EconomiaTurismo

Cruzeiro movimenta e embeleza ainda mais o verão potiguar

Capital do Rio Grande do Norte, Natal fica com seu cenário de verão ainda mais bonito quando recebe um Cruzeiro, como o Seabourn Sojourn, que é o segundo da nova temporada iniciada em novembro de 2017. É um dos luxuosos navios apresentados pela companhia Dreamlines, e está em serviço desde 06 de junho de 2010.

O navio de 198 metros que trouxe 414 passageiros, teve última parada na Ilha Devil’s Island, vulgarmente conhecida como Ilha do Diabo, na Guiana Francesa. Chegou em Natal às 07h desta quarta-feira (17) e partiu ao final da tarde para Recife, capital pernambucana.

A estimativa é que cada passageiro gasta uma média de U$ 200 dólares ao passar o dia em programação pelas Praias de Pipa, Genipabu e Maracajaú, que são oásis do nosso Estado, outros optam por conhecer o comércio local e visitar pontos turísticos, aquecendo o comércio e movimentando a economia. E já está programado um navio de turismo para o próximo dia 23, podendo até ultrapassar a temporada passada que teve 10 cruzeiros.

“Isso mostra a importância do Porto de Natal e deve sensibilizar o seguimento do turismo a buscar mais cruzeiros para a nossa cidade, até porque pesquisas indicam que a maioria desses turistas retornam em outra oportunidade para a cidade ocupando e beneficiando também a rede hoteleira”, destaca o Presidente da CODERN, Emerson Fernandes Daniel Júnior.

Seabourn Sojourn

As cozinhas a bordo do Cruzeiro Seabourn Sojourn estão sob a direção do famoso chef Charlie Palmer, que já recebeu o Prêmio James Beard (considerado “Óscar da culinária”). Como membro do Chaîne de Rôtisseurs, o staff da cozinha está dedicado em assegurar menus criativos, modernos e encantadores.

O cruzeiro possui biblioteca, café, área multimídia, casino, grande variedade de artistas musicais, comediantes, dançarinas e DJ’s, spa, sauna, pista de golf,  jacuzzis, além de uma marina de esportes retratável, aonde é possível praticar windsurf, ski aquático, caiaque, etc. A marina está protegida por redes de metal, tornando seguro nadar diretamente na água do mar. Sem falar na diversidade de lojas para aqueles que procuram fazer algumas compras.

Foto: Dinarte Mariz

Foto: Dinarte Mariz

EconomiaEstado

Porto de Natal recebe primeiro cruzeiro de 2018 nesta quarta-feira (17)

O Porto de Natal estará recebendo nesta quarta-feira (17), às 07h, seu primeiro cruzeiro de 2018, o Seabourn Sojourn, que é o segundo da nova temporada iniciada em novembro de 2017. É um dos luxuosos navios apresentados pela companhia Dreamlines, e está em serviço desde 06 de junho de 2010.

O navio de 198 metros que vem trazendo 414 passageiros, teve última parada na Ilha Devil’s Island, vulgarmente conhecida como Ilha do Diabo, na Guiana Francesa. De Natal, seguirá para Recife, capital pernambucana, com saída prevista para às 17h.

Detalhe é que as cozinhas a bordo do Seabourn Sojourn estão sob a direção do famoso chef Charlie Palmer, que já recebeu o Prêmio James Beard (considerado “Óscar da culinária”). Como membro do Chaîne de Rôtisseurs, o staff da cozinha está dedicado em assegurar menus criativos, modernos e encantadores.

O cruzeiro possui biblioteca, café, área multimídia, casino, grande variedade de artistas musicais, comediantes, dançarinas e DJ’s, spa, sauna, pista de golf,  jacuzzis, além de uma marina de esportes retratável, aonde é possível praticar windsurf, ski aquático, caiaque, etc. A marina está protegida por redes de metal, tornando seguro nadar diretamente na água do mar. Sem falar na diversidade de lojas para aqueles que procuram fazer algumas compras.

Sojourn

Economia

Flávio Rocha avalia 2017 como um ano positivo para a economia brasileira: a inflação e os juros caíram e o PIB cresceu

O empresário potiguar Flávio Rocha foi palestrante ao lado do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra de Brasília, sobre as perscrutas econômicas do Brasil para 2018.

A Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra é uma Igreja Evangélica neopentecostal do Brasil. Foi fundada em fevereiro de 1992, em Brasília, pelo Bispo Robson Rodovalho e pela Bispa Maria Lúcia Rodovalho, presidentes do ministério. Após um racha da Comunidade de Goiânia.

Rocha avaliou 2017 como sendo um ano positivo para a economia brasileira, onde a inflação e os juros caíram e o PIB cresceu.

Economia

RN tem novo recorde de arrecadação de ICMS

O RN encerrou 2017 com novo recorde de arrecadação. O mês de dezembro rendeu aos cofres públicos R$ 469,6 milhões em ICMS, contra R$ 446 milhões de 2016. Um aumento superior a R$ 20 milhões.

O anúncio da arrecadação foi feito pelo Sindicato dos Auditores Fiscais nesta segunda-feira (08). Os auditores estaduais, mesmo com atraso nos salários e em luta pela regularização do calendário de pagamento, estão desenvolvendo atividades extras de inteligência e fiscalização itinerante, para combater a sonegação fiscal, incrementar as receitas e ajudar o RN a sair da crise.

O resultado positivo foi divulgado junto com uma explicação do Sindifern sobre a composição salarial da categoria, em resposta a especulações de que os auditores estaduais ganham salários iguais a de ministros do STF .

“A remuneração do Fisco estadual segue a média nacional e é resultado de uma política salarial de mérito, como estímulo ao crescimento da arrecadação própria. Todas as vantagens do fisco se limitam a 90,25% da remuneração dos desembargadores do TJRN. Ou seja, nosso teto é menor que o subsídio dos desembargadores e não de ministros do STF. Seguimos rigorosamente o que determina a Constituição Federal e a Estadual”, explicou Freitas.

O desempenho da Tributação do RN, mesmo no cenário de crise, impressiona. Comparado ao Estado da Paraíba, o Fisco Potiguar (com 382 auditores) conseguiu arrecadar R$ 150 milhões a mais em 2017 que o Fisco Paraibano, que conta com efetivo de 716 fiscais.

“A saída da crise, além da volta do crescimento da economia, está em valorizar o servidor, garantir as condições de trabalho e estimular o incremento das receitas. Estamos com nossos salários atrasados como todos os demais servidores. Hoje é que devemos, segundo garantiu o Governo, receber o pagamento de novembro. Por isso, também estamos na luta para voltar a receber em dia. Assim poderemos seguir firmes no nosso trabalho de fiscalização, combatendo a sonegação, para aumentar a arrecadação e ajudar o Estado a sair da crise”, finalizou.

Economia

Porto de Natal ultrapassa o de Pecém (CE) em exportação de frutas

O Diário do Nordeste informa que mudou o ranking dos portos exportadores de frutas: no primeiro lugar, tradicionalmente ocupado pelo de Pecém (CE), está agora o Porto de Natal, pelo qual foram exportados em 2017, o equivalente a US$ 232,6 milhões. Pelo de Pecém, só US$ 132,8 milhões.

O aumento na exportação de frutas pelo RN se deve ao esforço da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) que conseguiu uma nova escala semanal da CMA-CGM levando melões do RN para a Europa.

Economia

Agripino se reúne com presidente da Petrobras e consegue garantia de investimentos para o RN

Em reunião nesta semana, no Rio de Janeiro, com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, o presidente nacional do Democratas, senador José Agripino (RN), conseguiu boas notícias para o Rio Grande do Norte. A principal delas é a confirmação de que a estatal, em 2018, irá aplicar cerca de R$ 2,5 bilhões no estado, entre salários e investimentos. Uma das principais áreas investidas será a continuação dos estudos sismológicos a 70 km da costa do RN no mar, “onde, tudo indica, há uma enorme província petrolífera (de petróleo de gás e óleo)”, explicou Agripino. “Os estudos sismológicos estão avançados, já fizeram sismologia em 1,5 km com muito boas perspectivas de petróleo e gás. Esse trabalho demora mais de 1 ano, ou seja, será a médio prazo. Se confirmada essa prospecção, o RN poderá ser uma nova Bacia de Campos. Poderá haver muito investimento novo e a Petrobras do RN voltará a ser muito maior do que já foi em Mossoró, por exemplo, e em outros pontos do estado”, acrescentou o senador.

Agripino disse ainda que ouviu de Parente a garantia de que serão aplicados em investimentos só no Rio Grande do Norte cerca de R$ 800 milhões. “Os investimentos já estão em curso. E o que me anima é ver claramente a maior prova da viabilidade dessa expectativa que deve se confirmar. Porque o estudo sismológico é caro e a Petrobras só investe nesses estudos quando há perspectivava real de encontrar petróleo. Ele me garantiu que os estudos no RN continuam a pleno vapor. E, a meu ver, é a grande prova de que essa província petrolífera tem viabilidade”, afirmou o parlamentar.

Outra notícia que Agripino levou sobre o RN na reunião com Pedro Parente foram os leilões de “campos maduros”. Já em janeiro, a Petrobras, fará um leilão dos chamados “campos maduros” do estado. Esses campos são aqueles de petróleo que ainda têm matéria prima, mas estão desativados.

Economia

Terminal Salineiro de Areia Branca volta a funcionar

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN – comunica a volta funcionamento do Terminal Salineiro de Areia Branca, ocorrida às 08h desta quinta-feira (14), após nova vistoria realizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego na tarde da quarta-feira (13).

A plataforma localizada no Oceano Atlântico é responsável pelo escoamento do sal produzido no Rio Grande do Norte e já está novamente em funcionamento.

A interdição ocorreu no dia 01 de dezembro e a CODERN vai intensificar esforços para evitar prejuízos econômicos.

Economia

Juros caem para 7% ao ano, menor taxa desde 1986

Diante da melhora da economia brasileira e da queda da inflação, a diretoria do Banco Central, em decisão unânime, optou por cortar os juros pela décima vez consecutiva. A taxa, agora, caiu para 7% ao ano – o menor nível desde 1986, quando o BC começou a definir essa taxa. Para os brasileiros, isso significa mais emprego, mais crescimento e crédito mais barato.

Esse novo cenário, com juros mais baixos, só foi possível depois de medidas que criaram condições para taxas menores. O teto dos gastos, o ajuste fiscal e outras medidas que reorganizaram a economia deram o espaço de que o Banco Central precisava para fazer esses cortes.

Essa decisão é tomada em um grupo que reúne os diretores do Banco Central oito vezes por ano para decidir qual será a taxa básica de juros. O nome desse grupo é Copom, que é a sigla para Comitê de Política Monetária.

Em comunicado divulgado após a decisão, a diretoria do BC afirmou que o comportamento da inflação “tem evoluído conforme o esperado”.

Importância da Selic

A definição da taxa Selic é importante para a economia por ser uma referência para investimentos. Os juros são considerados a menor taxa de retorno para o custo do dinheiro. Ou seja, quando um empresário decide tirar um projeto do papel, ele avalia se o lucro do projeto é maior ou menor que essa taxa básica.

Se a Selic for menor do que a taxa esperada de lucro do investimento, o mais provável é que esse empresário mantenha esses recursos investidos em alguma aplicação financeira, com risco menor.

Empréstimos e financiamentos

A taxa básica de juros também tem influência direta sobre o quanto um consumidor paga por empréstimos e financiamentos. Quando o BC altera o valor da taxa, também muda o custo dos bancos para captar recursos, dinheiro que será emprestado posteriormente aos clientes.

Se o custo do banco sobe, o empréstimo para o consumidor também pode subir. Se a taxa baixa, esse custo pode baixar. Os juros básicos ainda têm uma importância grande, porque ajudam a controlar a inflação.

O que é meta de inflação

No Brasil, para os preços não saírem de controle, foi criado um sistema de metas de inflação. Ele funciona assim: o Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão formado por ministros de Estado, define um objetivo a ser perseguido pelo Banco Central. Em 2017, a meta é uma inflação em 4,5%.

Essa meta, no entanto, permite uma margem para abrigar possíveis crises e choques de preço. Ou seja, em situações excepcionais, o IPCA pode chegar a, no máximo, 6% e a, no mínimo, 3%.

Juros

Economia

Bancada se reúne com Ministro do Meio Ambiente para tratar sobre sal potiguar

Para tentar resolver a questão da segurança jurídica do setor salineiro do Rio Grande do Norte – maior produtor de sal do Brasil – a bancada federal voltou a se reunir nesta quarta-feira (06) com o Ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho.

Participaram da audiência, os senadores Garibaldi Filho (PMDB) e José Agripino (DEM), além dos deputados federais Antônio Jácome (Podemos), Beto Rosado (PP), Fábio Faria (PSD), Felipe Maia (DEM), Rafael Motta (PSB), Rogério Marinho (PSDB) e Walter Alves (PMDB).

O senador Agripino teve sua sugestão acatada para que especialistas em meio ambiente e legislação ambiental participem da elaboração de um texto que atenda tanto os interesses do estado quanto do governo federal.

Hoje, representantes do setor salineiro querem a edição de um decreto que reconheça a atividade salineira como de interesse social – atestando, inclusive, segurança jurídica – e que seja protegida pelo Código Florestal Brasileiro. “Não temos um marco regulatório e nossa atividade não pode ser transferida para outro local. São três séculos de história, seis milhões de toneladas de sal produzidas por ano e um faturamento que beira R$ 1 bilhão”, afirmou o presidente do Sindicato da Industria de Sal (SIESAL), Airton Torres, que participou da reunião e entregou documento técnico ao ministro.

Por outro lado, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) defende a elaboração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), mas a indústria salineira acredita que a medida, além de temporária, não atende aos interesses da categoria.

_DSC9422

Economia

Nota da CODERN sobre ação do Ministério do Trabalho no Terminal Salineiro de Areia Branca

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) está envidando todos os esforços no objetivo de ver solucionadas todas as pendências listadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego relacionadas ao Terminal Salineiro de Areia Branca, esclarecendo que não envolvem aspectos estruturais, dizem respeito em sua maior parte à questões documentais, que já estavam em pleno encaminhamento de solução e estão em fase conclusiva.

Economia

Arrecadação de ICMS em novembro é a 2ª maior da história do RN

Uma boa notícia para o Rio Grande do Norte: a Secretaria de Tributação está fechando o balanço da arrecadação de ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços do mês de novembro e o montante parcial da arrecadação própria já ultrapassa os R$ 482 milhões de reais. É a segunda maior arrecadação da história do Estado, superando em mais de R$ 43 milhões a arrecadação do mesmo período do ano passado.

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais, Fernando Freitas, os números revelam o resultado do esforço do Fisco para cumprir o compromisso assumido com a sociedade de intensificar o combate à sonegação fiscal e incrementar as Receitas, com intuito de ver regularizados os pagamentos dos salários dos servidores estaduais e a melhoria do quadro fiscal do Rio Grande do Norte.

 “A arrecadação de novembro é fruto do esforço fiscal que estamos fazendo, com diversas operações especiais voltadas ao combate de ilícitos tributários, barreiras nas estradas e fiscalizações itinerantes nos estabelecimentos comerciais. Vamos superar a meta do plano de incremento da arrecadação própria entregue ao Governo na última audiência no final de outubro”, destacou Freitas. Nos últimos 2 meses, são mais de R$ 74 milhões de aumento nas receitas próprias, fruto principalmente da atuação competente do Fisco do RN, e de seu compromisso com a sociedade Potiguar. “Estamos fazendo a nossa parte, o Governo tem que fazer também a sua, voltando com os investimentos sistemáticos na Administração Tributária, e principalmente, honrando o direito de recebermos em dia e propor um calendário para os nossos salários”, finaliza o presidente do Sindifern.

 Somando o acumulado do ano, a arrecadação própria já rendeu aos cofres públicos em 2017 quase R$ 5,1 bilhões de Reais. Lembrando que o total de novembro ainda pode subir, devido a ajustes na compensação bancária.

Economia

Varejistas contabilizam mais de 100 mil novos empregos no primeiro mês da nova lei trabalhista

O Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) já contabiliza mais de 100 mil novos postos de trabalho gerados antes mesmo da nova lei trabalhista completar um mês em vigor. Os números foram apresentados pela entidade em reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que foi relator da modernização da lei trabalhista. O encontro ocorreu nesta terça-feira (28).

Segundo Rogério Marinho, os dados apresentados pelo IDV confirmam a expectativa de uma forte geração de empregos no país com a entrada em vigor da modernização das leis trabalhistas. “Nós colocamos o Brasil no século 21 e a expectativa é realmente muito positiva em todos os setores. Esperamos que o país possa voltar a crescer, gerando emprego e renda para os brasileiros”, disse.

Fundador e membro do conselho do IDV, o empresário Flávio Rocha disse que esses números se referem apenas aos levantados entre os integrantes da entidade. O grupo aproveitou a oportunidade para enfatizar a importância da nova lei para o país, que registra alto índice de desemprego nos últimos anos.

Iniciativa de empresários e presidentes das maiores empresas do setor, o Instituto para Desenvolvimento do Varejo, nasceu em 2004 para fortalecer a representação de empresas varejistas de diferentes setores de atuação nacional. O presidente do IDV, Antonio Carlos Pipponzi, participou da reunião, assim como vários membros da diretoria.

Rogério Marinho_IDV e Rodrigo Maia (3)

Economia

Salários em atraso dos servidores estaduais tiram cerca de R$ 1 bilhão de circulação do comércio do RN, diz economista do IBGE

Com o atraso salarial dos servidores do Estado, mais o previsto em torno dos pagamentos de novembro, dezembro e 13º salário, cerca de R$ 1 bilhão deve deixar de circular no comércio local no último bimestre de 2017.

A estimativa é do economista Aldemir Freire, do IBGE, em entrevista a edição impressa da Tribuna do Norte. Ele se baseia no que representa a folha salarial do Estado (R$ 600 milhões/mês).

Economia

Ricardo Amorim fala em Natal sobre as tendências para a economia em 2018

Voz ativa de uma geração, com ampla experiência em economia, palestrante reconhecido internacionalmente, que vê o Brasil de fora, com uma perspectiva mais ampla dos negócios.

Estas são apenas algumas características relacionadas ao economista Ricardo Amorim, que vai estar em Natal no próximo dia 12 de dezembro para ministrar uma palestra sobre as tendências da economia no Brasil em 2018.

O evento será realizado no Teatro Riachuelo e comemora os 10 anos da revista NEGÓCIOS.net.

Na ocasião, serão homenageados empresas e empreendedores que fizeram a diferença em 2017.

As senhas já estão disponíveis na bilheteria do Teatro ou na internet através do ingressorapido.com.

O Fórum Negócios é uma realização da Acarta Comunicação, empresa que edita a Revista NEGÓCIOS.net, com apoio da Condor Investimentos e Dois A Engenharia.

EconomiaTurismo

CODERN estima que Cruzeiro Seabourn Quest pode ter movimentado até R$ 300 mil na economia local

O início da nova temporada de Cruzeiros do Porto de Natal aquece a economia local e é considerada importante pelo comércio nesse momento delicado de crise que se atravessa. A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que o Seabourn Quest possa ter deixado até R$ 300 mil, já que os turistas fazem passeios turísticos e compras, além de visitar shoppings e restaurantes. É uma média de gasto de R$ 200 dólares por passageiro.

Os 428 passageiros da embarcação de luxo de 32.000 toneladas cúbicas de espaço, distribuídas por 198m de comprimento e 28m de largura, em 15 decks de acesso público, chegaram às 07:30 e deixaram a cidade às 17h15 desde sábado (18), após partiram de Miami (EUA), passarem pela Guiana Francesa e chegarem ao Brasil pela capital do RN. A próxima parada é em Recife (PE).

Os passageiros estão distribuídos em 225 amplas suítes de luxo, das quais 202 têm varanda e sete têm acesso facilitado para cadeiras de rodas. O navio dispõe de seis bares e salões para serem aproveitados a bordo, assim como um centro de fitness, salão de shows, piscinas, saunas, e uma marina retrátil que permite os hóspedes nadarem, praticarem o snorkel, windsurf, caiaque, ou ski aquático, sem terem que se ausentar do navio.

A Previsão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) é receber 10 Cruzeiros na nova temporada e o próximo está programado para 30 de novembro.

Foto: Durval Ribeiro/Superservice

IMG_1463

EconomiaTurismo

Nova temporada de Cruzeiros em Natal começa neste sábado (18)

O Cruzeiro Seabourn Quest, do grupo Carnival, que já esteve em Natal em outras temporadas, retornará à Capital do Rio Grande do Norte neste sábado (18), com previsão de atracação no Porto às 07h.

O navio de bandeira das Bahamas vem da Guiana Francesa com 428 passageiros. De Natal, a embarcação de luxo de 32.000 toneladas cúbicas de espaço, distribuídas por 198m de comprimento e 28m de largura, em 15 decks de acesso público, seguirá para Recife (PE).

Os passageiros estão distribuídos em 225 amplas suítes de luxo, das quais 202 têm varanda e sete têm acesso facilitado para cadeiras de rodas. O navio dispõe de seis bares e salões para serem aproveitados a bordo, assim como um centro de fitness, salão de shows, piscinas, saunas, e uma marina retrátil que permite os hóspedes nadarem, praticarem o snorkel, windsurf, caiaque, ou ski aquático, sem terem que se ausentar do navio.

A Previsão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) é receber mais um Cruzeiro no próximo dia 30 de novembro. E a previsão para a nova temporada que termina em março de 2018 é receber um total de 10 navios de passageiros.

Conheça o interior do Navio Seabourn Quest, que passará por Natal no sábado (18):

 

 

 

Economia

Zenaide, Hermano, George Soares e Kelps participam de audiência pública sobre Refinaria em Guamaré

A Câmara Municipal de Guamaré, por proposição do vereador Eudes Miranda, realizou uma audiência pública para debater a questão do rebaixamento à categoria da Refinaria Clara Camarão.

Representante da Petrobras reafirmou que os investimentos não serão reduzidos.

A deputada federal Zenaide Maia (PR), participou da audiência, assim como os deputados estaduais Hermano Morais (PMDB), Kelps (SDD) e George Soares (PR).

Economia

Governo Federal vai liberar R$ 1,3 bilhão para 209 obras no RN em 2018

O Governo Federal lançou, nesta quinta-feira (9), o Agora, é Avançar. O programa prevê a retomada e conclusão de obras de infraestrutura durante o ano de 2018.

As obras possuem alto impacto social, sendo que a retomada desses empreendimentos é um passo em linha com o processo de retomada de crescimento do País.

No Rio Grande do Norte serão 209 obras estruturantes totalizando R$ 1,3 bilhão.

“Embora tenhamos avançado no passado, vamos avançar ainda mais. Se tem início, tem fim e orçamento definido. Estamos fazendo com muita responsabilidade”, assegurou Temer.

Para o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira, que também esteve na cerimônia de lançamento, essa é uma das grandes novidades do Avançar: a garantia de conclusão das obras inacabadas pela previsibilidade dos recursos.

“É um programa realista, condizente com a realidade que se adequa aos tempos de austeridade e ajuste que temos passado”, ponderou Oliveira.

Economia

Empresa chinesa apresenta projeto de instalação no RN

A fábrica chinesa Chint, de painéis fotovoltaicos, apresentou o projeto para a implantação da empresa no Rio Grande do Norte, que será no município de Extremoz.

O planejamento foi mostrado pelo diretor da Chint na América Latina, Jackie Xiang, no auditório da Governadoria, em Natal.

Na primeira fase, o investimento da multinacional no RN será de R$ 112 milhões e ofertará 1.300 empregos diretos e indiretos, segundo o Governo do Estado. A fábrica será instalada numa área de 25 hectares e vai gerar por ano cerca de 200 MW.

O secretário de Desenvolvimento econômico do RN, Flávio Azevedo, enfatizou que “o estado proporciona um ambiente apropriado para novos investimentos e com a vinda da Chint, o Rio Grande do Norte inicia um novo processo na produção de energias renováveis, já que o estado potiguar é o maior produtor de energia eólica do país e agora, terá uma empresa que produz os equipamentos necessários para esse setor”.

O governador Robinson Faria acompanhou a apresentação do projeto.

Apresentação do projeto da fábrica da Chint Eletrics - Foto: Rayane Mainara

Apresentação do projeto da fábrica da Chint Eletrics – Foto: Rayane Mainara

Economia

Em audiência pública, Petrobras reafirma que mudança na Refinaria Clara Camarão não vai gerar demissões nem reduzir investimentos

A única alteração que ocorrerá na Refinaria Potiguar Clara Camarão será a transferência do seu gerenciamento para a diretoria de exploração e produção, deixando a diretoria de refino e gás natural.

Os investimentos previstos não serão suspensos, todos os empregos serão preservados, as operações serão mantidas e continuarão a ser produzidos todos os derivados de petróleo de hoje.

A garantia foi reafirmada pelo gerente-geral da Petrobras na unidade operacional Rio Grande do Norte – Ceará, Tuerte Amaral Rolim, em audiência pública realizada na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado Federal, presidida pela senadora Fátima Bezerra (PT) e que contou com as participações dos senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB), além dos deputados federais Antônio Jácome (Podemos), Beto Rosado (PP), Felipe Maia (DEM), Rafael Motta (PSB) e Zenaide Maia (PR).

Antes do diretor da Petrobras se pronunciar, o presidente do Sindicato das Empresas do Setor Energético do Estado do Rio Grande do Norte e suplente da senadora Fátima Bezerra, Jean-Paul Prates, enumerou uma série de questionamentos sobre as alterações que a Petrobras está realizando na Refinaria Clara Camarão. “Não quero correr o risco de ser alarmista, nem de usar o tema politicamente, mas, sim, fazer um alerta para que o Estado não seja pego de surpresa e possa se antever a decisões ruins, como a venda de campos marginais e o fechamento de plantas terrestres”, declarou.

DSC_5249

DSC_5164

Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) realiza audiência sobre investimento e estrutura da Petrobras no RN. Em emprenunciamento, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Foto: Geraldo Magela/Agência Senado