Álvaro Dias e Lobão Filho: rompidos definitivamente?

Do Blog do Robson Pires (Texto e Charge)

Segundo uma fonte de coturno alto, asse embate envolvendo o ex-deputado Álvaro Dias e o vereador Lobão Filho, ambos do PMDB, teria outras motivações. A revelação bombástica foi feita no cafezinho do Natal Shopping, mostrando que o problema é muito mais grave do que se imaginava.

Em conversa com uma pessoa muito próxima a Álvaro, teria sido confessado que o ex-deputado ficou sabendo que o ex-prefeito Roberto Germano (PMDB), ao ser eleito em outubro, teria assumido um compromisso de apoiar uma possível candidatura de Lobão para a Assembleia Legislativa, em 2014. A fonte informa, ainda, que o acordo envolveria o apoio dos deputados federais Henrique Alves (PMDB) e João Maia (PR), além do ministro Garibaldi Filho (PMDB). Isso abriria a possibilidade para que Lobão fizesse uma dobradinha com Walter Alves – filho de Garibaldi, que provavelmente deve ser candidato a deputado federal.

Um dos pontos da aliança seria não contrariar os interesses de Henrique, que será candidato ao Senado ou governador. O projeto incluiu a substituição de Robinson Faria (PSD) por João Maia na chapa encabeçada pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM) na disputa de reeleição.

Sabendo dessa articulação, Álvaro está procurando sair fortalecido da eleição municipal, principalmente para esbarrar a ascensão política do vereador Lobão. É por isso que ele vislumbra a possibilidade do impedimento da candidatura de Roberto Germano, para assumir a condição de postulante ao cargo de prefeito pelo PMDB. Coisa que tem incomodado muito o vereador, já que seus planos estariam indo por água abaixo com o retorno de Álvaro à vida pública.

Tal situação contraria o diretório municipal do PMDB, sobre quem Lobão diz ter o controle, em sintonia com sua amizade e o bom relacionamento com Henrique e Garibaldi. Ao contrário de Álvaro, que está sem mandato, há quem diga que os primos Alves preferem deixar o comando do PMDB de Caicó de Lobão, o “legítimo bacurau”.