Economia

Iniciada a montagem da estrutura da Expofruit 2018 que tem 90% dos estandes vendidos

Com 90% dos estandes da Feira Internacional de Fruticultura Tropical Irrigada – Expofruit 2018 já vendidos, a Promoexpo, promotora do evento, já iniciou a montagem da estrutura. Esse ano a feira acontece em um novo local, na Estação das Artes, no centro de Mossoró. A feira, que acontece de 21 a 23 de agosto, possui uma estrutura de 15 mil m2 vai receber diversos expositores ligados à cadeia produtiva da fruticultura como: de polpas de frutas, de distribuidoras de sementes, insumos agrícolas, pesquisas e tecnologia para o campo, produtos para irrigação, embalagens, entre outras.

Com o tema “Todo mundo vê o desenvolvimento da Fruticultura. Está estampado na nossa cara”, a Expofruit 2018 tem a expectativa de movimentar R$ 40 milhões e de receber um público de 15 mil pessoas nos três dias da feira.

Serão mais de 300 estandes com o tamanho de 12 m2 e valor de R$ 3 mil cada, distribuídos numa área total de 15 mil m2. Os interessados devem entrar em contato com o diretor comercial João Manoel pelos telefones (84) 3312.6939/99950-7931 e 98812-6445.

A Expofruit 2018 é uma promoção da Promoexpo e é realizada por meio de uma parceria entre o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN).

Economia

Terminal Marítimo de Passageiros está consolidado como novo espaço de eventos de Natal

Construído em 2014 fruto do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Terminal Marítimo de Passageiros (TMP) do Porto de Natal passa a ser o novo espaço para a realização de grandes eventos da Capital do Rio Grande do Norte, tendo como grande diferencial a vista para o Rio Potengi, com uma varanda aberta onde se pode contemplar a natureza e um Pôr do Sol exuberante.

IMG_2637

Desde a sua construção, o TMP que possui área para embarque e desembarque, é utilizado para receber os passageiros vindos de outros países em Cruzeiros, que anualmente inserem Natal em suas rotas turísticas pela Costa Brasileira na temporada que vai de novembro a abril do ano seguinte. A maior parte dos turistas são americanos e europeus.

O salão de evento do TMP com capacidade para até 1.500 pessoas é totalmente climatizado, possui banheiros, copa, elevadores e saídas de emergência, atendendo as normas de segurança e de acessibilidade. Já o Mirante, que fica no segundo andar, acomoda até 600 pessoas e possui dois ambientes: aberto e fechado (climatizado). Dispõe de banheiros, elevador e também de cozinha.

Fernando Dinoá, diretor-presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), responsável pela administração do local, acredita em uma integração maior a partir de agora entre a sociedade e o Porto de Natal. “Integrar a sociedade ao nosso Porto é uma das metas da nossa gestão, e além de abrirmos o TMP para os eventos, vamos continuar com o projeto da CODERN abrir o processo licitatório para a instalação permanente de um restaurante no local, que possui a vista mais bonita e encantadora da Cidade do Sol”, afirma Dinoá.

Informações comerciais do Terminal Marítimo de Passageiros:
Telefone: (84) 4005-5323
E-mail: comissaotmp@codern.com.br 

IMG_2643

Economia

Garibaldi, Agripino e Beto Rosado se reúnem com representantes do setor Salineiro em Mossoró

Os senadores Garibaldi Filho e José Agripino, juntamente com o deputado federal Beto Rosado, se reuniram nesta terça-feira (31), em Mossoró, com representantes da indústria salineira.

Os representantes demonstraram preocupação com o tabelamento do frete e o impacto no escoamento do sal, um dos principais produtos produzidos no Rio Grande do Norte.

A comissão pediu que os representantes da bancada federal levem o caso à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), sugerindo uma taxação diferenciada para o produto, além de acompanhar em Brasília o andamento da ação de inconstitucionalidade que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com os produtores, o frete tabelado coloca em risco e causa impacto negativo no sal potiguar que já vem sofrendo no mercado interno com o sal chileno, que encontra vantagens dentro do próprio território brasileiro.

Economia

Cade aprova compra do grupo Ale pela Glencore

Do InfoMoney

A Superintendência-Geral do Cade, órgão regulador da concorrência no Brasil, aprovou nesta sexta-feira a aquisição de 78% da distribuidora de combustíveis Ale pelo grupo suíço Glencore, segundo informações obtidas com exclusividade pelo InfoMoney. O parecer do caso deve ser divulgado ainda hoje pelo conselho e a aprovação se deu sem nenhuma restrição.

“Observa-se que a presente Operação não gera sobreposições horizontais, dado que o Grupo Glencore e o Grupo Ale não atuam nos mesmos mercados. Enquanto o primeiro atua na produção de etanol (dentre outros mercados não relacionados com o da empresa objeto), o segundo opera na distribuição de combustíveis”, afirma o parecer da superintendência ao qual o InfoMoney teve acesso.

A Ale é a quarta maior distribuidora de combustíveis do país. A compra da companhia era vista como o último grande movimento do mercado. Ela vinha sendo cobiçada por diversas companhias do setor. No ano passado o grupo Ultra, dono da rede Ipiranga, tentou comprar a Ale, mas a operação foi rejeitada pelo Cade. A BR Distribuidora domina o setor com 28%, a Ipiranga tem 20%, e a Raízen, 20,6%. A Ale tem cerca de 4% do mercado.

Economia

Instalação de parques eólicos em assentamentos de reforma agrária será discutida em Natal

A adversidade climática e hidrológica no Nordeste brasileiro dificulta a atividade agrícola do homem do campo. Por outro lado, há áreas na região com potencial para instalação de usinas eólicas próximas de comunidades rurais no interior do estado, muitas delas definidas por assentamentos de reforma agrária e que, por restrições legais, impossibilitadas de fazerem parte de projetos eólicos.

De acordo com informações do Incra/RN, o Rio Grande do Norte – estado considerado o maior produtor de energia eólica do país – a geração de energia elétrica produzida a partir da força dos ventos beneficiaria aproximadamente 60% dos quase 300 assentamentos criados pelo Incra no estado, o equivalente a cerca de 170 áreas.

Nesse contexto, o Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) criou a Comissão Executiva para a Regulamentação e Monitoramento de Atividades Energéticas em Projetos de Assentamento da Reforma Agrária, cujo objetivo é discutir a possibilidade da participação de áreas de assentamentos no desenvolvimento de projetos eólicos como forma de oferecer sustentabilidade a essas localidades.

Para Jean-Paul Prates, presidente do CERNE, as áreas da reforma agrária também devem ser beneficiadas com os investimentos decorrentes da instalação de parques eólicos. “As regiões que concentram a maior parte dos assentamentos federais na Estado coincidem com as regiões com maior incidência de ventos com capacidade para geração de energia”, acrescenta.

A Comissão Executiva será oficialmente instalada durante o X Fórum Nacional Eólico – Carta dos Ventos [+10], que acontece nesta semana, de 25 a 27 de julho, no auditório da Escola de Governo do Rio Grande do Norte, no Centro Administrativo, em Natal. Em 2018 o evento celebra uma década de consolidação da indústria eólica no Brasil.

Economia

Terminal Salineiro de Areia Branca é desembargado pelo IBAMA e volta a funcionar normalmente

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) foi comunicada no início da tarde desta quinta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), que o Terminal Salineiro de Areia Branca, o Porto-Ilha, foi desembargado e pode retornar as atividades normais imediatamente.

O embargo se deu no dia 12 de julho e imediatamente a CODERN concentrou os esforços necessários para se atender as exigências emergenciais. Nos próximos 30 dias estará sendo assinado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre a Companhia e o IBAMA para ser executado e assim todas as pendências serem solucionadas.

O Presidente da CODERN, Fernando Dinoá, coordenou os trabalhos, contando com o apoio dos outros dois diretores: Emiliano Rosado (Técnico-Operacional) e José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro), da Secretaria Nacional de Portos, além dos assessores, funcionários da Companhia e também dos clientes e fornecedores que compreenderam o momento e se uniram à causa, no que aproveita para agradecer a todos.

EconomiaEstado

Arrecadação do RN cresce 4,8% e soma R$ 2,7 bilhões no primeiro semestre, diz G1

Do G1RN

O Estado do Rio Grande do Norte arrecadou R$ 2,7 bilhões em impostos no primeiro semestre deste ano. Comparada a 2017, a arrecadação teve um crescimento real de 4,8%, ou seja, R$ 200 milhões de aumento.

De acordo com os dados da Coordenadoria de Arrecadação e Controle Estatístico, da Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte (SET-RN), o número representa a arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que engloba mais de 95% dos impostos arrecadados pelo Estado. Os outros, por serem mínimos, não estão incluídos na conta. O aumento é usado para cumprir o orçamento do governo.

Em 2017, a arrecadação no primeiro semestre foi de R$ 2,5 bilhões. Considerando a inflação, o aumento real deste ano é de 4,8%, ou seja, R$ 200 milhões. A pasta também registrou crescimento nominal em todos os meses do ano até agora, com exceção de junho, que registrou uma queda de R$ 8 milhões comparado ao mesmo mês em 2017.

O motivo da redução, segundo a secretaria, foi a greve dos caminhoneiros, pois os setores que registraram redução são os atacadista e industrial, os mais afetados pela paralisação. O Rio Grande do Norte é o 8º em todo o país em termos de crescimento de arrecadação, quando levados em consideração os meses de janeiro a abril.

EconomiaEstado

IBAMA realiza nova vistoria na Gerência e Terminal Salineiro de Areia Branca

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que uma nova vistoria foi realizada pelo IBAMA, na manhã desta terça-feira (17), na Gerência e Terminal Salineiro de Areia Branca.

O diretor-presidente Fernando Dinoá, juntamente com representantes da Capitania dos Portos, além de Ogarito Linhares, diretor do Departamento de Outorgas Portuárias da Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Uirá Cavalcante de Oliveira, Coordenador-Geral de Gestão Ambiental da SNP, acompanharam os trabalhos que foram realizados para atender às exigências do IBAMA.

Em relação ao prazo para resposta da nova vistoria é um assunto interno do IBAMA que a CODERN não tem como prever.

Economia

Presidente da CODERN e técnicos da SNP estão em Areia Branca para coordenar ações emergenciais no Porto-Ilha

O presidente da Companhia Docas do RN, Fernando Dinoá, desembarcou de Brasília em Natal, na manhã deste sábado (14), e já se dirigiu ao município de Areia Branca, para coordenar as ações emergenciais objetivando o desembargo do Porto-Ilha. Está acompanhado por Ogarito Linhares, diretor do Departamento de Outorgas Portuárias da Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Uirá Cavalcante de Oliveira, Coordenador-Geral de Gestão Ambiental da SNP, além dos outros dois diretores da CODERN: Emiliano Rosado (Técnico-Operacional) e José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro).

“Assumi a Presidência da Codern há oito dias e já deixei claro aos funcionários que Segurança Industrial e Meio Ambiente são áreas prioritárias e fundamentais para as operações portuárias. Não abrirei mão dessas premissas. Os desafios são muitos mas a minha disposição de lutar e vencer são maiores. Venceremos esses obstáculos e retornaremos as nossas atividades portuárias o mais breve possível”, destaca Fernando Dinoá.

Na sexta-feira (13), Dinoá se reuniu em Brasília com os Ministros dos Transportes (Valter Casimiro) e Meio Ambiente (Edson Duarte), com apoio da bancada federal potiguar, representada pelo seu coordenador, o deputado federal Felipe Maia. O Secretário Nacional de Portos, Luiz Otávio, os senadores Garibaldi Filho, José Agripino e os deputados federais Walter Alves e Rogério Marinho também estão empenhados acompanhando passo a passo as ações.

“Todas as ações estão sendo tomadas para que possamos solicitar uma nova vistoria o mais rápido possível”, finaliza Dinoá.

Economia

Em Brasília, Presidente da CODERN e Felipe Maia se reúnem com Ministros e Técnicos para tratar sobre embargo do Porto-Ilha

O presidente da Companhia Docas do RN, Fernando Dinoá, se reuniu logo na manhã desta sexta-feira (13), em Brasília com os Ministros Valter Casimiro (Transportes, Portos e Aviação Civil) e Edson Duarte (Meio Ambiente), na presença do deputado federal Felipe Maia, coordenador da bancada federal potiguar, para tratar sobre o embargo do Terminal Salineiro de Areia Branca pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), que estava representado pelo seu presidente, Luciano Evaristo e pela Diretora de Licenciamento Ambiental, Larissa Amorim. Os senadores Garibaldi Filho, José Agripino e o deputado federal Walter Alves, que mantiveram contato por telefone com o Ministro do Meio Ambiente, também empenhados, buscando solução para o problema.

Na reunião ficou decidido as medidas emergências que serão tomadas pela CODERN, sob a coordenação da própria diretoria e dos seus técnicos, para poder se realizar uma nova vistoria por técnicos do IBAMA.

Dinoá detalhou seu plano de trabalho objetivando a liberação mais rápida possível do Terminal Salineiro e considera a reunião bastante positiva. “Desde o momento que tivemos conhecimento do embargo pelo IBAMA, adotamos as providências necessárias com um Plano de Ação, vindo à Brasília e contando com o apoio da nossa bancada federal, do Ministério dos Transportes e da Secretaria Nacional de Portos. A reunião foi estratégica para que possamos ter as atividades normalizadas o mais rápido possível, por ser um equipamento fundamental para a economia não só do Rio Grande do Norte, mas do Brasil”, afirmou Dinoá.

Em nome da bancada federal potiguar, o deputado Felipe Maia reforçou a importância do Terminal Salineiro para a economia: “O Porto-Ilha é responsável por 60 mil empregos diretos e indiretos. Isso tem um reflexo positivo enorme na nossa economia. Precisamos estar atentos ao Porto-Ilha para preservá-lo, pois é por ele onde ocorre o escoamento de 95% do sal brasileiro, que é produzido em nosso Estado”, explicou Felipe Maia.

Também acompanharam a reunião, Ogarito Linhares, diretor do Departamento de Outorgas Portuárias da Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Uirá Cavalcante de Oliveira, Coordenador-Geral de Gestão Ambiental da SNP.

Economia

Nota da CODERN sobre embargo do Terminal Salineiro de Areia Branca pelo IBAMA

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) está concentrando todos os esforços no objetivo de atender as exigências do IBAMA relacionadas ao Terminal Salineiro de Areia Branca.

O Diretor-Presidente, Fernando Dinoá Medeiros Filho, está se encaminhando à Brasília para reuniões junto ao Ministério do Meio Ambiente e IBAMA, além da disponibilidade para assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), tendo em vista já dispor de um Plano de Ação elaborado e pronto para ser executado.

CidadesCulturaEconomia

Prefeitura de Caicó e paróquia apresentam programação da Festa de Sant’Ana 2018

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, e o pároco da catedral, padre Alcivan Tadeus Gomes, apresentaram no último domingo (1º) a programação oficial da Festa de Sant’Ana 2018. “Estamos nos esforçando para manter o alto nível do evento. E Caicó é peculiar, pois tem sua festa em vários espaços”, disse padre Alcivan.

O Município de Caicó é parceiro da Paróquia de Sant’Ana na programação cultural que é desenvolvida pela paróquia, com estrutura, com a Banda de Música Recreio Caicoense, com pessoal para segurança, organização do transito, limpeza pública, entre outras demandas.

“A Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência atua diretamente na mobilização da Marcha dos Idosos do Seridó, na primeira sexta-feira de Festa, e esse ano também seremos parceiros da Caminhada das Crianças com a Avó Sant’Ana, no primeiro sábado”, disse o prefeito.

Já a Secretaria de Educação, através da coordenação de Esportes, está à frente da Corrida de Sant’Ana, umas das maiores provas de rua do Rio Grande do Norte. O evento acontecerá no primeiro sábado de Festa de Sant’Ana, dia 21 de julho.

A prefeitura também é parceira da FAMUSE (Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó), uma realização do CRACAS e SEBRAE. Segundo a coordenadora da FAMUSE, Arlete Silva, o Município participa com investimento financeiro, disponibilização da Praça de Artesanato Dona Maria Vale, no Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana, e com o stand da Caicó Mostra Caicó.

A Saúde trabalha todos os dias, disponibilizando ambulâncias e profissionais para os eventos públicos, a vigilância sanitária com a fiscalização dos estabelecimentos de alimentação e bebidas, e o reforço nos plantões das casas de saúde

E esse ano o Município de Caicó desenvolverá por conta própria a programação na Ilha de Sant’Ana, com show de 25 a 29 de julho, espaços para parques, bares e lanchonetes.

festa2

Economia

Glencore Energy compra 78% da Ale Combustíveis

A Glencore Energy (Glencore), por meio de sua subsidiária no Brasil, assinou o contrato para aquisição de 78% da ALE Combustíveis (ALE). A conclusão da operação estará sujeita à aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Com 22 anos de história, a ALE é fruto da união da ALE Combustíveis com a Satélite Distribuidora de Petróleo e ocupa hoje a quarta posição no ranking das distribuidoras de combustíveis no Brasil. Possui uma rede de aproximadamente 1.500 postos em 22 Estados e cerca de 260 lojas de conveniência.

Após seu recente investimento no setor de distribuição de combustíveis mexicano, por meio da G500, o investimento da Glencore Energy na ALE representa um marco no mercado brasileiro de combustíveis. O investimento proporcionará à Glencore uma plataforma sólida para aproveitar as significativas oportunidades de crescimento no setor, sendo que a maior parte do aumento da demanda deverá ser suprido por importações.

O investimento da Glencore fortalecerá a ALE, proporcionando uma plataforma para maior participação no mercado e a oportunidade para a empresa melhorar seus serviços, logística e operações, beneficiando consumidores e revendedores.

Marcelo Alecrim, um dos fundadores da companhia, continuará liderando os negócios, com participação de 22% na empresa e assumirá a posição de Presidente Executivo do Conselho de Administração da ALE.

Mais informações sobre ALE e Glencore estão disponíveis nos sites das respectivas companhias: ALE (www.ale.com.br), Glencore (www.glencore.com).

Economia

Fernando Dinoá é o novo presidente da Companhia Docas do RN

O Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) elegeu e empossou o novo diretor-presidente da empresa pública no final da tarde desta sexta-feira (29), após indicação referendada pelo Ministério da Casa Civil.

Com mais de 30 anos de experiência na indústria do petróleo, atuando nos segmentos de upstream e downstream, Fernando Dinoá Medeiros Filho trabalhou como Executivo da Petrobras durante 16 anos (1984-2000) e em outros seis anos (2000-2006) também exerceu a mesma função na AleSat Combustíveis (ALE), onde exerceu diversas funções gerenciais. É empresário há 12 anos e também presidiu a Potigás (Companhia Potiguar Gás) entre Janeiro de 2012 e outubro de 2013.

Fernando Dinoá 1

O novo presidente Fernando Dinoá e o presidente do CONSAD, Reginaldo Lafayete

A posse de Dinoá ocorreu na sala da Presidência da CODERN, sob o comando de Reginaldo Lafayete da Silva Abreu, representante do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e Presidente do CONSAD, ao lado dos demais conselheiros: Gustavo Adolfo Andrade de Sá, Mauro de Moura Magalhães, Daniel Faria de Paiva, Airton Paulo Torres e Paulo Machado da Fonseca Júnior. Também estavam presentes, a esposa do novo presidente, Kely Regina das Chagas Medeiros, os outros dois diretores da Companhia: José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro) e Emiliano Rosado (Técnico-Comercial), além do representante do Porto de Maceió, o assessor jurídico Rogério Melo.

Diretores, Conselheiros e esposa do novo diretor

Diretores, Conselheiros e esposa do novo diretor

Dinoá, que tem em seu currículo a Graduação em Formação de Executivos (UnP), tendo sido o Aluno Laureado de sua turma, além de ser Pós-Graduado em Gestão Financeira de Empresas (UnP), afirmou que vai tomar as medidas gerenciais necessárias pela estabilidade financeira da CODERN.

“É uma missão de grande responsabilidade, pela importância dos Portos para o desenvolvimento econômico. Assumo e abraço esse desafio profissional afirmando que vamos buscar receitas e equilibrar as despesas da CODERN”, afirmou o novo presidente, ressaltando que sua gestão terá uma ampla comunicação interna e externa dos seus atos. “E adianto que as portas da minha sala estão abertas aos servidores e à sociedade”, finalizou.

Adécio Filho, Fernando Dinoá e Emiliano Rosado

Adécio Filho, Fernando Dinoá e Emiliano Rosado

Economia

CODERN deixa de ser ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser ‘Empresa Pública’

A União passa a deter de 100% do capital social da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), que administra o Porto de Natal, Terminal Salineiro de Areia Branca e Porto de Maceió. A decisão ocorreu nesta quinta-feira (21), em Assembleia Geral Extraordinária transcorrida na sede da empresa.

Com isso, a CODERN deixa de ser uma ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser uma ‘Empresa Pública’. Na reunião, a União foi representada por Milton Bandeira Neto, Procurador da Fazenda Nacional. Já a Companhia estava representada pelo seu Diretor-Presidente Interino, José Adécio Costa Filho e pela Gerente Jurídica, Mariana Fernandes Cabral, designada para secretariar os trabalhos.

José Adécio Filho explicou os benefícios para a Companhia com a mudança. “Com a União sendo o acionista único e controlador da CODERN, passamos a ter um processo decisório mais fácil e ágil. E ao mesmo tempo o Governo Federal fica com a responsabilidade ainda maior”, destacou o Diretor-Presidente Interino, destacando ainda que a medida trará uma economia anual de R$ 100 mil, já que os conselheiros representantes dos acionistas externos serão destituídos dos Conselhos.

Entenda:

O que é uma empresa com Sociedade de Economia Mista?

É uma empresa constituída por capital público e privado, sendo a parte do capital público maior, pois a maioria das ações devem estar sob o controle do Poder Público.

O que é uma Empresa Pública?

É administrada exclusivamente pelo poder público, instituída por um ente estatal, com a finalidade prevista em lei e sendo de propriedade única do Estado. A finalidade pode ser de atividade econômica ou de prestação de serviços públicos.

CODERN Empresa Pública

Economia

Fortaleza se consolida como centro de conexões aéreas, os famosos HUB’s, diz O Globo

Com a entrada da empresa alemã Fraport na administração do Aeroporto Internacional Pinto Martins, o Ceará projeta mais de 40 novas rotas semanais.

Segundo ‘O Globo’ desta segunda-feira (18), Fortaleza se consolida como centro conexões aéreas, os HUB’s.

Enquanto isso, o RN continua na expectativa do HUB da Latam…se é que ainda vem.

EconomiaEstadoTurismo

Voo 5183 da Azul Linhas Aéreas desembarca em Mossoró

Azul 1

Às 15h o ATR 72-600, da Azul Linhas Aéreas, desembarcou em Mossoró. O voo inaugural da companhia na cidade marca a reativação do Aeroporto Dix Sept Rosado.

Uma comitiva de políticos, secretários, além da diretoria da Azul, desembarcou da aeronave que partiu de Recife (PE) por volta das 13h35. O desembarque foi assistido por um grande público presente no aeroporto.

O ato contou com a presença do governador Robinson Faria, da prefeita Rosalba Ciarlini, dos secretários de Estado Manoel Gaspar (Turismo), Sheila Freitas (Segurança Pública e Defesa Social), Jader Torres (Infraestrutura), do diretor geral do DER, Ernesto Fraxe, do diretor da Datanorte, Rildo Tarquínio, dos deputados federais Fábio Faria e Beto Rosado, de prefeitos de vários municípios da região, além do presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa, vereadores e populares.

Azul 2

Nova rota

A linha Mossoró-Recife vai utilizar aeronaves modelo ATR 72-600 com capacidade para 70 passageiros. Os voos acontecerão às segundas, quartas, sextas e domingos. A partir do dia 4 de novembro, as frequências serão diárias, com exceção do sábado.

As passagens custam a partir de R$ 103,97 e podem ser adquiridas em todos os canais de venda da Azul.

O percurso será realizado em 90 minutos e permite acesso, a partir de Mossoró, a vários destinos, como Guarulhos, Campinas, Fortaleza, Rio de Janeiro, Aracaju, Maceió e Juazeiro do Norte, uma vez que Recife é um dos principais centros de conexão da Azul.

Economia

Expofruit 2018 será realizada na Estação das Artes

A Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada (Expofruit) contará com 200 expositores e será realizada este ano na Estação das Artes Elizeu Ventania. Luiz Roberto Barcelos, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX), esteve reunido na tarde de hoje com a prefeita Rosalba Ciarlini e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo, Lahyre Neto para discutir detalhes da feira, que contará com a parceria da Prefeitura.

“O município é parceiro da Expofruit porque entende o quanto o setor da fruticultura gera emprego e renda na cidade”, destacou a prefeita. Luiz Roberto agradeceu o apoio por parte do município. “Todo o setor da fruticultura do Rio Grande do Norte sai satisfeito com esse apoio da Prefeitura. O mais importante é a integração junto com o corpo técnico e cultural para que a gente possa fazer um evento que realmente atenda às necessidades da cidadão e da população”, comentou.

Também participaram da reunião o secretário Layre Rosado, o Presidente do PREVI, Elviro Rebouças e o assessor institucional do COEX, Frederick Escóssia.

Economia

Caicó tem Semana do Boné

A tradição da indústria têxtil fez Caicó ganhar o mercado nacional e ser reconhecida como a capital Nordestina do Boné e do Chapéu. O setor boneleiro terá um destaque especial durante a EXPOCAICÓ 2018 e realizará, dessa terça até a quinta-feira, 05 a 07 de junho, a Semana do Boné. O evento acontecerá no Centro de Unidades Móveis do SENAI, na Praça Dom José Delgado, bairro Paraíba, sendo aberto ao público.

A programação contará com exposição de máquinas, novas tecnologias e insumos para confecção de bonés e bordados pelas empresas Lola Soluções Têxteis, Barudan e SaneAbas. Além da interação entre os empresários, a Semana do Boné também contará com a participação do SENAI, IFRN, Sebrae e Banco do Nordeste.

Boné