A Comissão de Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara Muncipal de Natal aprovou, à unanimidade, o projeto de lei que obriga a Prefeitura a ofertar o atendimento psiquiátrico de forma pública nas quatro zonas de Natal.

O vereador Preto Aquino (PATRI), autor da matéria, explicou que o projeto visa apenas garantir o atendimento e que não cita detalhes que são inierentes ao Poder Executivo.

Números da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que um em cada 10 pessoas precisa de cuidados de saúde mental em algum momento da vida.