Na década de 80 uma nova agremiação deu o pontapé para transformar o Carnaval de Caicó na folia mais democrática do Rio Grande do Norte. Surgiu o Ala Ursa do Poço de Sant’Ana, coordenado por Ronaldo Batista de Sales (Magão) e amigos, com a finalidade de chamar a atenção da comunidade para o lendário e abandonado Poço de Sant’Ana.

O bloco trouxe para a avenida a alegria das burrinhas, papangus e bonecos gigantes. O estandarte do Ala Ursa abriu alas para a magia de um carnaval gratuito e para todas as idades. A orquestra de frevo e de marchinhas carnavalescas sempre teve um diferencial: o som frenético com músicas cantadas de forma praticamente gritada. Uma animação peculiar!

O Ala Ursa do Poço de Sant’Ana completa agora 40 anos indo mais uma vez para a avenida com o ritmo frenético, os bonecos e fantasias que contagiam toda a massa. Para comemorar os 40 anos, o Magão promete grandes novidades, entre elas uma nova trivela projetada com referências ao Poço de Sant’Ana e um Casarão na praça do Arco do Triunfo que será a sede do Ala Ursa nos dias de folia e estará aberto para visitação.

Bloco do Magão