Diversos

MP divulga documentos entregue pelo servidor que atirou contra promotores

A Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do RN, por meio de sua assessoria de imprensa, divulga imagens dos documentos entregues pelo servidor GUILHERME WANDERLEY LOPES DA SILVA, instantes antes de iniciar os disparos contra o Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis, o Procurador-Geral de Justiça Adjunto Jovino Pereira Sobrinho, e o Coordenador Jurídico Wendell Beetoven Agra na manhã de ontem.







Diversos

TCE emite nota de solidariedade aos promotores vítimas de atentado

Nota do Tribunal de Contas do Estado (TCE):

“O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE/RN) se solidariza com os membros do Ministério Público Estadual diante do atentado ocorrido nesta sexta-feira (25), na sede da instituição, contra o Procurador-geral adjunto, Jovino Pereira da Costa Sobrinho, e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra.

Ao mesmo tempo em que deseja a pronta recuperação das vítimas, o TCE/RN manifesta seu repudio a esse ato criminoso que atinge não somente as pessoas dessa importante instituição pública, mas o essencial serviço prestado à sociedade por todos os procuradores, promotores e servidores que compõem o MPRN.

Por fim, ansiamos que o trabalho de investigação policial possa solucionar o caso com brevidade e dar os devidos encaminhamentos à Justiça. E que cada vez mais se fortaleçam a autonomia, independência e a segurança dos órgãos de controle e vigilância da Lei e da justiça”.

Diversos

Promotores de Justiça baleados na sede da PGJ passam por cirurgias no Hospital Walfredo Gurgel

Os Promotores de Justiça que foram atingidos por disparos de arma de fogo na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, Jovino Pereira Sobrinho e Wendell Beetoven Ribeiro Agra, passaram por cirurgia agora há pouco no Hospital Walfredo Gurgel, para onde foram socorridos.

Segundo informações do próprio Ministério Público, o quadro é estável e ambos vão passar por nova avaliação médica em instantes.

Jovino Pereira foi atingido por um tiro no abdômen chegando ao intestino. Já em Wendell Beetoven, a bala atingiu as costelas, sendo necessária uma drenagem torácica.

z

Diversos

Acusado de atirar em promotores tem identidade revelada

O Ministério Público Estadual (MPE) já divulgou a identidade do acusado de atirar em dois promotores de Justiça, nesta sexta-feira (24), na sede da própria Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ). Foram atingidos por disparos de arma de fogo, o Procurador-Geral de Justiça Adjunto, Jovino Pereira Sobrinho e Wendell Beetoven Ribeiro Agra.

O acusado de efetuar os disparos é Guilherme Wanderley Lopes da Silva, 44 anos, funcionário efetivo do próprio Ministério Público Estadual (MPE).

A motivação do caso ainda está sob investigação. E o acusado ainda está foragido.

z

Diversos

Sindicato dos Servidores do MP emite nota sobre atentado contra Promotores

Nota do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Sindsemp-RN):

“O Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Sindsemp-RN) vem a público repudiar e lamentar o episódio ocorrido, na manhã de hoje (24), dentro das dependências da Procuradoria-geral de Justiça envolvendo um servidor da Casa.  Infelizmente, uma atitude impensada acabou vitimando o procurador-geral adjunto, Jovino Pereira Sobrinho, e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra, além de ter colocado tantas outras vidas em risco.

O Sindsemp-RN aguardará a apuração dos fatos e desde já se solidariza com os membros atingidos, os quais estão sob cuidados médicos, e seus familiares. Esperamos que a recuperação seja breve, e os culpados devidamente punidos.

Desde logo, independentemente da motivação, já estamos mantendo contato com a Secretaria de Segurança Pública para que ao acusado sejam garantidos os direitos constitucionais”. 

Diversos

Feijoada Amigos do Seridó em Natal

A colônia seridoense vai se reunir no domingo (26), em uma feijoada no Terraço Petiscos e Grelhados, de propriedade de Airton Dias, em Capim Macio, a partir do meio-dia. 

O evento será animado pela Banda Mistura Fina. E quem desejar ainda poderá degustar outros pratos da culinária seridoense. 

A entrada custará R$ 30,00 e a reserva já pode ser feita através do telefone (84) 99189-1223. 

Diversos

Médico potiguar apresenta trabalho em congresso de Houston nos EUA

Filho do cirurgião Francisco Diniz Filho e da arquiteta Eliane, o médico natalense Tiago Diniz, que é residente em Cirurgia Geral na Santa Casa de São Paulo, vai apresentar um trabalho científico com uma nova técnica de tratamento para hérnia, durante Congresso de Robótica que ocorre em Houston, no Estado do Texas, EUA, sob orientação do professor Dr. Sérgio Roll.

A avó Marluce Arruda comemora o sucesso do neto que segue os caminhos do pai.

z

Diversos

Papa vai canonizar Mártires de Cunhaú e Uruaçu

Os beatos mártires de Cunhaú e Uruaçu serão canonizados. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (23), em audiência do Papa Francisco com o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação da Causas dos Santos. O Santo Padre aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos beatos André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, padres e Mateus Moreira, juntamente com seus 27 companheiros leigos. Além dos Protomártires do Brasil, Francisco vai canonizar outros beatos, como os pastorzinhos de Fátima. Após a aprovação, o próximo passo será a assembleia dos cardeais com o Papa, para definir o local e data para a canonização.

O processo de canonização estava na Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano, desde o segundo semestre de 2015, por indicação do pontífice. No mês de setembro do ano passado, o Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha esteve em Roma, participando de uma audiência com o Papa Francisco para tratar sobre a canonização. No mês de outubro, a Arquidiocese de Natal recebeu a visita do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello. Na ocasião, o representante do Papa no país conheceu os locais dos martírios e pode presenciar a devoção do povo potiguar aos beatos.

O martírio

Em 16 de junho de 1645, os mártires André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e seus 27 companheiros leigos foram cruelmente mortos por 200 soldados holandeses e índios potiguares. Os fiéis estavam participando da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, no município de Canguaretama. Foram mortos mais de 80 fiéis, sendo 30 beatificados por São João Paulo II, na Praça de São Pedro, em Roma, no ano 2000.

Mártires

Diversos

LAVÔ: Aplicativo de lavagem de carro chega a Natal com 1.500 vagas disponíveis

O esquema é bem semelhante ao aplicativo Uber. Você baixa o aplicativo LAVÔ no seu celular e pede a lavagem do seu automóvel, o LAVÔR que estiver mais perto do local indicado se direciona e vai até você para lavar seu carro. Para se estabelecer em Natal, o aplicativo está disponibilizando 1.500 mil vagas para contrato imediato, com ganho estimado de até R$ 6 mil.

Interessados precisam se cadastrar no site da empresa www.lavo.online, na sequência passam por um treinamento para depois começar atender. Aqui em Natal o treinamento acontecerá no dia 03 de abril, a partir das 10h. Para participar o candidato deve estar com o cadastro feito no aplicativo.

São ofertados cinco tipos de lavagem, que duram entre 35 minutos e uma hora e meia, utilizando produtos sustentáveis, ecológicos e com a crise hídrica que enfrentamos é um ótimo aliado no combate ao desperdício de água. A limpeza é feita em qualquer horário e local, aceitando pagamento em cartões de crédito e débito. O custo do serviço varia entre R$ 30 e R$ 145.

LAVÔ aplicativo de lavagem de carro chega a Natal

Diversos

Acusado de matar a irmã do desembargador Cláudio Santos é preso em Natal

Segundo informações do Blog de Marcos Dantas, a polícia prendeu em Natal, nesta terça-feira (21), Cícero Hélio Batista da Silva, apontado como autor dos disparos que matou a empresária Célia Márcia Santos Cirne, durante o assalto em Campina Grande (PB). Ela era irmã do desembargador Cláudio Santos.

A prisão se deu em um trabalho conjunto da delegada Ana Paula Diniz (RN) com Ellen, da Polícia Civil da PB.

Diversos

Garibaldi, Walter, Zé Dias e Zé Adécio participam da tradicional Missa de São José em Angicos

Como todos os anos, uma multidão de fiéis acompanhou a tradicional Missa de São José na cidade de Angicos, Região Central do Rio Grande do Norte.

A cerimônia foi presidida pelo arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira, e contou com a presença de sacerdotes de todas as cidades vizinhas, além do arcebispo emérito Dom Matias Patrício, o vigário de Angicos, padre Severino da Silva Neto, o prefeito de Angicos, Deusdete Gomes e o vice Miguel Pinheiro.

Da classe política estadual, presenças registradas do senador Garibaldi Filho, deputado federal Walter Alves e dos deputados estaduais Zé Dias e Zé Adécio. 


Diversos

Arnaldo da Churrascaria é encontrado morto em Natal

Foi encontrado morto agora há pouco, o empresário Arnaldo, proprietário das Churrascarias que leva seu nome. 

O corpo foi encontrado com uma marca de tiro na Churrascaria da Avenida 01. 

Era seridoense de Jardim de Piranhas, mas há anos residia em Natal. Era irmão de Arlete Cabeleireira e tio de Abiss. 

Diversos

Operação da PF contra frigoríficos prende 37 e descobre até carne podre à venda

Da Folha de São Paulo

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta (17) a Operação Carne Fraca, com foco na venda ilegal de carnes por frigoríficos, e deverá cumprir 37mandados de prisão.

Alguns dos principais frigoríficos do país estão na mira da operação, como BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, e JBS, dona das marcas Seara e Big Frango. A Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das investigadas. No total, cerca de 30 empresas estão na mira da operação, incluindo fornecedoras dos grandes frigoríficos.

O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, também é citado na investigação. Ele aparece em grampo interceptado pela operação conversando com o suposto líder do esquema criminoso, chamando-o de “grande chefe”. A PF, porém, não encontrou indícios de ilegalidade na conduta do ministro, que não é investigado.

O objetivo da operação é desarticular uma suposta organização criminosa liderada por fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, que, com o pagamento de propina, facilitavam a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.

A investigação revelou até mesmo o uso de carnes podres, maquiadas com ácido ascórbico, por alguns frigoríficos, a re-embalagem de produtos vencidos e até papelão na produção de embutidos.

Entre os presos, estão executivos da BRF como Roney Nogueira dos Santos, gerente de relações institucionais e governamentais, e André Baldissera, diretor da BRF para o Centro-Oeste.

Também estão na lista funcionários da Seara e do frigorífico Peccin –um dos que tinha irregularidades gravíssimas, como uso de carnes podres, segundo a PF–, além de fiscais do Ministério da Agricultura.

A investigação aponta que os frigoríficos exerciam influência direta no Ministério da Agricultura para escolher os servidores que iriam efetuar as fiscalizações na empresa, por meio do pagamento de vantagens indevidas. Roney dos Santos, executivo da BRF, tinha acesso inclusive ao login e senha do sistema de processos administrativos do órgão, de uso interno.

“Parece realismo mágico. Infelizmente, não é”, diz o juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal do Paraná, que determinou as prisões.

“Dedo”, “luva” e “documento” eram alguns dos termos usados pelos fiscais agropecuários para o pedido de propina. Mas até mesmo caixas de carne, frango, pizzas, ração para animais e botas eram dadas em favor pela vista grossa na fiscalização, diz o juiz Josegrei.

“É um cenário desolador”, afirma Josegrei. “Resta claro o poderio de intimidação, de influência e de uso abusivo dos cargos públicos que ostentam para se locupletarem, recebendo somas variáveis de dinheiro e benesses in natura das empresas que deveriam fiscalizar com isenção e profissionalismo.”


De acordo com a Receita Federal, que também participa da investigação, os fiscais valeram-se de distribuição de lucros e dividendos de empresas fantasmas, da montagem de redes de fast food em nome de testas de ferro e da compra de imóveis em nome de terceiros para esconder o aumento de patrimônio.

O líder do esquema, segundo a PF, era o fiscal Daniel Gonçalves Filho, que foi superintendente do escritório do Ministério da Agricultura no Paraná entre 2007 e 2016.

Ele atuava em parceria com pelo menos outros oito servidores do órgão, além de Flávio Evers Cassou, atual executivo da Seara Alimentos, ligada à JBS, que também atuou como fiscal agropecuário entre 2009 e 2014.

Estão sendo cumpridos 27 mandados de prisão preventiva, 11 de temporária (válida por cinco dias) e 194 buscas e apreensões. A PF ainda não tinha um balanço da operação até o meio-dia desta sexta (17).

MAIOR OPERAÇÃO

Segundo a PF, essa é a maior operação já realizada na história da instituição. Foram mobilizados 1.100 policiais em seis Estados (Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás) e no Distrito Federal.

Em nota, a Polícia Federal afirma que detectou em quase dois anos de investigação que as superintendências regionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento dos Estados do Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam para proteger empresas, prejudicando o interesse público.

O esquema, ainda segundo os investigadores, funcionava por meio de agentes públicos que se utilizavam do poder de fiscalização para cobrar propina e, em contrapartida, facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização.

Dentre as ilegalidades praticadas pela suposta quadrilha está a remoção de agentes públicos com desvio de finalidade para atender interesses dos grupos empresariais.

O nome “Carne Fraca” da operação faz alusão à conhecida expressão popular em sintonia com a própria qualidade dos alimentos fornecidos ao consumidor por grandes grupos corporativos do ramo alimentício.

A expressão popular também mostra “a fragilidade moral de agentes públicos federais que deveriam zelar e fiscalizar a qualidade dos alimentos fornecidos a sociedade”.

OUTRO LADO

A JBS, por meio de sua assessoria, afirma em nota que a empresa “e suas subsidiárias atuam em absoluto cumprimento de todas as normas regulatórias em relação à produção e a comercialização de alimentos no país e no exterior e apoia as ações que visam punir o descumprimento de tais normas”.

“A Companhia repudia veementemente qualquer adoção de práticas relacionadas à adulteração de produtos –seja na produção e/ou comercialização– e se mantém à disposição das autoridades com o melhor interesse em contribuir com o esclarecimento dos fatos”, diz a nota.

A BRF diz, por meio de comunicado, que está colaborando com as autoridades. Ela afirma não compactuar com práticas ilícitas e que seus produtos e a comercialização seguem “rigorosos processos e controles”

“A BRF assegura a qualidade e a segurança de seus produtos e garante que não há nenhum risco para seus consumidores”, afirma a empresa.

Em nota, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirma que determinou o afastamento imediato de todos os envolvidos e a instauração de procedimentos administrativos. “Todo apoio será dado à PF nas apurações. Minha determinação é tolerância zero com atos irregulares no MAPA”, diz.

Ele afirma que suspendeu uma licença de dez dias que tiraria da pasta diante da deflagração da operação e que, neste momento, “toda a atenção é necessária para separarmos o joio do trigo”. “Muitas ações já foram implementadas para corrigir distorções e combater a corrupção e os desvios de conduta e novas medidas serão tomadas”.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) afirmou que todos os produtos exportados pelo país são fiscalizados por técnicos nacionais e estrangeiros. “O Brasil é reconhecido internacionalmente pela qualidade e status sanitário de seus produtos, que são auditados não apenas pelos órgãos brasileiros como também por técnicos sanitários dos mais de 160 países para os quais exporta”, diz em nota.

A entidade ainda afirma que eventuais falhas são exceções. “São questões pontuais, que não refletem todo o trabalho desenvolvido pelas empresas brasileiras durante décadas de pesquisas e investimentos, para ofertar produtos de alta qualidade.”

O grupo Argus também divulgou comunicado em que nega irregularidades, diz obedecer “rigorosamente” as observações sanitárias e de qualidade do Ministério da Agricultura e que se solidariza com a ação da PF, “entendendo que a mesma (operação) trará benefícios significativos ao setor, através de uma competitividade justa e adequada entre seus players”.

O frigorífico Souza Ramos, do grupo Central de Carnes Paranaense Ltda, diz que “colaborou no que foi possível” e que vai continuar colaborando com a Polícia Federal. A empresa afirma seguir as exigências de qualidade.

Por meio de nota, o grupo disse ainda ser importante “que se desvincule a ideia de que todas as empresas investigadas pela polícia, de fato adulterem e/ou burlem a lei, e sim fazem parte da investigação pois necessitam dos serviços do MAPA”.

A Princípio Alimentos Ltda disse que foi chamada pela Polícia Federal como testemunha e que não tinha mais anda a declarar. A Sub Royal Comercio De Alimentos também disse que não vai se manifestar.

A reportagem entrou em contato e aguarda resposta das empresas Medeiros, Emerick & Advogados Associados, o frigorífico Rainha da Paz, Unifrango Agroindustrial S/A, Frigomax – Frigorifico E Comercio De Carnes Ltda, Bio-Tee Sul Am. Industria De Produtos Químicos E Op. Ltda e Primor Beef Jjz Alimentos S.A,

Peccin, Dagranja Agroindustrial, Sidnei Donizeti Bottazzari ME, Fortesolo Servicos Integrados Ltda, Fratelli E.H. Constantino, Pavin Fertil Industria E Transporte Ltda, Primocal ind. E com. De fertilizantes ltda, Frigorífico 3D, Frango a Gosto, Santa Ana Comercio De Alimentos LTDA, Dalchem Gestão Empresarial LTDA, Fênix Fertilizantes LTDA, Multicarnes Representacoes Comerciais Ltda, Doggato Clínica Veterinária LTDA, Mc Artacho Cia Ltda, Smartmeal Comercio de Alimentos LTDA e Unidos Comércio De Alimentos Ltda não foram localizados.

EMPRESAS INVESTIGADAS

1. Santa Ana Comercio De Alimentos LTDA
2. Dalchem Gestão Empresarial LTDA
3. Fênix Fertilizantes LTDA,
4. Multicarnes Representacoes Comerciais Ltda
5. Unifrango Agroindustrial S/A, Mc Artacho Cia Ltda
6. Frigomax – Frigorifico E Comercio De Carnes Ltda
7. Smartmeal Comercio de Alimentos LTDA
8. Sub Royal Comercio De Alimentos
9. Unidos Comércio De Alimentos Ltda
10. Bio-Tee Sul Am. Ind. De Prod. Quím. E Op. Ltda, Primor Beef
11. Jjz Alimentos S.A
12. Peccin Agro Industrial Ltda
13. Uru Pfp-produtos Frigorificados Peccin Ltda
14. Frigorífico Souza Ramos LTDA
15. Big Frango Indústria E Com. De Alimentos Ltda
16. Principio-Alimentos Ltda Me
17. Frigorífico Rainha da Paz
18. Frango a Gosto
19. Frigorífico 3D
20. Jaguafrangos Industria E Com. De Alimentos Ltda
21. Pavin Fertil Industria E Transporte Ltda
22. Primocal ind. E com. De fertilizantes ltda
23. Fortesolo Servicos Integrados Ltda
24. Fratelli E.H. Constantino
25. Sidnei Donizeti Bottazzari ME
26. Medeiros, Emerick & Advogados Associados
27. Seara Alimentos LTDA
28. Dagranja Agroindustrial LTDA
29. Frigorífico Argus LTDA
30. BRF – BRASIL FOODS
31. JBS S/A
32. Doggato Clínica Veterinária LTDA ME

PRISÕES PREVENTIVAS DECRETADAS

13 fiscais agropecuários, incluindo Daniel Gonçalves Filho, apontado como líder do esquema, além de um ex-assessor parlamentar
Gil Bueno de Magalhães, superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná
Fabio Zanon Simão, assessor parlamentar do Ministério da Agricultura
Roney Nogueira Dos Santos, gerente de Relações Institucionais da BRF; André Luis Baldissera, diretor da BRF para o Centro-Oeste
Flavio Evers Cassou, funcionário da Seara
Idair Antonio Piccin, Nair Klein Piccin e Normélio Peccin Filho, sócios do Peccin; José Eduardo Nogalli Giannetti, funcionário do frigorífico
Nilson Alves Ribeiro, sócio do Frigobeto Frigoríficos, e seu pai e sócio, Nilson Alves Ribeiro
Paulo Rogério Sposito – dono do frigorífico Larissa
PRISÕES TEMPORÁRIAS DECRETADAS

Alice Mitico Nojiri Gonçalves, mulher do fiscal apontado como líder do esquema, e Rafael Nojiri Gonçalves, filho do casal
6 fiscais agropecuários, um funcionário da Codapar (Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná) e um funcionário do Ministério da Agricultura em Londrina
A sócia de um frigorífico não identificado.

Diversos

“Onde tudo começou”: Natal Shopping ganha música pelos 25 anos

O Natal Shopping chega aos 25 anos voltando-se para as histórias reais que tiveram como cenário o mall.  A campanha “Momentos que você vive aqui entram para a nossa história” foi apresentada na última quarta-feira, 15, no “Espaço 25 Anos” para jornalistas, blogueiros, parceiros e convidados.

O evento ainda contou com a participação da banda Plutão Já Foi Planeta, que apresentou ao vivo a música composta pelo quinteto especialmente para o aniversário, com criação assinada pela Art&C Comunicação.

imagem_release_893698

Diversos

Pipa terá festa de padrão nacional

A praia de Pipa receberá esse ano um projeto de repercussão nacional. O empresário Herculano Júnior, da Hemotion, referência por seus eventos de alto padrão em Natal e Brasília, foi escolhido por empresas internacionais para trazer – junto com agências influentes de São Paulo – a empreitada para o RN.

Os detalhes do projeto ainda não foram divulgados, mas segundo nossas fontes, será uma super festa nos moldes dos réveillons de Trancoso, Noronha, Jericoacoara, os melhores do Brasil.

Muito conhecido em Natal – e em toda a região Nordeste – o potiguar é responsável pela produção da White Party há 11 anos na praia de Pirangi e agora promete assinar mais um evento de sucesso.

z

Diversos

PF desarticula quadrilhas especializadas em fraudes bancárias

A Polícia Federal no Rio Grande do Norte, em conjunto com a Polícia Federal na Paraíba, deflagrou na manhã de hoje, 16/3, a Operação Quimera V, visando desarticular organizações criminosas especializadas em fraudes bancárias que se utilizavam de documentos falsificados para obter empréstimos consignados e sacar precatórios judiciais.

No RN, cerca de 30 policiais federais estão cumprindo 10 mandados judiciais, sendo 5 de busca e apreensão e 5 de prisão preventiva nas cidades de Natal, Parnamirim, Nova Cruz, Tibau do Sul e Lagoa D’Anta.

Há cerca de dois anos, quando as investigações tiveram início, foi estabelecido um trabalho conjunto entre a PF/RN e a PF/PB e, desde então, os suspeitos envolvidos em fraudes bancárias que atuavam simultaneamente nesses dois estados passaram a ser acompanhados.

PF06

Diversos

Peregrinação das sete Igrejas

O Padre Francisco Fernandes e um grupo de fiéis organizam a terceira edição da Peregrinação das 7 Igrejas, marcada para o dia 2 de abril. As camisetas da Peregrinação já estão disponíveis e podem ser adquiridas no valor de 30 reais, no Seminário de São Pedro, situado na Av. Campos Sales, 850, no Tirol. A renda será revertida para a manutenção do Seminário, que é a instituição responsável pela formação dos futuros padres da Arquidiocese de Natal.

A peregrinação será uma caminhada penitencial em preparação à Semana Santa. A concentração acontecerá às 6h30, no Seminário de São Pedro. De lá, os fiéis seguirão, em caminhada, pela Igreja de Santa Teresinha, no Tirol; Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em Petrópolis; Igreja do Bom Jesus das Dores, na Ribeira; Igreja do Rosário dos Pretos, na Cidade Alta; Igreja de Santo Antônio (Igreja do Galo),na Cidade Alta; Igreja de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), na Cidade Alta, encerrando na Catedral Metropolitana, onde haverá celebração de missa, às 11 horas.

z

Diversos

Cantinho Sertanejo em novo endereço

Um dos comércios mais tradicionais do bairro de Petrópolis, o Cantinho Sertanejo estará com um novo endereço até o final do mês de março. Com 28 anos de atuação no bairro, a casa com produtos tradicionais da culinária nordestina vai seguir na Avenida Afonso Pena, mas na nova galeria D Mall, 968, sala 2, em um espaço mais amplo e moderno.

Segundo Geraldo Medeiros, fundador e proprietário do estabelecimento, o objetivo da mudança é trazer ainda mais conforto para os clientes. “A gente planejou muito bem essa mudança, justamente pensando no nosso cliente, que há 28 anos prestigia o Cantinho Sertanejo. Vamos para um local mais amplo e moderno, com novas instalações, novas linhas de produtos e estacionamento privativo”, destaca Geraldo Medeiros.

Investindo sempre em produtos tradicionais, como queijo de coalho, carnes de sol, castanha de caju, doces caseiros, galinha caipira, entre outros, o Cantinho vai ofertar novos produtos com a mudança de endereço. “Vamos manter os produtos tradicionais, mas oferecer também novas opções. Vamos ter frutas selecionadas, queijos finos, produtos veganos, além de uma nova linha de pães e bolos”, explica Lílian Medeiros, diretora de marketing e pessoal.

2