Na audiência pública para discutir a utilização do Aeroporto Augusto Severo, o deputado Carlos Augusto Maia (PT do B) sugeriu que seja formada uma mesa de discussão capitaneada pela Assembleia Legislativa e pelo Governo do Estado para avaliar todas as propostas apresentadas pelas entidades participantes. Os dois projetos para utilização da área onde funcionou o aeroporto foram apresentados pela Fecomércio e Aeronáutica. “A ideia é que seja encontrada uma solução que também vá ao encontro dos anseios da população”, disse o deputado.

O deputado e ex-prefeito de Parnamirim, Agnelo Alves (PDT), fez um apanhado histórico da trajetória do aeroporto e sua relação com a cidade: “Parnamirim surgiu como subúrbio de Natal, mas veio se desenvolvendo sem a participação do serviço público, tendo como suporte a Base Aérea. Aquela área tem uma importância singular na logística. Buscamos soluções que no mínimo substituam a receita que a cidade tinha com o aeroporto”, disse Agnelo.

Aeroporto Aluizio Alves

O superintendente do Aeroporto Internacional Aluizio Alves, ressaltou sua importância para a economia do Estado e anunciou que em breve Natal contará com um vôo direto e regular para a Argentina. O superintendente defendeu que o aeroporto não seja visto como “uma pedra para o RN”, mas uma porta de entrada. “É uma realidade e não retroagirá. Hoje temos três mil empregos implantados no novo complexo aeroportuário, enquanto no Augusto Severo eram apenas 1.500 empregos. Aqueles que pensaram como águia sabem que não se constroi um complexo aeroportuário dessa magnitude do dia para a noite. Precisamos de infraestrutura”, disse.

Foto: Eduardo Maia

z