Estado

CODERN convoca mais dois aprovados em concurso público

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20), o edital de convocação de mais dois aprovados no último concurso público, realizado pela Consulplan, em fevereiro de 2014.

Os candidatos estão convocados para comparecerem à Gerencia Administrativa da CODERN, situada na Av. Eng° Hildebrando de Góis, n°220, Ribeira, Natal – RN, no horário de 7:30 às 11:30 ou de 13:00 às 17:00, munidos dos documentos previstos no item 15.3 do Edital n°001/2013 do Concurso Público da CODERN, no prazo de 15 (quinze) dias a contar da data da publicação, e submeter-se a exames médicos, conforme item 16 do mesmo documento.

Assis Técnico Administrativo: JURYON RODRIGO DE VASCONCELOS SALGUES 5º Natal
Trabalhador Portuário: ANDRE CARDOSO DA SILVA 5º Natal

 

Estado

Ministros Henrique Eduardo Alves e Hélder Barbalho apoiam pescadores do RN

Os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e da Pesca e Aquicultura, Hélder Barbalho, participaram de agenda conjunta no Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (20). Eles entregaram cestas básicas de programa social do governo federal para pescadores do Açude Trairi, em Tangará; e encontraram-se com empresários da indústria exportadora pesqueira do estado. No total, pescadores do Rio Grande do Norte vão receber nove mil cestas básicas.

Em Canguaretama, os ministros conheceram um novo sistema de produção de camarão em cativeira com alta densidade, que fez a produtividade aumentar e a área cultivada diminuir. Uma fazenda de 120 hectares hoje concentra a produção em apenas 14 hectares e controla a praga da mancha branca que matava os camarões quando os criadouros se espalhavam por toda a área de antigas salinas no estuário do rio Curimatau. “Uma prática sustentável como esta alia produtividade com reuso da água e proteção ao ambiente”, elogiou Henrique Alves ao agradecer a visita do colega de esplanada ao Rio Grande do Norte.

O senador Garibaldi Filho também acompanhou a visita.

  

Estado

Grevistas da Saúde ocupam a Governadoria

Em greve, os servidores da Saúde do Estado acabam de ocupar a Governadoria. 

Querem que o governador Robinson Faria (PSD) atenda às reivindicações da categoria. 

Guardas fazem a proteção apenas da porta que dá acesso ao gabinete do Governador. 

O clima é pacífico, mas os manifestantes avisam que não tem hora para desocupar o prédio e voltar ao gramado, onde se encontram instaladas tendas. 

Foto: Leitor do Blog  

Estado

Estado e município discutem ortopedia no RN

Na manhã desta segunda-feira (20), o Secretário de Estado da Saúde Pública, Ricardo Lagreca, recebeu o secretário municipal de saúde de Natal, Luiz Roberto Fonseca, para discutir questões do atendimento ortopédico no Rio Grande do Norte.

Com os problemas enfrentados pela saúde do município de Natal, os corredores do Hospital Walfredo Gurgel voltaram a acumular pacientes nas últimas semanas. A maioria aguardando por cirurgias ortopédicas de segundo tempo.

De acordo com o secretário municipal de saúde várias ações estão sendo organizadas para reestruturar os serviços de ortopedia em Natal, como a renovação dos contratos com clínicas particulares para os procedimentos eletivos e reabertura do ambulatório no Hospital dos Pescadores. “O município não é culpado, ele também é parte do problema. Precisamos estar unidos, com apoio e parceria do Estado”, disse Luiz Roberto Fonseca.

O Secretário Estadual de Saúde, Ricardo Lagreca, garantiu total apoio ao município de Natal e se comprometeu a tentar garantir recursos junto ao Governo do Estado para o atendimento ortopédico. “Nós entendemos as dificuldades que o município vivencia e somos parceiros nessa luta. Precisamos de uma política de saúde, sem transferência de responsabilidades”, disse Lagreca.

Foto: Divulgação

????????????????????????????????????

Estado

Márcia Maia e Cristiane Dantas emitem nota de repúdio pelo assassinato de cinco mulheres em Itajá

Nota de Repúdio:


A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, por meio das deputadas estaduais Márcia Maia e Cristiane Dantas, manifesta publicamente indignação e repúdio pelo assassinato brutal de cinco mulheres, na cidade de Itajá, região do Vale do Assu, na madrugada da quarta-feira (15).

Este novo ato de violência contra mulheres potiguares é mais uma afronta aos direitos fundamentais e individuais das mulheres, na figura de cidadãs. O feminícidio, independente da condição social, opção sexual ou mesmo a profissão, é injustificável sob qualquer aspecto.

É impensável que o fato de as cinco vítimas praticarem a prostituição seja argumento plausível para abonar qualquer ato de violência, seja qual for o caráter ou intensidade da agressão. Nunca, sob qualquer circunstância, haverá justificativa para um crime.

O número de crimes violentos contra mulheres cresceu em 39% entre 2011 e 2014 no Rio Grande do Norte, de acordo com o Observatório da Violência do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania – Coedhuci.

A torrente da violência de gênero engrena uma crescente nos últimos anos em que, considerando apenas os índices de crescimento dessa barbárie, torna-se possível prever que, até 2050, caso nada se altere em termos de prevenção, teremos mais de 330 mil mortes entre a população feminina.

Neste sentido, a defesa de uma política pública de inclusão social e de gênero urge. De imediato, com a presença de um policiamento ostensivo que ofereça a sensação de segurança ao potiguar e venha a inibir a ação dos criminosos. E, em médio e longo prazo, a promoção de uma ação coordenada para implantação de uma política de estado consistente contra a violência de gênero que encerre o pesadelo diário da morte de mulheres no Rio Grande do Norte.

A sociedade, em especial as mulheres de todo o estado, exigem das autoridades que o caso seja tratado com a importância simbólica que detém e que os responsáveis sejam logo identificados e punidos com o rigor da Lei.

Esta Casa Legislativa oferece as condolências e a solidariedade à família, e defende de maneira incondicional o direito inalienável à vida, sem distinções, longe da opressão e violação de direitos mitificadas pela questão de gênero.

Estado

CODERN recebe a visita do deputado Souza para tratar demandas do Terminal Salineiro de Areia Branca

A sede da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) recebeu a visita na tarde desta quarta-feira (15) do deputado estadual Manoel Cunha Neto, mais conhecido por Souza, que cumpre o seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, e já foi prefeito de Areia Branca, onde está sediado o Terminal Salineiro também administrado pela CODERN.

O parlamentar se reuniu com o Diretor Técnico-Comercial, Hanna Yousef Emile Safieh, para tratar sobre demandas do Terminal Salineiro de Areia Branca, dentre elas a convocação dos concursados. “Estamos convocando os aprovados no concurso na medida em que a demanda vai se tornando necessária, tanto para atender ao Porto de Natal como ao Terminal Salineiro de Areia Branca”, explicou Dr. Hanna.

Na oportunidade, o deputado Souza elogiou a gestão transparente da CODERN, depois também de tomar conhecimento do aumento de 27% na movimentação dos Portos do Rio Grande do Norte, inclusive, o Terminal Salineiro de Areia Branca, que nos seis primeiros meses de 2015 já movimentou 864.490 toneladas.

IMG_5272

Estado

Bancada se reúne com Ministra da Agricultura e pede diminuição do preço do milho e renegociação das dívidas rurais

A renegociação das dívidas dos produtores rurais do Nordeste, o atraso na entrega do milho no estado e a redução do preço do produto foram os assuntos debatidos na audiência da bancada federal do Rio Grande do Norte com a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, nesta terça-feira (14), em Brasília. 

Segundo o coordenador da bancada, deputado Felipe Maia (DEM), instrumentos normativos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) permitem a venda de milho com deságio de 30% quando a safra do produto for antiga. “A safra vendida no RN atualmente é de 2012/2013. Então a saca que hoje sai por R$ 37,20 pode ser vendida a R$ 26,04 com o cumprimento do desconto. A ministra pediu aos coordenadores do Ministério que a parte técnica e jurídica fosse avaliada no sentido de conceder o desconto”, disse.

Também compareceram à audiência os senadores José Agripino (DEM), Garibaldi Alves (PMDB) e Fátima Bezerra (PT); os deputados federais Antônio Jácome (PMN), Zenaide Maia (PR), Walter Alves (PMDB), Rogério Marinho (PSDB), Rafael Motta (PROS) e Fábio Faria (PSD); o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern), José Vieira; e o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins.
  

Estado

Em Brasília, bancada se reunirá para tratar do subsídio do milho

Como resultado dos pleitos apresentados no encontro que tratou da crise de abastecimento de água no Seridó realizado no município de Caicó, no dia 04 deste mês, o coordenador da bancada federal, deputado federal Felipe Maia, convidou os parlamentares potiguares para discutir o subsídio do milho para os pequenos produtores do estado.

Na terça-feira (14), às 18h, os deputados e senadores se reúnem com a ministra Kátia Abreu, na sede do Ministério da Agricultura. E no dia seguinte, os parlamentares têm encontro às 16h, na sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para tratar sobre o mesmo tema com o diretor de Abastecimento, Marcelo Melo.

Estado

Polícia Militar apreende 62 motocicletas durante Operação Motociclo em Natal

Policias Militares do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) realizaram nesta sexta-feira (10) três ações da Operação Motociclo em diferentes áreas da capital visando aumentar a segurança da população, bem como diminuir o número de acidentes, retirando condutores não habilitados das vias fiscalizadas.
A primeira ocorreu nos bairros do Planalto e Satélite, onde foram abordados 47 condutores, dos quais 22 estavam com irregularidades (21 condutores não eram habilitados e 01 veículo estava com licenciamento atrasado).
A outra ação foi deflagrada no Bairro de Ponta Negra. Nesta área, o CPRE tem reforçado o trabalho de saturação desenvolvido pela Polícia Militar, com a fiscalização de condutores e veículos. Foram abordados 32 condutores, dos quais 20 estavam irregulares.
Na última ação do dia, o CPRE montou uma blitz na Avenida Engenheiro Roberto Freire onde foram abordados 36 condutores, removidos 20 motocicletas e ciclomotores ao pátio do Detran e confeccionado 24 Autos de Infração de Trânsito.
  

Estado

Servidores da Saúde do Estado recusam proposta do Governador e decidem manter a greve

Com o auditório cheio na manhã desta sexta-feira (10), os servidores da saúde estadual decidiram dar continuidade na greve, que se estende há um mês. A categoria não aceita a resposta do governo e afirma ser insuficiente. Os servidores cobram 27% de reajuste e 61% para os municipalizados, que permaneceram sem qualquer tipo de reajuste no governo Rosalba.

“Agora é hora de fortalecer mais ainda nossa greve, cada um aqui tem a tarefa de chamar mais um colega de trabalho. Precisamos dizer ao governo Robinson que essa proposta não contempla a categoria. Enquanto não formos atendidos, continuaremos na luta”, disse Lúcia da Silva, do Sindsaúde.

Na quinta-feira (08), o Sindsaúde participou de uma audiência com a presença da chefe de gabinete da Casa Civil, Tatiana Cunha, do adjunto da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Haroldo Vale, da coordenadora dos Recursos Humanos da Sesap, Ângela Lobo e do governador Robinson Faria. Desde o início da greve ocorreram três audiências e nenhuma delas, o governador participou. Desta vez, depois de muita cobrança e reivindicação por parte do sindicato e da categoria, o governador marcou presença. Porém, sem muita surpresa, o governo mais uma vez não aceitou o reajuste, afirmando que não tem condições. Robinson alega que está impedido legalmente de fazer qualquer aumento nas despesas do Governo, por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Para Simone Dutra, coordenadora-geral do Sindsaúde, a categoria tem se mostrado que não está satisfeita com a resposta do governo. “A greve é um reflexo da recusa do documento que o governo nos enviou. Nossos salários estão muito defasados e isso piorou com a crise econômica e a inflação. Não é justo ganharmos o pior salário da saúde. Vamos insistir em uma resposta sobre o reajuste e ampliar a greve para isso”, afirma Simone Dutra, do Sindsaúde.

Ainda na assembleia, os servidores aprovaram um calendário de mobilizações para toda a semana. Neste sábado (11), às 09h, a categoria fará uma panfletagem na feira de Parnamirim, para conversar com a população e explicar os motivos de continuar na greve.

Foto: Assessoria 

z

Estado

Judiciário potiguar vai devolver 50 policiais militares ao Estado

Em ofício a ser encaminhado ainda nesta sexta-feira (10), ao governador Robinson Faria, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Santos, anuncia a devolução de 50 dos 122 policiais militares cedidos ao Poder Judiciário. É a execução prática do plano de devolução anunciado pelo presidente do TJRN após reunião com o governador, quando declarou apoio às medidas de reforço à segurança pública no Estado sem prejuízo para atividades essenciais do Judiciário.

No documento assinado esta manhã, o desembargador Claudio Santos ressalta: “Sabe-se do déficit de policiais militares e da iminente necessidade de reforço no policiamento ostensivo em nosso Estado. De outro lado, a Polícia Militar é uma instituição destinada à manutenção da ordem pública, incluindo a necessidade de tranquilidade e incolumidade de magistrados, servidores, promotores, advogados, defensores públicos e da população que frequentam os fóruns espalhados em todo o Estado”.

O magistrado deixa claro que a função dos PMs é de preservação da ordem pública e não da segurança patrimonial dos fóruns. A atuação desses agentes da segurança pública é importante para a guarda e necessidade de preservação de processos criminais, realização de audiências com réus presos e soltos, e para garantir que os magistrados não fiquem à mercê de ações de criminosos que muitas vezes buscam se vingar em rezão das sentenças condenatórias proferidas.

Claudio Santos reitera que “a parceria entre o Poder Judiciário e a Polícia Militar existe e sempre existiu em todo o Brasil em razão dessa obrigação constitucional da Polícia Militar de manter a ordem Pública”. A presença de policiais militares cedidos a órgãos da Justiça é uma realidade nacional, mas como o próprio Conselho Nacional de Justiça (CNJ) atestou em correição não existem policiais militares em desvio de função no Estado do Rio Grande do Norte.

O presidente da Corte Estadual de Justiça ressalta ainda que paulatinamente o Poder Judiciário vem diminuindo o número de PMs cedidos em suas instalações. Em 2009, eram 192 profissionais prestando serviço à Justiça do RN. Atualmente, apenas 1,3% do efetivo total da corporação está cedido ao Judiciário potiguar. Poder este que vem dando sua contribuição ao esforço de enfrentamento à criminalidade, tendo celebrado com o Estado convênio para pagamento de diárias e equipamentos que neste exercício totalizará o repasse para a Polícia Militar de cerca de R$ 1,5 milhão.

Estado

Zenaide Maia relata situação do RN em audiência da Comissão Externa de Combate à Seca

Na manhã desta quinta-feira (09), a deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) reuniu-se com os parlamentares membro da Comissão Externa destinada a acompanhar as ações do governo federal, estadual e municipal no Combate à Seca durante a realização do Semiárido Nordestino, que está aconteceu na Câmara dos Deputados.

A deputada Zenaide fez um alerta para comissão. “No Rio Grande do Norte nós temos o açude Gargalheiras, construído há mais de 60 anos por Marechal Dutra, pensando na prevenção da seca. O que eu vejo, não como técnica do assunto e nem com a experiência de vocês, é o seguinte: Nós temos diagnósticos, nós temos formas de tratar o problema. Todos do Nordeste devemos ficar atentos e acordados para não dormirmos quando os reservatórios estiverem cheios e acordar com o pesadelo quando eles estiverem secos e ver o nosso homem ali sem água, sem comida e com o seu rebanho morrendo de sede e fome. Cabe a nós chamar atenção de toda bancada, pois nós devemos isso ao Nordeste, e vamos nos unir para que os nossos descendentes não estejam discutindo isso daqui a 60 anos”, relatou Zenaide Maia.

A audiência pública, que teve como tema “O Abastecimento Hídrico e a Convivência com a Seca”, contou com a presença de Zeca Cavalcanti – Coordenador; deputado Manoel Junior (PMDB/PB); Relator; os deputados Cacá Leão, Jorge Côrte Real e Zenaide Maia; titulares. Estiveram presentes também os deputados Carlos Henrique Gaguim, Júlio Cesar, Raimundo Gomes de Matos, Raquel Muniz, Vitor Valim e Weliton Prado, como não-membros.

Comissão na Câmara

Estado

Robinson recebe grevistas da Saúde e afirma que não é possível conceder aumento

O governador Robinson Faria recebeu em audiência representantes do Sindsaúde na manhã desta quarta-feira (8) para tratar dos pontos de pauta do movimento grevista. Acompanharam a reunião a secretária chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, o adjunto da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Haroldo Vale, e a coordenadora dos Recursos Humanos da Sesap, Ângela Lobo. Ouvindo um a um dos que pediram a fala, o governador tomou conhecimento de alguns problemas enfrentados pelos servidores da saúde e se colocou à disposição para resolvê-los, remarcando para a quinta-feira (16) uma nova audiência na qual veria com o consultor geral do Estado a viabilidade de repor os salários dos servidores municipalizados, que estão com salários congelados desde 2010.

Entretanto, em se tratando do reajuste salarial de 27% que a categoria pede, Robinson Faria explicou que isso não é possível pelo “engessamento” do Estado com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Estamos impedidos legalmente de criar cargos, promover concursos ou aumentar despesas do Governo. No momento é impossível para o Governador enviar (ao Legislativo) uma proposta de aumento salarial”, explicou a secretária chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha. O governador sugeriu ao Sindicato que procurasse órgãos fiscalizadores como Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado para que ouvissem deles as impossibilidades governamentais do momento. “Podem consultar o Ministério Público e o TCE; se eles derem alguma garantia a vocês (de que o Estado não será acusado de improbidade administrativa), eu faço”, disse o Governador.

Com relação à gratificação por insalubridade, Tatiana Mendes Cunha explicou que é possível concedê-la, desde que sejam observados os critérios técnicos.

Foto: Rayane Mainara

08.07 Audiência com o Sindsaúde - Foto Rayane Mainara (8)

Estado

Presidente da Federação Nacional dos Portuários visita a CODERN e ministra palestra

Na manhã desta quarta-feira (08), a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) sediou em seu auditório uma palestra sobre a conjuntura portuária no Brasil, com o presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP), Eduardo Lírio Guterra, que está em Natal para participar de um seminário promovido por três federações: Federação Nacional dos Portuários; Federação Nacional dos Estivadores e Federação dos Trabalhadores Avulsos, que acontecerá nos dias 9 e 10 de Julho, no Hotel Praiamar, em Ponta Negra.

A palestra foi prestigiada pelos três diretores da CODERN: Emerson Fernandes Daniel Júnior (Diretor-Presidente), Hanna Yousef Emile Safieh (Diretor Técnico-Comercial) e Gustavo Henrique Teixeira de Faria (Diretor Administrativo e Financeiro), além de servidores, práticos do Porto de Natal e representantes de sindicatos.

Foto: Assessoria

IMG_5166

Estado

Robinson anuncia implantação do Ronda Cidadã nos próximos 15 dias

O Governo do Estado lança nos próximos 15 dias o programa Ronda Cidadã, que vai garantir a presença policial nos bairros e a proximidade ao cidadão para combater a violência.

O anúncio foi feito na manhã de hoje, 06, pelo governador Robinson Faria em entrevista ao Bom Dia RN, da INTERTV Cabugi, quando fez um balanço dos primeiros seis meses da gestão.

“Nos próximos 15 dias vamos lançar o programa Ronda Cidadã, que é inspirado no programa Tolerância Zero implantado em Nova Iorque pelo então prefeito Rudolf Juliani e que reduziu significativamente a violência. É um modelo que foi aprovado em Nova Iorque e foi reproduzido em outras cidades com muito sucesso. A exemplo de Bogotá, na Colômbia, que hoje é exemplo mundial de enfrentamento à violência”, informou.

  

Estado

Agora são 240 famílias de sete condomínios contra desapropriação de terreno para estacionamento do TCE

Mil moradores do Edifício Luciano Barros e mais seis condomínios fazem mobilização de protesto e anunciam que lutarão contra tentativa de construção de estacionamento do TCE em terreno de propriedade privada. 

Os moradores do Edifício Luciano Barros, em Petrópolis, ganharam apoio de mais 200 famílias dos seis condomínios vizinhos localizados na Rua Dr. Paulo Viveiros, atrás da Getúlio Vargas. Todos entraram na luta para evitar a utilização de um terreno de propriedade privada para construção de estacionamento pelo Tribunal de Contas do Estado. Neste domingo, os moradores realizaram mobilização, vestiram prédios com panos pretos de protesto e faixas com mensagens protesto. Uma série de reuniões e atos serão agendados para esta semana em frente ao órgão de contas do Estado e nas duas avenidas.

O ato do domingo foi o primeiro de uma série de outras ações mobilizadoras que serão realizadas pelos moradores. Os condôminos da rua Paulo Viveiros alegam que já sofrem com transtornos insuportáveis provocados pelos aparelhos de ar condicionado do TCE, inclusive com ação judicial tramitando contra o órgão. Ao todo, mil moradores são contra a construção do estacionamento do órgão público naquela localidade. “A primeira questão é que o terreno tem dono e não se justifica sua utilidade pública para a construção de garagens para o Tribunal. O terreno é imprescindível para a vida dos condôminos do Luciano Barros e para a saúde principalmente dos idosos que são muitos. A terceira questão é que nenhum morador da rua aceita a construção”, destaca o morador Ívis Bezerra.

As faixas de protesto estampavam frases como “Saúde e segurança estão na UTI e TCE quer estacionamento milionário”, “Desapropriação é confisco institucionalizado”, “Não há respeito social no ato do TCE. Só vaidade!”, “Desapropriação grosseira é abuso de poder”, “Desapropriação usurpadora mancha o nome do RN”, “Negociata política não é utilidade pública”.

Fotos: Cedidas ao Blog 

  

Estado

Bancada Federal debate em Caicó o problema da Seca no Seridó

Há quatro anos o Rio Grande do Norte vive um período de estiagem prolongado. Como consequência disso, 153 municípios estão em estado de calamidade pública, vinte cidades estão passando por rodízio de água, sendo que onze estão em colapso.
O Seridó potiguar é uma das regiões do Rio Grande do Norte que tem sofrido com a seca. 

Foi com o objetivo de escutar o pleito da população que o coordenador da bancada federal, deputado federal Felipe Maia, reuniu neste sábado (04), membros da bancada, prefeitos da região e representantes do governo do estado para ouvir as demandas dos municípios e o que está sendo feito para amenizar o problema.

Da bancada federal estiveram presentes os deputados federais Antônio Jácome, Walter Alves, Rogério Marinho, Rafael Motta, Zenaide Maia e Beto Rosado e o senador José Agripino. Os deputados estaduais Álvaro Dias, Vivaldo Costa e Nelter Queiroz e os prefeitos de Caicó, Roberto Germano, de Acari, Isaias Cabral, de Assu, Ivan Jr, de São Fernando, Genilson Maia, de Ipueira, Paulo Brito e de Santana do Seridó, Adriano Gomes. Além do secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Mairton França, o diretor da Caern, Marcelo Toscano, o diretor do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), Josivan Cardoso e o coordenador regional do DNOCS, José Eduardo Alves. A ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM), também participou do debate. 

A programação do evento contou com visitas aos Açudes Itans, em Caicó e Gargalheiras, em Acari e audiência na Câmara Municipal de Caicó.

Na pauta do encontro foram apontadas soluções emergenciais e de médio prazo para amenizar a falta de água como a construção de poços tubulares; o desassoreamento do Itans; a interligação das bacias hidrográficas; a construção de adutora de engate rápido e a conclusão da Barragem de Oiticica. E, como alternativa definitiva a transposição do Rio São Francisco que teve início no ano de 2007, no entanto a maioria dos lotes da obra estão à espera de aditivos contratuais.

 Fotos: Canindé Soares 

Estado

Por iniciativa de Felipe Maia, Bancada Federal do RN vai a Caicó discutir a crise hídrica no Seridó

No sábado (04), a bancada federal do Rio Grande do Norte se reunirá com prefeitos, entidades e autoridades para debater soluções para a crise de abastecimento de água na região do Seridó. O encontro ocorrerá na Câmara Municipal de Caicó e será intercalado com visitas aos açudes Itans, em Caicó e Gargalheiras, em Acari. Na pauta do evento está a exposição dos problemas causados pela estiagem prolongada e a busca por alternativas para melhorar a distribuição de água. 

Para o coordenador da bancada, deputado federal Felipe Maia, esta é a oportunidade de apontar alternativas para minimizar o problema. “Precisamos nos unir para discutir a questão que é vital para a sobrevivência e economia do nosso estado. Vamos ouvir as ideias daqueles que podem contribuir para solucionar esta crise”, disse Maia.

  

Estado

Mesmo sem os acessos concluídos, Robinson assegura que RN tem todas as condições exigidas para receber o HUB da TAM

O Governador Robinson Faria disse nesta quinta-feira, 2, ao participar da reunião com os representantes da Latam que fizeram visita técnica ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que o Rio Grande do Norte tem todas as condições de atender as necessidades da companhia aérea para instalar o seu HUB no Estado, apesar dos acessos Norte e Sul ao Aeroporto não estarem concluídos. “Temos as melhores condições técnicas, operacionais, logísticas e econômicas para vir a sediar o centro de distribuição da TAM”, afirmou o governador acrescentando que o apoio à indústria do Turismo é prioridade da administração estadual.

Robinson Faria destacou a posição geográfica estratégica, localizado no ponto das Américas mais próximo à Europa e à África, “isso significa otimização de tempo e custos para voos nacionais e internacionais”, explicou, e enfatizou as ações de Governo que se constituem num grande diferencial competitivo a favor do RN: “Sediamos a refinaria Clara Camarão que produz querosene de aviação, garantindo o suporte necessário à demanda e temos o preço do combustível reduzido com a redução fiscal já adotada pelo Governo”.

A Latam enviou para a visita técnica ao aeroporto de São Gonçalo o gerente de projetos, Tiago Lopes, o analista de projetos, Cássio Martins, a consultora Magda Lutterbach e o consultor externo da TAM, Mark Ahasic.

Além de Robinson e auxiliares do seu Governo, os prefeitos Jaime Calado (São Gonçalo do Amarante) e Fernando Cunha (Macaíba).

Foto: Demis Roussos

Visita Técnica Latan_Demis Roussos (4)