, comenta a presidente da Abav/RN, Michelle Pereira.

Capacitações nacionais

O trabalho de relacionamento também está sendo feito no âmbito nacional e internacional, ainda que de forma mais contida, uma vez que o cenário de retomada ainda está incerto para viagens de longa distância. Nas últimas semanas, foram realizadas lives para apresentação do destino com as operadoras Schultz, HotelDo e Agaxtur Viagens, atingindo mais de 700 agentes de viagem no país. 

Capacitações internacionais

Quanto às capacitações de promoção no mercado internacional, o foco tem sido a manutenção do contato com os principais mercados emissores. Já foram realizadas capacitações com agentes da Colômbia e Argentina, alcançando mais de 250 agentes de viagem. Também foi promovido um encontro com a companhia aérea Latam (América do Sul).

Senac disponibiliza cursos gratuitos de biossegurança para setor de Turismo do RN

3 de junho de 2020 por antonioroberto
Raniery Pimenta, diretor regional do Senac-RN

Raniery Pimenta, diretor regional do Senac-RN

O Plano de Retomada do Turismo do Rio Grande do Norte está quase pronto. Elaborado por sete entidades, prevê uma série de ações integradas para garantir a saúde pública e organizar a retomada gradativa do turismo. Ao todo, o projeto contempla seis fases e prevê 18 meses de atividades. O diferencial fica por conta do Senac-RN, que atua como facilitador através de uma metodologia ágil de elaboração e gestão de projetos. Com isso, o Rio Grande do Norte será pioneiro, no Nordeste, em um programa de treinamento totalmente focado (e gratuito) nas demandas dos protocolos sanitários de retomada.

“Nossa equipe técnica esteve envolvida na construção do Plano Básico de Segurança Sanitária do Turismo e, paralelamente, elaborou o Programa de Treinamento, que é uma das entregas previstas no desenvolvimento do projeto. Este é um grande diferencial para os empresários e profissionais do segmento, que poderão se habilitar para a implementação das normas de biossegurança, exigidas no documento, para o pleno funcionamento das atividades no contexto pós-Covid 19”, ressalta Raniery Pimenta, diretor regional do Senac-RN..

Para auxiliar as empresas na implementação das mudanças, o Senac-RN irá ofertar capacitações online gratuitas para trabalhadores do segmento. Inicialmente serão 500 vagas, disponibilizadas através do Programa Senac de Gratuidade (PSG). As matrículas estarão disponíveis de 8 a 12 de junho e as aulas terão início a partir do dia 15 de junho, no site do Senac-RN.

O projeto de aprendizagem prevê critérios mínimos e detalhados nos itens higiene pessoal, segurança sanitária, distanciamento social e sanitização de ambientes a serem seguidos pelos segmentos relacionados à atividade turística, notadamente os meios de hospedagem, receptivos e áreas de visitação e alimentos e bebidas. Envolve ainda a implementação de um Selo que ateste que as organizações estão aptas a seguirem os protocolos de saúde definidos.

O Plano de Retomada do Turismo do RN é liderado pela Secretaria de Turismo do RN, em parceria com o Sistema Fecomércio-RN, por meio do Senac-RN, além da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), ABIH-RN, Sindetur-RN e Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária do RN (Suvisa-RN).