A BlackBerry reconheceu nesta quarta-feira que seus problemas de serviço chegaram na América do Norte, depois que usuários dos Estados Unidos e Canadá informaram sobre a perda de serviços de mensagem e e-mail.

A Research In Motion (RIM), multinacional canadense que fabrica os populares BlackBerry, disse em comunicado enviado à Agência Efe que “os usuários de BlackBerry no continente americano podem estar experimentando esta manhã atrasos do serviço de forma intermitente”.

“Estamos trabalhando para resolver a situação o mais rápido possível e nos desculpamos com nossos usuários pelas inconveniências”, acrescentou a RIM no comunicado.

Enquanto isso, pelo terceiro dia consecutivo, na Europa, América do Sul e outras regiões a BlackBerry continua tendo problemas com seus serviços. No Brasil os usuários têm problemas para enviar e receber mensagens e e-mails.

Após quase dois dias de silêncio, a RIM disse na terça-feira que os problemas foram causados por uma falha em um dos seus centros de servidores.

Usuários de BlackBerry na América do Norte informaram desde o início da manhã em fóruns da internet que os problemas tinham se estendido à região, a única que tinha se livrado inicialmente da queda dos serviços.

Os problemas da BlackBerry começaram na segunda-feira, quando seus serviços na Europa, Oriente Médio e África sofreram interrupções. Na terça-feira, a RIM teve que reconhecer a extensão do problema a alguns de seus principais mercados latino-americanos, como o Brasil, a Argentina e o Chile.

A queda dos serviços na América do Norte acontece dois dias antes de os Estados Unidos colocarem à venda o novo iPhone 4S, um dos principais concorrentes da BlackBerry no mercado de telefones inteligentes.

Há meses a RIM perde espaço para o iPhone e Android. A empresa comScore calcula que a BlackBerry tenha perdido 4,3 milhões de usuários. A estimativa é que a RIM tenha agora 16,5 milhões de usuários, o mesmo número que no final de 2009 e perca 500 mil a cada mês.

Do Portal Terra