Com uma dívida estimada de R$ 2,7 bilhões, a Companhia Aérea Avianca Brasil fez um pedido de falência à Justiça.

A empresa tinha entrado com o pedido da recuperação no final de 2018 com a alegação que não tinha condições de pagar as dívidas, mas desistiu do recurso.