Bancada volta a debater com Ministro sobre prazo para a chegada das águas do Rio São Francisco ao RN

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Nesta terça-feira (20), integrandes da bancada federal do RN participaram de uma audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado Federal, presidida pela potiguar Fátima Bezerra (PT), para um debate com a presença do Ministro da Integração, Helder Barbalho, sobre a chegada das águas da transposição do Rio São Francisco ao RN.

Participaram também da audiência pública, além de Fátima, os senadores Garibaldi Filho (MDB) e José Agripino (DEM), deputados federais Felipe Maia (DEM) e Beto Rosado (PP). O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) também aconpanhou o debate.

— Nós entregaremos ainda neste semestre as águas ao Reservatório Jati (CE), assim, atendendo o estado do Ceará e liberando a água para o “caminho das águas” seguir o curso da transposição no Eixo Norte até o os estados da Paraíba e depois do Rio Grande do Norte — afirmou o Ministro.

Barbalho estimou o período de quatro meses para a chegada da água do reservatório de Jati até o Rio Piranhas-Açu, que se encontra no final do Eixo Norte. Já sobre as obras do Ramal do Apodi (RN) — uma espécie de extensão do Eixo Norte —, ele afirmou que o projeto executivo está concluído e é estimado em R$ 2,1 bilhões, contudo, não há recursos orçamentários suficientes para a execução deste.

As obras em andamento no Eixo Norte, contudo, dispõem de R$ 200 milhões ainda do orçamento de 2017 e mais R$ 300 milhões previstos do orçamento deste ano. Apesar da sustentabilidade financeira, o ministro afirmou que existem problemas de atraso nas entregas da empresa prestadora de serviço contratada para a execução das obras. O primeiro prazo de entrega das intervenções estava previsto para ano passado.