Sem categoria

Homenagem à Rubens Lemos

Por Rubens Lemos Filho

O meu aniversário de 12 anos foi comemorado numa casa em que morávamos, de aluguel, como de hábito, na Rua Abelardo Calafange, em Morro Branco. Viver de casa em casa tem ao menos um consolo: Você varia, de acordo com a situação financeira. De arquitetura, pendura e aventura.

A casa, que ainda existe, tinha um jardim bem bonito, cuidado pela minha mãe com todo o capricho feminino. O sonho dela sempre foi de que papai comprasse a casa, mas o dinheiro não dava e a desculpa estava sempre na ponta da língua afiada e dribladora: A Inflação galopante deste Governo Figueiredo.

Parte do salário era destinada ao PT, que ajudou a fundar. Orgulhoso de hospedar Lula na casa da Abelardo Calafange , foi o primeiro candidato a governador do partido. Dos mais jovens “companheiros” jamais teve um reconhecimento verdadeiro. Digno. Recebeu o nome de um auditório numa sede que nem mais existe. Foi até melhor. PT no Poder, Papai teria infartado de desgosto com as peripécias de “Palofi”.

Então, fiz 12 anos e dispensei lancheiras por me achar homem feito embora nem adolescente autenticado fosse ainda. Recusei docinhos, porque já achava que era frescura, a homofobia de hoje.

Papai reuniu seus amigos boêmios, como sempre fazia aos fins de semana e comemoramos no domingo, com direito a cantores, eu com presentes que não eram bonecos de plástico ou carrinhos de corrida em miniatura.

Passei a receber calças compridas e camisetas com estampa de surfistas sobre as ondas havaianas, moda igual ao tênis All Star , o primeiro que ganhei.

A estrela da minha festa de aniversário chegou luminosa. Quando Assíria Seixas Lemos entrou, divina, sorriso de desmoronar arcadas gregas, todos passaram a observá-la. As mulheres, por ciúme, os homens, por admiração e desejo.

Assíria foi muito simpática, morava nos Estados Unidos e tinha vindo a Natal rever a família Lemos. Seu pai, Abelardo, irmão do meu.

Foi a primeira e única vez em que vi Assíria, a mulher que, muitos anos depois, faria um Rei chamado Pelé curvar-se à sua beleza mignon e de um dos rostos mais perfeitos que pude ver em 40 anos de idade. Antes da meia-noite, papai cantou Menino Passarinho, uma letra triste, falando de alguém que tinha vontade de voar. Terminei calado o aniversário.

O Vasco vencia o América(RJ) por 2×1, o ABC superava o Riachuelo por 3×0 no Castelão(O América seria tetra em 1982), o apurado de presentes havia sido bem razoável, mas chorei escondido. Travesseiro de cúmplice, o som daquela música de Luiz Vieira me perseguindo.

Hoje é quatro de junho, é sábado, mas não dá para soltar filipetas nem pensar num Cadillac. Há 12 anos, o tempo que eu completara na noite da estonteante prima Assíria, Rubens Lemos, pai, finalmente chegava ao lugar onde jamais teria cobradores atrás do dinheiro do aluguel atrasado: O túmulo da Quadra Santo Onofre, no Cemitério do Alecrim.

Ele morreu a 4 de junho, encerrando uma vida que oscila por definição no título de duas crônicas, escritas por amigos. Vicente Serejo, ao homenageá-lo, foi certeiro ao dizer que Rubens Lemos era a versão viva da Corda Bamba. Nascido para desaparecer. Agnelo Alves, padrinho de um dos meus irmãos, chamou-o de Militante do Sonho.

Papai não tinha planejamento, organograma, poupanças ou patrimônios materiais. Quimeras foram o seu oxigênio. Missões quixotescas lhe moviam para redemoinhos. Gastava uma feira inteira num almoço de domingo, voz rouca cantando sambas de Ataulfo Alves e Lupicínio Rodrigues.

Ele sempre foi e voltou. Saiu e entrou. No seu livro de memórias, É Tudo Verdade, o jornalista Ricardo Carvalho, um dos melhores de Pernambuco, conta que trabalhou com Rubens Lemos nos Associados em Recife, anos 1960.

Revela que papai foi demitido quando o diretor Antonio Camelo o descobriu esquerdista e imaginou que ele explodisse com bombas as oficinas do jornal. Fico rindo, hoje, no dedilhar do texto, ao pensar em papai manejando dinamites com mãos que produziam poemas, contos, reportagens.

Ricardo Carvalho afirma que ficou amigo de Rubens Lemos pela convergência de pensamentos e, exercitando o transcendental, carimba Agnelo e Serejo; “Rubens Lemos desapareceu como que por encanto.”

A Ricardo Carvalho direi um dia que papai, após exílio no Chile, caiu nas mãos do cruel coronel Cúrcio Neto, comandante do Dói-Codi em Recife. Rubens Lemos foi torturado durante 44 dias ininterruptos.

Sérgio Paranhos Fleury, o delegado de olhos brilhantes e ódio espumante, bateu muito em Rubens Lemos, codinome Teles. Papai teve todas as unhas arrancadas. Cúrcio Neto o espancava e lia a Bíblia para ele.

Papai se vingava de Cúrcio Neto cantando o trecho final de Bloco da Solidão, de Evaldo Gouveia e Jair Amorim. Gritava, formando um coral de dor no cárcere “Por isso, quando eu passar batam palmas pra mim!”.

Rubens Lemos, para ódio dos algozes, jamais delatou alguém. Sempre teve ojeriza a dedo-duro. Herdar sentimento assim, para mim é melhor do que ter recebido dele um condomínio.

Quando o internei, entregando-o aos cuidados dos médicos Luiz Alberto Marinho e Antônio Araújo, deles ouvi que não havia esperanças. Pediu-me um rádio de pilhas, “para ouvir os jogos do ABC”. Mesmo doente, ensinou redação a auxiliares de enfermagem que prestariam vestibular.

Pouco antes de ser hospitalizado e morrer, em conseqüência de problemas resultantes de cirrose hepática, Rubens Lemos voltou ao Castelão(Machadão). Morava na casa de minha Tia Ruth Lemos, na Zona Norte de Natal. Saiu escondido e entrou num ônibus fretado por torcedores do ABC.

Barba nazarena, visitou as cabines de rádio, onde discursou durante anos no estilo que o celebrizou como o Comentarista de Classe, pela vastidão cultural e conhecimento teórico que o colocaram sempre em primeiro lugar de audiência.

A foto que ilustra a coluna foi um primor técnico da revelação de um homem em despedida de tudo, cansado da luta, resignado e sem razões para viver, sem sonhos para movê-lo. Foto do repórter Teotônio Roque, além da imagem, uma perspectiva sobre a ternura derrotada.

Observem o olhar de Rubens Lemos para o Castelão(Machadão), que ele viu superlotado nos bons tempos. Parece uma troca telepática de confidências. Ele dizendo ao estádio que o seu tempo também acabaria, como no verso “De vez em quando é bom partir, porque afinal não se chega sempre”.

Rubens Lemos se foi no 4 de junho de 1999, quando o Machadão, inaugurado em 4 de junho de 1972, completava 27 anos.

Hoje é o Machadão quem agoniza para morrer, como aconteceu com aquele homem, cirandeiro da alegria, caminhante por destino. A qualquer hora, ouvirei para chorar, de novo, Rubens Lemos cantando Menino Passarinho.

Um dia, quem sabe, ele bate a porta, entra e pede um copo de Cachaça Caranguejo sem dizer de onde veio. Se for terça-feira, ótimo. Dia 7 ele faria 70 anos de vida

Sem categoria

38º Baile dos Coroas de Caicó

Será no dia 29 de julho, o tradicional Baile dos Coroas, que acontece anualmente durante a Festa de Sant’Ana de Caicó.

O evento chega a 38ª edição, conhecido por reunir toda a classe empresarial, social e política do Rio Grande do Norte.

As orquestras Super Ohara (Pernambuco) e Lúmina (Natal) vão animar os que lotam o dance do Atlético Clube Corintians.

Para adquirir as mesas da noite de gala seridoense, é só entrar em contato com Graça Brito, através dos telefones: (84) 9962-6834/ 8719-9227.

Sem categoria

Walter Alves: Presidência da Assembleia ou Prefeitura de Natal

O PMDB já decidiu o futuro do deputado estadual Walter Alves…

Caso o projeto de tornar o filho do ministro Garibaldi Filho, em presidente da Assembleia, desça pelo ralo, ele poderá disputar a Prefeitura de Natal, em 2012.

A informação foi repassada ao blog por uma fonte da cúpula PMDBista.

OBS:

Mas…Henrique e Garibaldi preferem Waltinho presidente da Assembleia. Vão insistir na idéia até o possível, romper com quem for preciso, para depois partir rumo a 2ª hipótese.

 

Sem categoria

UPA não pode se instalar no Hospital do Seridó

Alguns apontam como solução para manter aberta as portas do Hospital do Seridó, em Caicó, a instalação de uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, na referida unidade hospitalar.

Seria uma forma do Governo do Estado repassar um recurso segurado mensalmente.

Mas, segundo um funcionário da Secretaria Estadual de Saúde, o Ministério Público não permite que nenhum Governo instale uma UPA em Hospital  mantido por fundação. (O Hospital do Seridó é mantido pela Fundação Hospitalar Dr. Carlindo Dantas).

Nesse caso, a UPA pode ser instalada no Hospital Regional do Seridó (antigo SESP), já que foi estadualizado recentemente.

A solução para o Hospital do Seridó, seria parcerias, através de convênios entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Caicó, como existiu nos Governos Wilma-Iberê.

Só digo uma coisa: se o Hospital do Seridó fechar suas portas, a Saúde do Seridó vivencia o maior caos de sua histótia. O mesmo é a referência em obstetrícia e pediatria da região.

Sem categoria

Expectativa do IDIARN é vacinar mais de 90% do gado em 2011

O prazo final para a apresentação da guia de vacinação para a febre aftosa ainda não acabou, mas o Governo do Estado já pode comemorar. 

Das 950 mil vacinas colocadas a disposição dos criadores, 91,3% foi comercializada, podendo superar em mais de dez por cento o índice de vacinação registrada no ano passado, que chegou a 80%, isso devido ao período prolongado de estiagem, fazendo com que o criador tenha receio de vacinar o gado.

Em 2011, o inverno contribuiu com as pastagens e na engorda dos animais, uma forma de incentivo à vacinação, que atinge todas as regiões do RN.

 O período de campanha durou exatamente trinta e um dias, iniciando em 1° de maio, seguindo até o dia 30, porém, quem vacinou o seu rebanho tem até o dia 15 de junho para fazer a Declaração de Vacinação nas Secretarias de Agricultura dos Municípios, EMATER e nos escritórios do IDIARN, recebendo a GTA, Guia de Trânsito Animal, que autoriza o deslocamento em todo o Rio Grande do Norte.

O pecuarista que for pego sem a GTA recebe uma multa e se for secundário, isto é, não tiver vacinado o rebanho em 2010, já é multado automaticamente. Se o agricultor tiver dificuldade em fazer a Declaração de Vacinação, devido à greve da EMATER, deve procurar a jurisdição do IDIARN mais próxima.

 Passando esse período, o criador ainda pode vacinar o gado, mas para isso precisa de uma autorização do Instituto, quando receberá um auto de infração e terá que apresentar uma justificativa pela falta de vacinação.

 

Sem categoria

Degradação do Rio Apodi-Mossoró é tema de debate

O processo de degradação do Rio Apodi-Mossoró, que passa por 52 municípios do Rio Grande do Norte, foi analisado nesta segunda-feira, 6, em uma audiência pública realizada no auditório do Sesi, em Mossoró. A educação ambiental foi definida pela maioria dos participantes do debate como uma das principais soluções para o problema dos altos índices de poluição do rio.

O deputado Fernando Mineiro (PT), propositor do encontro, disse que vai encaminhar um documento relatando todas as questões abordadas na audiência ao Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado (SEMARH), Robinson Faria.

 O objetivo da audiência foi propor soluções para melhorar a situação do rio e diminuir os efeitos da poluição e degradação de equipamentos que compõem o ecossistema local.

Também participaram do encontro os deputados Leonardo Nogueira (DEM) e Larissa Rosado (PSB), além de vereadores, agricultores, representantes da Igreja Católica, do sindicato dos salineiros, sindicato rural de Apodi, pesquisadores, dentre outros. O encontro fez parte da programação festiva pelo Dia do Meio Ambiente, comemorado no último domingo.

Sem categoria

Governo abre propostas para construção dos túneis da Prudente de Morais

O diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagens – DER, Demétrio Paulo Torres, confirmou para esta terça-feira (7), às 9h, a abertura das propostas ao edital para construção dos dois túneis no bairro Planalto que irão permitir a conclusão do trecho do prolongamento da Avenida Prudente de Morais do conjunto Cidade Satélite à BR – 101 em Parnamirim. Os túneis não estavam contemplados no projeto original e sem eles a avenida iria dividir o bairro, dificultando a mobilidade. A abertura das propostas será na sede do DER.

De acordo com Demetrio Torres, duas empresas apresentaram propostas para a construção dos túneis que serão localizados na Avenida Tamanduateí e na Avenida dos Caiapós, com duas faixas cada um. O diretor-geral do DER explica que após habilitada a empresa vencedora, até o final deste mês as obras serão iniciadas. A previsão é que até o início do ano de 2012 os túneis sejam concluídos, assim como todo o prolongamento da Prudente de Morais.

A ligação da avenida com a BR – 101 é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – Denit.  A ampliação da Prudente de Morais e sua conexão à BR – 101 dará a Natal nova opção de acesso, o que contribuirá para desafogar o trânsito na BR – 101. O valor previsto das obras é de R$ 11 milhões.

Sem categoria

Portal da Transparência na Assembleia Legislativa do RN

A Maxmeio está nos detalhes finais para colocar no ar um novo Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Tudo será detalhado, desde os funcionários de cada gabinete, ao gasto da verba parlamentar de cada deputado.

O Portal da Transparência da AL será idêntico ao da Câmara e do Senado

Sem categoria

Deu no Estadão: Procurador manda arquivar denúncias contra Palocci

Mariângela Gallucci/Estadão

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, arquivou no início da noite desta segunda-feira, 6, as representações de partidos de oposição que pediam a abertura de investigações contra o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. A oposição queria que Palocci fosse investigado por suspeitas de irregularidades na empresa Projeto, de propriedade do ministro. Nos últimos anos, Palocci multiplicou o patrimônio por 20 vezes. Ele atuava na assessoria a empresas.

O procurador decidiu arquivar as representações da oposição porque concluiu que não havia indícios de crime. “Não é possível concluir pela presença de indício idôneo de que a renda havida pelo representado (Palocci) como parlamentar ou por intermédio da Projeto adveio da prática de delitos, nem que tenha usado do mandato de deputado federal para beneficiar eventuais clientes de sua empresa perante a administração pública.”

O procurador afirma que a legislação penal não tipifica como crime a incompatibilidade entre patrimônio e renda declarada. Segundo ele, medidas radicais como quebra de sigilo somente devem ser tomadas diante da existência de indícios concretos da prática de crime, o que, segundo ele, não acontece nesse caso.

Sem categoria

Fátima participa de ato de professores em Mossoró

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) participou neste final de semana do ato em praça pública realizado pelo Regional do Sinte/RN em Mossoró.

A parlamentar prestou todo o apoio aos professores da rede estadual em greve e aos estudantes, servidores e professores da UERN que também deflagraram paralisação.

O Governo do Estado fez proposta de pagar o Piso Salarial da categoria, com aumento progressivo de setembro até dezembro, mas a categoria rejeitou o acordo e continua em greve.

Sem categoria

Enildo Alves descarta PSDB

Semana passada, o vereador de Natal, Enildo Alves (PSB), cogitou a possibilidade de se filiar ao PSDB, comandado no Estado pelo deputado federal Rogério Marimho.

Bem que o saudoso senador Dinarte Mariz já dizia: política é como uma nuvem. Muda de um minuto para outro.

Em uma semana, Enildo mudou de opinião a respeito do futuro partidário.

Em entrevista a Robson Carvalho, na Band Natal, o vereador já descartou o PSDB.

E agora?

Qual será o futuro partido de Enildo?

Sem categoria

Parnamirim: Sérgio Andrade quer PP nas mãos de Geraldo Melo

O vereador de Parnamirim, Sérgio Andrade (PP), está trabalhando com unhas e dentes para que o diretório estadual do partido seja entregue ao ex-governador Geraldo Melo.

Motivo: se o PP ficar sob o comando do prefeito de Assú, Ivan Júnior, Sérgio Andrade perderá o controle do partido em Parnamirim.

O engenheiro Vovô Parnamirim é o preferido de Ivan, para assumir os rumos do partido, bem como conquistar uma cadeira na Câmara de Vereadores.

Sem categoria

R$ 400 milhões em notas fiscais não registradas para o RN

Cerca de 49 mil notas fiscais, destinadas a contribuintes do Rio Grande do Norte, não foram registradas nos sistemas da Secretaria da Tributação (SET). Os dados são resultado da mais nova malha fiscal realizada pela SET, feita nos meses de março e abril de 2011.

 O valor das notas fiscais não registradas chega a R$ 393,50 milhões e envolve 6.972 contribuintes.  Essa já é a terceira operação do gênero, durante este ano.

 A Secretaria da Tributação deverá aplicar malhas fiscais todos os meses, para conferir os registros das operações interestaduais. Para que seja realizada essas operações, é necessário utilizar o banco de dados da SET , além do Sistema de Circulação de Documentos Fiscais Eletrônicos (SDC-e).

Sem categoria

A Gentileza de Simone Silva

A festa da colunista Simone Silva realmente foi uma GENTILEZA.

Sisi esbanjava simpatia como nunca….

Agradecendo a presença de todos os convidados.

O Olimpo de Candelária estava lotado de gente que dançou muito com “Samba de Rainha” e “DJ Luís Couto”.

As massas do Olimpo…uma delícia.

Da sessão doce, o destaque para os alfajós de Fabiana Melo.

Da política, presença de destaque do presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Edivan Martins, mais os vereadores Júlio Protásio e Raniere Barbosa.

O secretários Walter Fonseca (Educação) e Cláudio Porpino (Serviços Urbanos) estavam representando a Prefeitura Municipal de Natal.

Do meio jurídico: Desembargadores Expedito Ferreira de Souza e Cláudio Santos, acompanhados pelas respectivas esposas, e a dupla de juízes inseparáveis: Soledade Fernandes e Jarbas Bezerra.

Fotos: Canindé Soares

Viva quem é sinônimo de GENTILEZA

Desembargador Cláudio Santos e esposa

Soledade  Fernandes e Jarbas Bezerra

Diego Neglellos e Roberta Bezerra

CAICOENSES: Bebeto Torres, Soledade Fernandes e Heitor Gregório

Sem categoria

Carlos Eduardo Alves: o aniversariante do dia

O ilustre aniversariante deste domingo (5) é o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Nunes Alves.

Filho do deputado estadual Agnelo Alves e Celina Alves, o membro da família Alves almeja novamente chegar ao Palácio Felipe Camarão, em 1º de janeiro de 2013.

Em 2000 foi eleito vice-prefeito de Natal, tendo assumido a prefeitura em 2002, quando da renúncia da então prefeita, Wilma Maria de Faria, para candidatar-se ao governo do estado.

Reelegeu-se prefeito em 2004.

Em 2010, foi candidato ao governo do estado do Rio Grande do Norte pelo PDT, ficando na terceira posição com 160.828 votos (10,37%).

Foto: Canindé Soares

Sem categoria

Dinheiro do além na eleição de Fábio Faria

Deu na revista Época:

A saga da empresa que saiu da falência, captou R$ 67 milhões em fundos de pensão de estatais e depois bancou a campanha de vários candidatos.

Esqueça as tradicionais doações por fora de empresas em busca de favores políticos, os inesquecíveis “recursos não contabilizados” ou, ainda, os toscos pagamentos de caixa dois em sacolas com dinheiro vivo. Nas eleições de 2010, apareceu uma nova “tecnologia” no conspurcado mundo do financiamento de campanhas políticas: o doador que tem cadastro comercial, doa oficialmente, assina recibo – mas ninguém sabe quem ele é. Nem quem recebe e – só mesmo no mal-assombrado reino da política brasileira – nem sequer quem paga. A única coisa palpável é o dinheiro que chega, limpinho, aos comitês financeiros das campanhas. É como se eles fossem doadores-fantasmas.

Só que eles acabam deixando vestígios. ÉPOCA conseguiu capturar um deles. Seu nome é M Brasil Empreendimentos, Marketing e Negócios, empresa com sede no Rio de Janeiro, registrada em nome de um motoboy e de um sargento do Corpo de Bombeiros da Bahia. Ambos moram na periferia de Salvador. Nas últimas eleições, porém, a empresa distribuiu R$ 650 mil em doações a candidatos do PT.

A M Brasil deu R$ 100 mil ao Diretório Nacional do partido, R$ 300 mil ao comitê do governador eleito de Brasília, Agnelo Queiroz, e R$ 50 mil ao deputado paulista Ricardo Berzoini, ex-presidente do PT. Receberam R$ 100 mil também outros dois importantes quadros petistas: o deputado distrital Chico Vigilante, de Brasília, e o candidato derrotado a deputado federal pelo Espírito Santo Guilherme Lacerda, ex-presidente do fundo de pensão dos empregados da Caixa Econômica Federal, o Funcef.

O único não petista a receber dinheiro da M Brasil foi o deputado federal Fábio Faria, do PMN do Rio Grande do Norte. É um parlamentar conhecido por flanar em festas do circuito Rio-São Paulo ao lado de estrelas da televisão, como Adriane Galisteu ou Sabrina Sato. Ele recebeu R$ 50 mil. Segundo Faria, um grupo econômico interessado em investir no Rio Grande do Norte ofereceu uma doação legal a seus arrecadadores de campanha. Ele não sabe por que o recibo foi emitido em nome da M Brasil, uma empresa que ele diz nunca ter ouvido falar. “Resolvi ajudar o Fábio porque ele é meu amigo, meu amigão”, afirma Barenboim. “Não sei quem é, nunca vi esse sujeito”, diz Faria.

Alguém, na certa, está vendo fantasmas.

Sem categoria

Dengue tipo 4 chega ao RN

Quem disse que a epidemia de dengue passou?

Quando pensávamos em uma trégua….lá vem outra agonia.

Foram registrados e confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde, dois casos de dengue do tipo 4, no município de Santa Cruz.

A descoberta foi feita pelo Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (LACEN-RN).

Os pacientes são duas mulheres, uma mãe e uma filha de 52 e 26 anos, respectivamente.

 

Sem categoria

Ney Júnior e DEM: crise superada

Lembra que no início deste ano, noticiamos a crise política que estava existindo entre a cúpula estadual do DEM (José Agripino e Felipe Maia), e o vereador de Natal, Ney Lopes Júnior?

Onde inclusive, o ex-deputado federal Ney Lopes de Souza, pai de Ney Jr, deu algumas declarações contrariando os interesses do partido?

Pois bem…

A crise (aparentemente ou verdadeiramente) está superada.

Nesta sexta-feira (3), Ney Júnior participou da abertura da primeira edição do Seminário de Planejamento Estratégico, promovido pela Juventude Democratas, em parceria com o Instituto Friedrich Naumann, que tem como finalidade promover o debate e proporcionar discussões sobre o crescimento da juventude do partido. O curso está sendo ministrado pelo cientista político Marcelo Puppi.

O senador José Agripino Maia e o deputado federal Felipe Maia participaram da abertura. E o clima era de total harmonia, com Ney Jr.

O deputado federal Efraim Filho (PB)também prestigou a abertura.

 

Sem categoria

Cadê os aliados de Micarla?

Interessante…

Sobre essa onde de protestos contra a prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), ninguém aparece para defendê-la.

Nem seus próprios aliados do Partido Verde.

Duvi-de-o-do se Micarla estivesse bem na fita, como estava cheio de aliados defesos.

Mas está desgastada…sem amigos…sem aliados verdadeiros.

O poder é assim.