Cultura

Ginga com Tapioca pode se tornar Patrimônio Cultural Imaterial do RN

A gastronomia é um dos traços culturais que definem um pouco do que é um povo e sua vivência. Aqui, no Rio Grande do Norte, um dos pratos típicos mais consumidos nas praias é a ginga com tapioca, seja por norte-riograndenses ou por turistas. E a iguaria culinária está próxima se tornar Patrimônio Cultural Imaterial do RN.

Foi aprovada nesta terça-feira (20), durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa, o projeto de lei da deputada estadual Márcia Maia (PSDB) que confere o título de patrimônio cultural do estado, assim como o Bolo de Rolo em Pernambuco; a Feijoada, no Rio de Janeiro; o “Queijo Minas”, em Minas Gerais e o Acarajé, na Bahia. Em Natal, a Ginga com Tapioca já é considerada patrimônio imaterial do município.

Agora, o projeto segue sua tramitação nas demais comissões da Assembleia Legislativa, para só então, ser colocado em votação no plenário. Se aprovado pelos deputados, a medida passa pelo crivo do Governo do Estado antes de se tornar lei.

Ginga com Tapioca Divulgação

Cultura

Advogado Cyrus Benavides lança livro de crônicas dia 13 de novembro

Postagens da vida – Crônicas de Cyrus Benavides é o primeiro livro do mossoroense, advogado, professor e hoje diretor do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN).

A obra, da editora Offset, reúne 127 textos publicados originalmente em suas redes sociais ao longo dos últimos sete anos.

Suas crônicas mostram seu olhar sobre o cotidiano, sobre as relações humanas, sobre sua fé, sonhos, ideais, trabalho, amor, amizade, família, saudades, gratidão, origens, desafios.

O lançamento será realizado nesta terça-feira, 13 de novembro, às 18h30, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Natal, localizada na Rua Barão de Serra Branca, no bairro de Candelária.

Parte da renda com as vendas dos livros será revertida para a instituição filantrópica Legião da Boa Vontade (LBV) do Rio Grande do Norte.

1ec449ec-6835-4776-a0e7-3182fdf200c6

Cultura

Cantora Alcione e a Sesi Big Band encantam convidados em apresentação de aniversário no Teatro Riachuelo

Uma noite para ficar registrada na memória da Sesi Big Band, que completa cinco anos de existência, e os convidados que foram ao Teatro Riachuelo, na noite desta quarta-feira (07), assistir o show com a cantora Alcione. O espetáculo teve como público alvo diretores e convidados do Sistema Fiern.

A Sesi Big Band é uma orquestra de Jazz regida pelo maestro Eugènio Graça e fundada em 2013. Sua formação é feita por instrutores e professores do projeto SESI ARTE do SESI-RN. Os espetáculos “SESI Big Band Convida” buscam aproximar a música instrumental e o jazz ao grande público e colaborar assim para o importante trabalho de formação dos novos públicos no RN, reforçando a atuação do SESI no cenário cultural do Estado. Para celebrar os cinco anos, a cantora Marrom foi a convidada.

No repertório desse projeto, passeios por marcantes canções da música brasileira, latina e por grandes sucessos do artista convidado, que recebem melodias e arranjos exclusivos da banda. Com a cantora Alcione, não foi diferente. Durante o show, Alcione interpretou músicas como: Minha estranha Loucura, Rio Antigo, A Loba, Não deixa o Samba Morrer, e a música Faz uma loucura por mim, com acompanhamento de sax e quinteto de cordas. O público foi ao delírio já no final com as músicas Meu vício é você e Meu ébano.

Sesi Big Band com Alcione 1

Cultura

Parque das Dunas promove segunda edição da Feira de Livros e Autores Potiguares

O Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves” receberá no dia 11 de novembro a segunda edição da Feira de Livros e Autores Potiguares do Parque das Dunas. A feira, que será realizada ao lado do Anfiteatro Pau-brasil, em um espaço sombreado, conta com mais de 50 autores e editoras potiguares.

Bate-papos, contações de histórias, exposições e lançamentos coletivos fazem parte da programação oficial da feira, que objetiva proporcionar um encontro ímpar entre cultura e natureza. O evento acontece das 9h às 17h e será marcado pelas palavras de autores consagrados nas áreas de prosa, poesia, literatura de cordel, literatura de viagens, fotografias e uma ênfase especial na área de livros infantil e muita poesia.

As inscrições seguem abertas até o dia 9 de novembro. A taxa de participação para os autores e editores é de apenas R$20 e pode ser feita de forma presencial diariamente, no horário das 7h30 às 11h e das 13h às 17h30, no Setor de Informações do Parque.

Cultura

Diretor do CDP de Apodi conta em livro sobre a vida por trás das grades

O agente penitenciário potiguar Márcio Morais, que atualmente é o diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Apodi, conta em seu livro “Por trás das Grades” a vida dos agentes penitenciários, dos presos e familiares.

Autoridades como o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e o desembargador Cláudio Santos, são fãs do livro.

O CDP de Apodi é um modelo que deve ser observado e implementado pelo Governo do Estado.

Cultura

Maitê Proença em A MULHER DE BATH

Maitê Proença traz a Porto Alegre (27 e 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country), Natal (02 de novembro, no Teatro Richuelo Natal), Fortaleza (03 de novembro, no Teatro RioMar Fortaleza) e Recife (04 de novembro, no Teatro RioMar Recife) o espetáculo A Mulher de Bath. As apresentações são comemorações aos 80 anos do diretor Amir Haddad, além dos 40 anos de carreira e 60 anos de vida de Maitê.

A MULHER DE BATH é uma mulher libertária, à frente de seu tempo, e não teme dizer o que pensa. Ela é uma das figuras basilares da literatura ocidental, precursora de Shakespeare e do indivíduo moderno.

O texto é do escritor e filósofo inglês Geoffrey Chaucer (1343-1400), reconhecido como o pai da literatura inglesa, e faz parte de sua obra inacabada “Os Contos da Cantuária”, publicada pela primeira vez em 1475 e tida como uma das mais importantes da literatura inglesa e um clássico da literatura mundial. A tradução, de José Francisco Botelho, foi indicada ao Prêmio Jabuti e já é considerada uma referência contemporânea na tradução de Chaucer.

Cultura

Promotora lança livro após dez anos de estudo: “Hermenêutica, Filosofia e Direito”

O livro Hermenêutica, Filosofia e Direito – escrito ao longo de dez anos de estudo pela Promotora de Justiça Ana Ximenes – será lançado no contexto da palestra “ O mínimo de Filosofia para atuar com segurança nos tribunais”, na segunda-feira (08) das 09h às 12h na PGJ.

Como depreende-se do título da palestra de apresentação, trata-se de uma obra que visa servir de ferramenta para que advogados, estudantes, promotores, juízes, defensores públicos e demais operadores do Direito apoderem-se do discurso filosófico básico que fundamenta as mais importantes decisões judiciais do pais.

Numa época em que tornou-se comum o protagonismo dos tribunais na sociedade, principalmente pelo enfrentamento de questões polêmicas não decididas pelo Poder Legislativo, o livro consiste numa tentativa de democratizar o debate e potencializar a crítica de tais decisões.

Cultura

Padre João Medeiros Filho lança novo livro neste sábado (29)

Membro da Academia Norte-Riograndense de Letras, o Padre João Medeiros Filho, natural de Jucurutu, lança mais um livro neste sábado (29), às 09h, na Livraria Paulus.

“A devoção à Nossa Senhora e orações Marianas” é o nome do livro, publicado pela Editora Campo Novo, que terá toda a renda revertida à causa de beatificação de Padre João Maria.

Padre João tem mestrado e doutorado nas áreas de Teologia, Filosofia e Comunicação, tendo mais de vinte obras publicadas, além de artigos para jornais e revistas. É colaborador permanente desta Tribuna do Norte.

Uma referência intelectual do nosso Estado.

Foto: João Gilberto

Foto: João Gilberto

Cultura

Encontro Internacional de História Colonial é realizado em Natal

Na mesma semana em que materiais de ordem inestimável para a História do Brasil e do mundo são perdidos em decorrência do incêndio que dizimou o Museu Nacional, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte se debruça sobre o passado colonial ao acolher, entre os dias 05 e 08 de setembro, o VII Encontro Internacional de História Colonial (VII EIHC).

Tendo como tema Espaços coloniais: domínios, poderes e representações, o VII EIHC reunirá pesquisadores, professores, estudantes e amantes da História que, ao longo de quatro dias, vão debater os assuntos que estão na vanguarda da historiografia colonial brasileira. Neste Encontro que é o maior espaço de difusão de conhecimento sobre as experiências e legados da expansão europeia durante os séculos XVI a XVIII, será possível aproximar passado e presente, na medida em que o primeiro repercute sobre o segundo. A colonização portuguesa no Brasil, em conexão com outras partes da América e de outros continentes, será uma das matérias em destaque.

O Encontro Internacional de História Colonial chega em 2018 a sua sétima edição e é promovido pelo Laboratório de Experimentação em História Social (LEHS), vinculado ao Departamento de História da UFRN, e pelo curso de Licenciatura em História da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

O evento que se constitui como um amplo espaço de debate e aprendizado sobre a História Colonial contabiliza 486 trabalhos inscritos. Na vasta programação há apresentação de banners, 30 simpósios temáticos, 2 conferências, 22 mesas redondas, 12 minicursos e lançamentos de livros.

A conferência de abertura intitulada Convergência e divergência transnacional no estudo do colonialismo interno, será proferida por Hal Langfur, professor na University of Buffalo, Estados Unidos. A conferência acontece no dia 05 (cinco), às 19h, no auditório do Hotel eSuites Vila do Mar. Já as demais atividades do Encontro serão realizadas nas dependências da UFRN, Campus Natal.

Cultura

Presidente da França oferece ajuda de especialistas para reconstruir museu

Através de postagem em seu twitter, o presidente da França, Emmanuel Macron, ofereceu a ajuda de especialistas para contribuir com a reconstrução do Museu Nacional do Rio de Janeiro, destruído por incêndio na noite deste domingo (02).

“O incêndio no Museu do Rio é uma tragédia. É a história e a memória reduzida a cinzas. A França oferecerá seus especialistas a serviço do povo brasileiro para contribuir para a reconstrução”, disse no twitter.

Cultura

Incêndio atinge Museu Nacional do Rio de Janeiro

Da Agência Brasil

Um incêndio de proporções ainda incalculáveis atingiu, no começo da noite deste domingo (2), o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte da capital fluminense. O prédio histórico de dois séculos foi residência da família real brasileira e tem um dos acervos mais importantes do país – são cerca de 20 milhões de peças.

O Corpo de Bombeiros do Rio foi acionado às 19h30. Homens de quatro quartéis trabalham no local, que fica dentro do parque nacional da Quinta da Boa Vista. O prédio tem três andares, é ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o fogo toma de conta de boa parte da construção.

Até o fechamento desta reportagem, os bombeiros não dispunham de informações sobre vítimas. O museu estava fechado para visitação no momento em que o incêndio começou. Por segurança, há homens também da Polícia Militar e profissionais de saúde em ambulâncias.

História

Mais antiga instituição histórica do país, o Museu Nacional do Rio foi fundado por D.João VI, em 1818. É vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com perfil acadêmico e científico. Tem nota elevada por reunir pesquisas raras, como esqueletos de animais pré-históricos e múmias.

O local foi sede da primeira Assembleia Constituinte Republicana de 1889 a 1891, antes de ser destinado ao uso de museu, em 1892. O edifício é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No acervo, com cerca de 20 milhões de itens, há diversificação nas peças, pois reúne coleções de geologia, paleontologia, botânica, zoologia e arqueologia. Há, ainda, uma biblioteca com livros com obras raras.

O Museu Nacional do Rio oferece cursos de extensão e pós-graduação em várias áreas de conhecimento. Para esta semana, era esperado um debate sobre a independência do país. No próximo mês, estava previsto o IV Simpósio Brasileiro de Paleontoinvertebrados no local.

Foto: Vítor Abdala/Agência Brasil

Cultura

Feira de Artesanato movimenta o Seridó até domingo

A 35a edição da Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (Famuse) começou ontem (25) em Caicó, na Ilha de Santana. Sessenta artesãos de 24 municípios estão expondo seu trabalho durante todos os dias do evento.

A coordenadora de artesanato da Sethas, Salmira Torres, diz que a Famuse contribui para a divulgação e fortalecimento das tipologias da cadeia produtiva do artesanato do Seridó. “O evento valoriza o artesão para que ele se torne protagonista da sua própria arte”, acrescenta.

O artesanato da região vai ganhar novo fôlego após o registro do selo “Bordado de Caicó” no INPI. Bordadeiras de sete municípios do Seridó terão o selo após a finalização do processo no Instituto e poderão comercializar seus produtos com alto valor agregado. A Famuse segue até domingo na Ilha de Santana. A entrada é gratuita.

O evento é apoiado pelo Governo do Estado através do Projeto Governo Cidadão e pela Prefeitura de Caicó.

Cultura

Circuito Musical, Noda de Caju e Forró dos 3 abrem shows na Ilha de Sant’Ana de Caicó

A programação de shows gratuitos na Ilha de Sant’Ana começa nesta quarta-feira (25), das 22 horas até 04h, sendo uma realização da prefeitura municipal de Caicó. Em um grande palco projetado na área central do complexo turístico, com a estrutura de camarotes e outros atrativos, cada noite a festa terá uma temática com vários ritmos e repertório para todas as tendências do público.

Nesta quarta-feira, o Baú do Forró terá a animação do Circuito Musical, Noda de Caju e Forró dos 3. A festa prossegue até o dia 29

Cultura

Tudo pronto para mais uma Festa dos Ex-alunos do CDS em Caicó

O Colégio Diocesano Seridoense está pronto para receber ex-alunos, antigos e atuais professores e funcionários em mais um evento de reencontro, nesse primeiro sábado de Festa de Sant’Ana, dia 21 de julho. A programação da tradicional Festa dos Ex-alunos do CDS começará às 09 horas, com missa na Igreja de São José, seguida de aulas da saudade e aposição de placas das turmas homenageadas.

A partir do meio dia, a programação segue com churrasco de confraternização no pátio interno do colégio. A animação ficará por conta de Dodora Cardoso, Parcélio & Paulinho e Rodolfo Lopes.

“Estamos com uma grande expectativa para essa Festa. Confirmaram participação as turmas concluintes de 1968, 1978, 1988, 1993, 1998 e 2008. Isso prova o sentimento de gratidão dos ex-alunos ao colégio que é referência em educação no Rio Grande do Norte”, destacou Diego Vale, presidente da Associação dos Ex-alunos do CDS. Diego também lembra que a renda do evento é destinada para patrocinar bolsas de estudos no Colégio Diocesano, para alunos oriundos de escolas públicas.

O evento conta com uma estrutura de palco, som, luzes, tendas, climatizadores, self service para churrasco, seguranças privados, ambulância, internet, bares, bebedouros com vinho e decoração.

As senhas podem ser adquiridas na portaria do colégio até a hora do evento, ao preço de R$ 85,00, a vista ou em cartão de crédito. A realização é da Associação dos Ex-alunos do CDS, com patrocínio da Skol, Disbecol, Lig Zarb e Restaurante Camarões.

Cultura

Peregrinos de Sant’Ana chegam a Caicó

A Festa de Sant’Ana de Caicó será realizada de 19 a 29 de julho. Nesta quarta-feira (18) houve a pré-abertura da festa. Às 17 horas, no Estádio Senador Dinarte Mariz (Marizão), o prefeito de Caicó, Batata Araújo, o pároco de Sant’Ana, padre Alcivan Tadeus Gomes e o bispo diocesano, dom Antônio Carlos Cruz Santos, acolheram a caravana “Ilton José de Souza Pacheco”, dos Peregrinos de Sant’Ana e alguns grupos de ciclistas que também participaram da peregrinação.

Em seguida, todos caminharam até o centro da cidade, onde aconteceu a concentração de todas as imagens peregrinas que visitaram a zona urbana e rural do município. “Todos somos peregrinos. E qual é o caminho? O neto de Sant’Ana, Jesus Cristo”, disse dom Antonio.

Em frente à Catedral de Sant’Ana foi celebrada a missa em ação de graças por todas as famílias que realizaram em seus lares os encontros de oração em preparação para a Festa de Sant’Ana. Os peregrinos saíram a pé da cidade de Currais Novos, seguindo por Acari, Cruzeta, São José do Seridó e Caicó.

“Recebemos essa grande caravana que partiu de Currais Novos nessa caminhada de fé e de uma nova esperança. Saudamos também os ciclistas que saíram de Natal com destino a Caicó. São dezenove anos de peregrinação e em nome do povo de Caicó sejam bem-vindos peregrinos de Sant’Ana”, disse o prefeito.

Cultura

Famílias realizam encontros na Festa de Sant’Ana de Caicó

A Festa de Sant’Ana de Caicó será palco de muitos encontros e reencontros de Famílias Tradicionais.

A Família Vale se reunirá no dia 28 de julho no Cellebre Recepções.

E as famílias Soares e Calixtos organizaram uma extensa programação com caravanas de longe, inclusive do Maranhão. A programação ocorrerá entre os dias 20 e 22 de julho em meio ao Encontro Nordestino de Genealogia organizado por Aryson Soares.