A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados aprovou o requerimento do deputado Beto Rosado (PP), para realização de um seminário, em Currais Novos, sobre a atividade mineradora no estado. O parlamentar quer aproveitar a apreciação do novo código de mineração para estimular a discussão do tema entre os que exercem a atividade no estado.

De acordo com o Departamento Nacional de Produção Mineral, o Rio Grande do Norte possui aproximadamente 50 bens minerais, dos quais 22 são explorados, como tungstênio, calcário, gipsita, mármore e sal. Além disso, o preço atrativo e a abundância dos minérios geraram um aumento no número de alvarás de pesquisa.

Para o deputado, apesar do Rio Grande do Norte estar vivendo o início de um novo ciclo na mineração, muitos são os desafios a serem superados.  “Além disso, na discussão do novo marco legal da mineração, são possíveis grandes avanços no modelo institucional do setor, como a criação de um Conselho Nacional de Política Mineral e o fortalecimento do Serviço Geológico do Brasil, daí a importância do seminário”, concluiu Beto Rosado.

A data para realização do seminário será definida nos próximos dias.