Bolsonaro comanda reunião no Ministério da Defesa para discutir crise na Venezuela

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reuniu, na manhã desta quarta-feira (1), ministros e comandantes das Forças Armadas, na sede do Ministério da Defesa, para discutir o acirramento da crise na Venezuela e os reflexos para o Brasil.

Ao final da reunião, Bolsonaro reiterou que espera, até dia 15 deste mês, uma resposta da Funai para iniciar a construção da linha de transmissão entre Manaus (AM) e Boa Vista (RR). “Até o dia 15 agora, teremos o sinal verde ou não das comunidades indígenas”, disse o presidente lembrando que o Conselho de Defesa já autorizou a construção da linha, mas o governo aceitou os questionamentos da Funai.

Sobre a questão da energia em Roraima, o presidente frisou que a situação já é emergencial, uma vez que o Estado tem usado termelétricas movidas a óleo diesel para conseguir abastecimento. “Não podemos continuar de forma eterna com a energia de óleo diesel, porque o resto do Brasil paga um pouco mais de R$ 1 bilhão por ano pela energia de Roraima”.

Fonte: Planalto