Economia

Idema emite Licença Ambiental para Porto de Natal

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema emitiu, nesta quarta-feira (17), a Licença de Regularização de Operação (LRO) para o Porto de Natal, sob competência da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN). No último ano, a atual gestão do Idema uniu esforços para tratar das análises técnicas, buscando a regularização ambiental do empreendimento tão relevante para o Rio Grande do Norte.

O processo foi formado em 2011 e, ao longo dos anos, vários estudos e documentos foram protocolados, bem como foram realizadas análises técnicas e solicitações para complementação dos estudos com o objetivo de viabilizar a emissão da licença.

Para o Diretor-Presidente da CODERN, Elis Treidler Öberg, a conquista é muito importante. “Há nove anos tramitava esse processo, agora concretizado. É fruto de uma união de esforços da Companhia com o Idema, e reforça o olhar da CODERN para o desenvolvimento sustentável. Esse licenciamento ambiental vai nos proporcionar mais segurança para atrair novos clientes”, afirma o Diretor.

O Porto de Natal tem uma grande relevância para o Estado por ser a infraestrutura de maior movimentação de cargas para exportação e importação do RN, referência para o mercado da fruticultura.

As equipes do Idema e da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), trabalharam com esforço conjunto para resolver todas as pendências que ainda restavam para a viabilidade ambiental do empreendimento, levando em consideração todas as melhorias que o Porto adotou até hoje, projetos e iniciativas que serão adotadas por força da própria licença que possui as condicionantes a serem observadas pelo Porto.

De acordo com o diretor do Idema, Leon Aguiar, o órgão realizou todo um esforço durante o ano de 2019 e início de 2020 para poder concluir o processo. “O Porto de Natal é um projeto estratégico para todo o Rio Grande do Norte, e nós possuímos uma equipe técnica bastante competente para analisar os estudos que foram determinantes para a emissão da licença ambiental”, relata o diretor.

Porto de Natal

Economia

“Chegamos ao nosso limite”, diz presidente da CDL Natal sobre isolamento

Nota

Chegamos ao nosso limite. Fomos empáticos nesses quase 90 dias de isolamento social. Temos contribuído a todo momento, seja com plano de retomada das atividades, doação de máscaras, conserto de respiradores, e apoio aos decretos governamentais por exemplo. Só que não dá mais para continuar assim.

A economia do Rio Grande do Norte não suporta mais. Estamos com um crescente no desemprego. A quantidade de pedidos de seguro-desemprego de trabalhadores com carteira assinada, no Rio Grande do Norte, subiu 43,21% no mês de maio, em comparação com o mesmo período do ano passado. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) no Estado recebeu, ao longo do mês de maio, 10.526 pedidos para o seguro-desemprego, em 2019 foram 7.350, e isso é o que? Reflexo dessa crise de saúde pública que levou a reboque a economia do Estado.

O que o setor produtivo busca é o equilíbrio das ações em prol da Saúde, segurança, educação e economia para salvar vidas. Continuamos defendendo a retomada das atividades. Uma retomada planejada, consciente e segura para todos.

Natal, 15 de junho de 2020

José Cordeiro de Lucena Neto

Economia

Técnicos visitam o Seridó e planejam implantar usina solar no 2º semestre

Cenário de sol e poucas nuvens está começando a se transformar em solução para um outro problema no Seridó potiguar: o da energia solar.

O sertanejo seridoense conviveu com a estiagem quase sete anos seguidos até o ano passado. Foi a maior seca dos últimos 50 anos.

Visando esse perfil, uma equipe técnica da Tecfasa Brasil esteve no fim de semana visitando o Seridó, onde pretende implantar usina solar com tecnologia 100% Europeia.

De acordo com o tecnólogo Fernando Araújo, diretor da Tecfasa Brasil, a ideia é fazer cinco usinas, com investimento total de R$ 50 milhões.

“Em visita ao Seridó, o sentimento foi muito positivo onde a irradiação solar, vibrações positivas e fator humano da região sugerem que o local é ideal para a execução do projeto. Acredito que será a ‘ponta de um iceberg’ das usinas que iremos executar em todo país”, disse Fernando Araújo que esteve em Parelhas e Ouro Branco visitando potenciais locais onde serão implantadas as usinas.

Também vem sendo estudado o município de Caicó.

“Próxima semana inicia o processo com concessionária de avaliação das redes no local, e o processo burocrático da liberação recursos. De acordo com as previsões, o início está previsto para setembro. A Tecfasa Brasil prevê 50 empregos diretos e movimentos na economia seridoense com hotelaria e alimentação”, frisa o tecnólogo Fernando Araújo.

A energia solar conta com recurso inesgotável e não poluente: o sol. Por isso hoje, é a opção mais rentável para gestão de energia, atrelando sustentabilidade e economia.

Um dos incentivadores da ideia de levar para o Seridó, o empresário Denis Rildon ressalta a importância do projeto para alavancar a economia potiguar e também emprego e renda.

Usina Solar

Economia

RN não aguenta mais 90 dias de isolamento como atualmente, diz secretário de Tributação do RN

Desde 23 de março, o Rio Grande do Norte adotou as primeiras medidas de diatanciamento social para conter o Coronavírus.

Vai completar 90 dias.

O secretário de Tributação do RN, Cadu Xavier, afirmou à Tribuna do Norte: “Eu não creio que o Rio Grande do Norte suatente mais três meses de isolamento social neate patamar (de medidas) que a gente tem hoje, muito por causa do impacto econômico”.

Do Blog: Uma declaração lúcida de um técnico preparado do Estado, que tem o respeito até da oposição ao Governo Fátima na Assembleia Legislativa.

Mas eu acho – humildimente – que o secretário ainda foi generoso em dizer que o Estado não aguenta mais três meses do isolamento atual. Esse tempo deve ser menor.

Economia

Inacreditável: O início de um ‘plano’ do Governo do RN para retomada da economia potiguar

O Governo do RN divulgou release informando que iniciou juntamente com a Fecomércio a execução do Plano de Retomada Gradual da Economia Potiguar.

“Em videoconferência realizada nesta sexta-feira (12), a governadora Fátima Bezerra e o empresário Marcelo Queiroz firmaram uma parceria que integra as ações concretas do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica do RN, como a oferta de cursos online gratuitos”, diz o release.

“O Plano aponta uma retomada com embasamento técnico científico através de protocolos de biossegurança muito consistentes. Consideramos que o turismo é uma das cadeias que mais geram emprego e renda, e foi um dos setores mais afetados, cuja retomada vai ser mais difícil, e é nessa questão onde reside a maior importância desse plano, feito em diálogo com o setor empresarial através da Fecomércio”, expôs a governadora.

E o blog fica aqui se questionando: o início de um ‘plano’ para a retomada da economia do Estado do Rio Grande do Norte é apenas cursos online e “diálogo com o setor empresarial através da Fecomércio”?

Economia

SFA/RN realiza treinamento em EAD para certificação de origem de melões destinados ao mercado chinês

A Superintendência Federal da Agricultura no Estado do Rio Grande do Norte – SFA RN/MAPA em parceria com o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária RN – IDIARN realiza no período de 01 a 05 de junho, TREINAMENTO na Modalidade EAD PARA CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA DE ORIGEM para melões destinados ao mercado chinês.

O treinamento – inédito na Modalidade EAD – é compulsório aos Responsáveis Técnicos das empresas que pretendem exportar melões para China, após recente abertura desse mercado ocorrida no início deste ano para empresas localizadas na Área Livre de Anastrepha grandis do RN e CE. Os requisitos fitossanitários acordados em acordo bilateral entre os dois países incluem classificação taxonômica, identificação, plantas hospedeiras, condições de campo, prevenção, controle e mapeamento das pragas quarentenárias de interesse para a China.

MELÃO VIETNA

Economia

Shoppings centers do Distrito Federal reabrem hoje

Informações do Correio Braziliense

Shoppings centers do Distrito Federal retornam às atividades, hoje, às 13h, após 68 dias com as portas fechadas para os consumidores.

E o cenário que a população vai encontrar é bem diferente daquele de dois meses atrás.

A entrada será controlada pelos estabelecimentos, que vão medir a temperatura dos clientes e barrar a passagem de quem estiver febril ou sem máscara de proteção.

As praças de alimentação estarão bloqueadas ou sem mesas, evitando qualquer consumo no local.

Elevadores e estacionamentos passam a ter uso limitado e provadores estão proibidos, entre outras medidas.

Diante de tantas mudanças provocadas para prevenção contra o novo coronavírus, lojistas se reinventam para retomar as vendas afetadas pela crise e, ao mesmo tempo, garantir a segurança da população.

Deveres

  • Funcionamento entre as 13h e as 21h;
  • Fornecer equipamentos de proteção individual e álcool em gel 70% a todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço;
  • Realizar testes da covid-19, a cada 15 dias, em todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço (deixando os resultados dos exames disponíveis para conhecimento das autoridades de fiscalização);
  • Manter fechadas as áreas de recreação e lojas como brinquedotecas, de jogos eletrônicos, cinemas,
  • teatros e afins;
  • Manter fechadas as praças
  • e quiosques de alimentação, autorizando apenas serviços de entrega em domicílio e retirada do produto, vedado o consumo no local;
  • Medição de temperatura de todos os clientes antes de entrarem no shopping;
  • Proibir o uso de provadores;
  • Limitar a 50% da capacidade total o uso do estacionamento;
  • Bloquear ou retirar as mesas das praças de alimentação.

EconomiaEstado

Programa do Leite pode parar por falta de pagamento do Estado

Os produtores de leite do RN estão aflitos.

Em plena crise com a pandemia do Coronavírus, faz cinco quinzenas que o Governo do Estado não repassa o pagamento referente ao Programa do Leite.

Caso o pagamento não ocorra nos próximos dias, o programa vai paralisar e penalizar milhares de família contempladas no Rio Grande do Norte.

Economia

Coronavírus: Empresário critica falta de planejamento no RN, mas elogia ações da Prefeitura de Natal

O empresário Beto Santos utilizou seu twitter para demonstrar preocupação com os impactos da pandemia no RN.

“Já estamos há mais de 60 dias vivendo este “filme de terror” do ISOLAMENTO e nada mudou em relação a melhora. Qual a medida estruturante foi tomada no RN para mudar este “filme”?”, questionou em relação ao Estado.

Mas elogiou as ações adotadas pela Prefeitura de Natal.

Economia

Covid-19: Justiça garante a Sindicato proibição do corte de energia e outras medidas em hotéis, bares e restaurantes no RN

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) conseguiu vitória na Justiça estadual, em favor de seus filiados, para a proibição do corte do fornecimento de energia elétrica por parte da Companhia Energética do RN (Cosern), enquanto perdurar a pandemia. A decisão é do juiz Fábio Antônio Correia Filgueira.

Além disso, também foi suspensa por 90 dias a cobrança por demanda contratada (potência à disposição, ainda que não utilizada), com mudança para energia efetivamente consumida, e foi deferido um  parcelamento dos débitos para os pequenos empreendimentos em 12 vezes sem juros, sem entrada, a partir de 90 dias da decisão, bem como o parcelamento dos débitos para os grandes empreendimentos em 12 parcelas, com entrada de 20%, a partir de 30 dias da decisão.

De acordo com informações do escritório Jales Costa, Gomes & Gaspar, que faz a defesa do Sindicato, a decisão da Justiça beneficia cerca de 18 mil estabelecimentos em todo o Estado.

Para o presidente do Sindicato, Habib Chalita, a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus atingiu fortemente o segmento de hotéis, restaurantes, bares e similares, face às proibições governamentais, com empreendimentos suspendendo parcial ou totalmente as atividades, gerando demissões dos empregados dessas empresas, impondo o ajuizamento da ação.

Economia

Cosern instala nova tecnologia que permite reestabelecimento de energia em 60 segundos

A Cosern, empresa da Neoenergia, instalou nos primeiros 90 dias do ano 61 novos equipamentos automatizados na rede elétrica em 17 municípios do Estado.

O investimento faz parte do sistema Self Healing – auto recomposição, em tradução livre, que possibilita um reforço na confiabilidade do sistema elétrico da empresa.

É estimada que a redução no tempo de espera foi reduzida de 1,5 hora para 60 segundos.

O projeto faz parte das iniciativas da Neoenergia para adequação ao conceito de Smart Grids (redes inteligentes), nova tendência mundial na distribuição de energia elétrica.

Foto: Canindé Soares

Foto: Canindé Soares

Economia

Para Setor Produtivo, pico do Coronavírus no RN tem previsão de ocorrer entre 03 e 16 de maio

Ao elaborar o Plano de Retomada Gradual da Economia Potiguar o Setor Produtivo do Estado se baseou que o pico do Coronavírus no Estado ocorre entre os dias 03 e 16 de maio, por isso, propôs um cronograma de reabertura das atividades econômicas com duas alternativas: de 3 e de 4 fases, em que são elencados blocos de atividades a serem reabertos de forma escalonada.

O critério utilizado para escolha das atividades econômicas, em cada bloco de reabertura, considera o quanto estas geram de aglomeração (partindo das que geram menos); a capacidade de controle dos protocolos internos; o impacto econômico; as datas referendadas acima como pico da doença; bem como, o fim do atual Decreto estadual, também publicado ontem (5), para o dia 20 de maio; além da situação de Escolas, Universidades e creches voltarem a partir do segundo semestre.

O documento também estabelece que o avanço entre os blocos (novas aberturas) fica condicionado ao esforço pela expansão da capacidade de testagem no Estado; ao controle da situação dos leitos hospitalares; às peculiaridades das Regiões do Estado; à adoção das ações transversais aliadas ao protocolo específico da atividade.

Economia

Setor Produtivo apresenta Plano de Retomada da Economia no RN

Um planejamento para a flexibilização da abertura de atividades econômicas foi apresentado, nesta terça-feira (5), durante o lançamento do Plano de Retomada Gradual da Economia Potiguar, em coletiva de imprensa por videoconferência.

O Plano reúne um conjunto de protocolos, medidas e uma Agenda Pública Urgente, com pontos de atenção e necessidade de respostas mais imediatas.

O documento não estabelece data para ser iniciado, mas indica, a partir de projeções da curva de disseminação da Covid-19, medidas a serem adotadas para permitir a empresários programarem o retorno.

E sugere a criação de um cronograma para abertura gradual de atividades econômicas e de horários alternados para diversas atividades econômicas de forma que se evite horários de pico.

A videoconferência teve a participação dos presidentes das federações do setor produtivo do estado Amaro Sales de Araújo (FIERN), Marcelo Queiroz (Fecomércio), Eudo Laranjeiras (Fetronor), e José Vieira (Faern). O documento foi desenvolvido por um grupo multidisciplinar formado por representantes das Federações – FIERN, Fecomércio, Fetronor, Faern -, do Sebrae, da AGN, do governo do Estado, com participação de professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Sala de Situação do programa Mais RN.

O cronograma de reabertura propõe duas alternativas: de 3 e de 4 fases, em que são elencados blocos de atividades a serem reabertos de forma escalonada.

Economia

Dia das Mães: Shopping Midway Mall oferece vitrine virtual criada pela Maxmeio

Em tempos de isolamento, a palavra de ordem é ficar em casa. Com os shoppings fechados, os lojistas precisaram se reinventar para atuar de maneira mais efetiva no digital.

Muitas lojas, que nunca tiveram presença na internet, agora estão nesse mundo online, conectadas a seus clientes que, em alguns casos, realizaram sua primeira compra em e-commerces durante a pandemia do COVID-19.

Neste cenário, a Maxmeio Tecnologia trouxe para o Dia das Mães do Midway Mall o conceito de “Vitrine Virtual”: uma nova forma de presentear as mães.

“O digital tem ganhado muito espaço durante essa pandemia, mas precisamos saber como posicionar nosso cliente. Temos que oferecer soluções que facilitem a vida de todo mundo”, disse Flávio Sales, diretor da Maxmeio. Para ele, a criação da Vitrine Virtual proporciona comodidade para quem compra no Midway e ainda ajuda aos lojistas que não conseguiram se adaptar completamente ao mundo digital.

Conheça a plataforma:  https://www.midwaymall.com.br/diadasmaes/ 

Midway Mall

Economia

Praia Shopping adota Delivery e Drive Thru

O Praia Shopping segue fechado para receber clientes, mediante recomendação da Organização Mundial da Saúde e decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, que suspendeu as atividades presenciais do comércio em meio à pandemia de coronavírus.

Diante dessas circunstâncias, os empresários precisam se adaptar a novas formas de atender as demandas de seus clientes durante este período.

E foi pensando nisso que o Praia vem implementando, juntamente com a associação dos lojistas, ações como o delivery, que já existia desde antes da pandemia, e agora seu mais novo serviço de Drive Thru, uma novidade no setor de shoppings center da cidade.

DRIVE-768x576

Economia

‘Guedes é quem decide a economia no Brasil’, diz Bolsonaro após reunião

Da CNN Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou reunião na manhã desta segunda-feira (27) com os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e da Agricultura, Tereza Cristina. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também participou do encontro.

Na saída da reunião, que ocorreu no Palácio da Alvorada, Bolsonaro declarou que Guedes “é quem decide a economia no Brasil”.

O presidente passou a palavra a Guedes, que falou sobre as ações para conter a crise da COVID-19 e o papel de Walter Braga Neto, ministro-chefe da Casa Civil, no plano Pró-Brasil.

“O presidente deixou claro desde o início que nós iríamos preservar vidas e empregos, então estamos desde o começo desta crise lançando uma camada de proteção para os frágeis. Fizemos um ajuste na nossa política e passamos de reformas estruturantes para medidas emergenciais”, defendeu Guedes. “Então todo o nosso foco nos últimos 30 a 40 dias foi lançar essa camada de proteção. Agora, naturalmente, o presidente já está olhando para o futuro, então Braga Netto é o coordenador das ações para integrar nos diversos ministérios”, acrescentou.

Guedes ainda declarou que o Brasil “vai voltar à tranquilidade muito antes do que se espera”.

Economia

Governo isenta ICMS em conta de energia para população de baixa renda

O Governo do Estado irá abrir mão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidido na conta de energia elétrica da população de baixa renda.

A renúncia fiscal custará em torno de R$ 10,5 milhões ao cofre estadual nos três meses vigentes, entre 1º de abril e 30 de junho.

Os requisitos ao benefício da Tarifa Social são definidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e ter renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo. Também podem ser beneficiados idosos com 65 anos ou mais ou pessoas com deficiência que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social.

Economia

Deputados recebem apelo de representantes da economia para reabertura gradual do comércio

Reabrir gradualmente o comércio e serviços no Rio Grande do Norte. Esse foi o apelo de empresários e representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), seccional Rio Grande do Norte, na reunião desta quarta-feira (22) da Comissão Parlamentar de Enfrentamento ao Coronavírus.

Eles acreditam que o Brasil fechará em 2020 a sua pior década para a economia. O órgão também se pronunciou favorável à retomada das atividades econômicas no Estado, de forma gradual e com regras de proteção a população previamente estabelecidas. A posição foi tomada pelo superintendente da instituição no Estado, Zeca Melo, por webconferência.

“Essa pandemia pegou o Brasil e o RN no pior momento possível. A queda prevista do PIB para esse ano é de 4% ou 5%, o que vai representar uma volta ao PIB de 2010. Como já tivemos resultados muito ruins em 2015 e 2016, temos uma verdadeira década perdida”, disse Zeca Melo. Em sua apresentação, o representante do Sebrae fez uma rápida análise da situação financeira potiguar, relembrou números obtidos nos últimos anos e concluiu: “vivemos uma situação extremamente difícil”.

O superintendente do Sebrae fez questão de firmar sua posição favorável a flexibilização do isolamento social no RN e a retomada gradual das atividades econômicas. “Perdemos oportunidade de anunciar a saída do isolamento. Poderia ter acendido uma luz, com toda a responsabilidade, com todo o protocolo, poderíamos apontar um dia, como acontece no DF, SC, ES, SP. Se tem problemas em Mossoró, pela proximidade com o Ceará, se é mais sério em algum município, não abre. Se não tem problema, como em Pau dos Ferros, abre”, disse.

Assembleia

Foto: Eduardo Maia

Economia

ALE Combustíveis contrata assessor de vendas e consultor comercial

A ALE, quarta maior distribuidora de combustíveis do país, abriu vagas de emprego para assessor de vendas em Natal (RN) e consultor comercial com disponibilidade para trabalhar em qualquer localidade do Brasil. Os interessados em concorrer às vagas devem se cadastrar na página de recrutamento da empresa, denominada Carreiras ALE. O acesso é pelo campo “Trabalhe Conosco” do site da companhia: www.ale.com.br. O processo seletivo é realizado on-line, com entrevistas por videoconferência.

Profissionais com curso superior completo em administração, gestão comercial ou marketing podem concorrer à vaga de assessor de vendas em Natal (RN). O profissional será responsável pelo planejamento, organização e controle da carteira de clientes, bem como o acompanhamento das vendas e negociações. Para o cargo, é necessária experiência no segmento de venda de combustíveis, seguros e lubrificantes. O candidato deve ter, ainda, habilidade com números, conhecimentos em Excel, boa comunicação, flexibilidade, organização e expertise em negociação.

Para a vaga de consultor comercial, o candidato deve ter formação superior completa, habilidade com números, conhecimentos em Excel e expertise em negociação. O profissional será responsável pelo planejamento, organização e controle da carteira de clientes, bem como o acompanhamento de contratos, cumprimento de cláusulas e negociação.

No site, além de conhecer as vagas de trabalho disponíveis em todas as unidades da companhia, os candidatos podem cadastrar currículo para futuras oportunidades.

ALE_Base de armazenagem e distribuicao_foto Marcos Leao2

Economia

Bares e Restaurantes alertam autoridades sobre possível colapso do setor

Nesses tempos difíceis de pandemia do novo coronavírus, quando bares e restaurantes estão proibidos de funcionar por força de decretos, os prejuízos só crescem, e o risco de desemprego atormenta empresários e colaboradores, famílias inteiras. Com tanta incerteza e insegurança, a Abrasel decidiu cobrar transparência a prefeitos e governadores em todo o Brasil.

Em vídeo publicado na terça-feira, dia 14, o presidente nacional da entidade, Paulo Solmucci, enviou mensagem ao setor. “Chegou a hora de darmos transparência à sociedade. Qual é a real situação de cada localidade? Onde estamos mal e onde estamos bem?”

A seccional da Abrasel no Rio Grande do Norte distribui a mensagem de Paulo Solmucci entre representantes de pastas governamentais e outras autoridades, lançando a necessidade de uma reflexão mais ampla sobre o funcionamento e o fim do lockout de bares e restaurantes, de forma consciente e responsável, sem pressão e sem definir datas, mas para traçar parâmetros e garantir antecedência para as empresas se articularem e se prepararem para a reabertura e para que se evite um colapso total no setor.