Estado

RN tem 435 casos suspeitos de microcefalia‏

O mais recente boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) revela a notificação de 435 casos de microcefalia, relacionados a infecções congênitas, distribuídos em 85 municípios do Rio Grande do Norte. Do total de notificações, 113 foram confirmados, 256 estão sob investigação e 63 foram descartados. Em relação à semana epidemiológica anterior houve aumento de 1 caso suspeito e o número de confirmados não foi alterado.

Entre os casos notificados, 323 são de nascimentos ocorridos em 2015, 98 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica nº 24, terminada em 17/06/2016, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal. Os três municípios com mais casos confirmados são: Natal (31), Parnamirim (8) e Ceará-Mirim (7).

Do total de casos notificados, 4,1% (18/435) evoluíram para óbito após o parto ou durante a gestação (abortamento espontâneo ou natimorto). Segundo a classificação, 33% permanecem em investigação e 67% foram investigados e confirmados. Dos óbitos confirmados, 7 apresentaram resultado de exame de imagem com presença de alterações típicas indicativas de infecção congênita, e 5 foram confirmados por critério clínico-laboratorial – com identificação do vírus zika a partir de amostras provenientes de dois casos de abortamento e dois recém-nascidos.

Estado

Governo Robinson: Greve dos servidores da saúde estadual começa nesta quarta (22)

Os servidores da saúde estadual iniciam a greve nesta quarta-feira (22), na mesma semana em que o Governo Robinson confirmou o não pagamento da primeira parcela do 13º salário. A greve cobra o pagamento em dia dos salários, concurso público, reajuste, recursos para a saúde e a retirada do Projeto de Lei da Previdência Complementar da Assembleia Legislativa.

O Sindsaúde promoverá um ato público em frente à Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), a partir das 09h, durante toda a manhã. No local, os grevistas farão um ‘arraia da saúde’, como forma de protesto contra a falta de verbas no setor.

AUDIÊNCIA – Somente com o anúncio da greve o governo iniciou negociações. Uma reunião foi marcada com o Sindsaúde e a titular da Sesap, Eulália Alves, para a manhã desta terça (21). O Sindsaúde cobrará os pontos não cumpridos no acordo da greve passada e o retorno de uma gratificação que foi cortada neste mês, após mais de dez anos sendo paga.

z

Estado

Criança Viva: Deputados Estaduais apoiam e discutem instalação de novos leitos de UTI Pediátrica no RN

O déficit de leitos nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) infantis no Rio Grande do Norte e as propostas para o setor foram os temas debatidos nesta segunda-feira (20), em audiência pública na Assembleia Legislativa. A discussão foi de iniciativa da deputada Márcia Maia (PSDB), que durante a audiência fez um apelo aos colegas deputados pelo encaminhamento de emendas parlamentares para serem aplicadas nas unidades infantis.

“O Legislativo também se coloca à disposição para tentar soluções para essa realidade. Além das emendas parlamentares, sugiro ainda a formação de uma comissão para participar de audiências junto ao governador e ao prefeito, além dos secretários de saúde, para discutirmos os encaminhamentos saídos dessa audiência”, disse Márcia Maia, que também é presidente da Frente Parlamentar Estadual da Criança e do Adolescente, na Casa.

Durante o debate, o médico Madson Vidal, coordenador do projeto Criança Viva, apresentou um diagnóstico sobre a situação atual das UTIs neonatais e pediátricas do Estado. De acordo com o levantamento, que considera hospitais públicos e privados, o RN dispõe hoje de 103 leitos neonatais e 39 pediátricos. Os dados revelam um déficit total de 301 vagas, sendo 93 neonatais e 209 pediátricas. Cada leito de UTI é suficiente para salvar 40 crianças por ano. A proporção atual é de 40 leitos para cerca de 800 mil crianças no Estado.

O médico apontou uma série de ações capazes de incrementar 14 novos leitos de UTIs pediátricas e 26 neonatais em curto prazo, como por exemplo, o início do funcionamento dos leitos infantis dos hospitais Onofre Lopes, Ana Beatriz, em Santa Cruz e Hospital do Seridó, em Caicó. De acordo com ele, as unidades estão praticamente prontas.

O deputado Fernando Mineiro (PT) propôs a assinatura de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) para viabilizar o remanejamento de equipamentos de UTIs infantis desativadas para outras unidades em funcionamento. O parlamentar sugeriu ainda a revisão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2017 no intuito de verificar a possibilidade de direcionar mais recursos para as UTIs infantis. Os deputados Cristiane Dantas (PCdoB) e Hermano Morais (PMDB) também se pronunciaram em favor da causa, reforçando a necessidade de ampliação de leitos pediátricos e neonatais na rede hospitalar do Estado.

A audiência pública foi realizada em parceria com o projeto Criança Viva, iniciativa que atua em favor da ampliação das UTIs infantis e contou com a participação da vereadora Julia Arruda (PDT), representante da Secretaria de Saúde, Vitória Régia, promotor de Justiça de Saúde do MPRN, Carlos Henrique Rodrigues, representante da Defensoria Pública do RN, Igor Melo, diretora médica da Maternidade Januário Cicco, Maria da Guia Medeiros, representante da Sociedade Norte-riograndense de Terapia Intensiva, Antônio Fernando Coelho, representante do Hospital Giselda Trigueiro, Bosco Barbosa, superintendente do Hospital Onofre Lopes, Stenio Gomes da Silva e do presidente do CRMRN, Marcos Lima de Freitas.

Foto: Eduardo Maia

z

Estado

Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Natal sofre assalto seguido de sequestro relâmpago

O Secretário Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Natal, Joni Costa, é a mais recente vítima da insegurança pública do Rio Grande do Norte.

Joni foi assaltado neste sábado (18), na Avenida Ayrton Sena, em Natal. Em seguida sofreu um sequestro relâmpago.

O secretário foi liberado logo em seguida e o carro também já foi localizado. Levaram celulares, notebook, documentos e outros pertences pessoais.

Estado

UOL: Equipe de Patrícia Abravanel é assaltada no RN

Do Portal UOL

Uma equipe de externas do “Programa Silvio Santos” foi assaltada, nesta quinta-feira (16), em Natal, no Rio Grande do Norte, enquanto realizava uma série de gravações.

Os profissionais da emissora estavam trabalhando na região há uma semana, incluindo Patrícia Abravanel, para o quadro “Patrícia Tá na Rua”, mas a apresentadora voltou a São Paulo antes do ocorrido.

A equipe que lá permaneceu gravava outros quadros, como “Os velhinhos se divertem” e “Desafio com as crianças” e, enquanto se preparava para este último, foi surpreendida pelos bandidos armados.

Eles anunciaram o assalto e levaram tudo, desde câmeras, lente, tripé, monitores do SBT, mais celulares e documentos. Felizmente ninguém foi ferido na ação.

Passado o susto, o pessoal do SBT procurou a delegacia mais próxima e os policiais conseguiram localizar e prender os bandidos. Além disso, todos os equipamentos e documentos foram recuperados. Ufa!

Do Blog: Patrícia Abravanel é esposa do deputado federal Fábio Faria, portanto nora do Governador Robinson Faria. 

Estado

RN menor e mais fraco

A semana que termina me deixou com inúmeras preocupações como um simples potiguar. Não só pela informação de que podemos perder a nossa Refinaria Clara Camarão, repassada pelo presidente do Sindicato das Empresas do Setor Energético do Estado do Rio Grande do Norte (SEERN), Jean-Paul Prates. 

Em nota à imprensa, Jean-Paul informou que está em pleno vapor um projeto de evolução da unidade de refino instalada no RN para a Diretoria de Exploração & Produção da Petrobras. Isso significa que a unidade de refino deixará de ser refinaria e ficará excluída do Plano Estratégico e das discussões da Diretoria de Refino e Gás Natural. 

A perda da refinaria – sem dúvida – vai afetar a economia do Estado, que já atravessa uma grave crise financeira, ao ponto do Governo de Robinson Faria (PSD) atrasar há cinco meses o pagamento do funcionalismo. Também não existe data definida para o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que já foi pago essa semana pelo nosso vizinho Estado da Paraíba. 

Nossa perda foi a saída de Henrique Eduardo Alves do Ministério que estava fazendo um grande trabalho pelo turismo. Alves decidiu pedir demissão pelas delações premiadas, sem nenhuma prova, mas para preservar a estabilidade do Governo Michel. Não estamos falando de um Ministro qualquer, mas um amigo pessoal do Presidente Temer, com força para importantes conquistas ao Rio Grande do Norte. Quem agora vai brigar pelo Estado? 

Mas aqui em nosso pequeno elefante, a saída de Henrique do Ministério foi festejada por uma tribo. Faz parte da política de quem – de fato – torce contra o Estado, já que criticar erros cometidos por lá é tido como tal. 

Fato é que o RN está menor e mais fraco. 

Estado

Alegando descaso do Governo Robinson, Servidores da Saúde do Estado vão entrar em greve a partir da quarta (22)

Nesta sexta-feira (17), os servidores da saúde estadual realizaram uma assembleia e um ato em frente ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, no hospital Walfredo Gurgel. As atividades confirmaram o início da greve que se iniciará na próxima quarta-feira (22). Os trabalhadores terceirizados da saúde também estiveram presentes para mostrar a insatisfação com a Sesap e empresa Safe, que até o momento não pagaram seus salários. Os terceirizados paralisaram as atividades do dia e decidiram entrar em greve na segunda-feira (17), com um ato na Sesap.

Desde o dia 20 de maio, na assembleia que deflagrou o indicativo de greve, os servidores da saúde estadual estão participando de atos públicos e reuniões nos locais de trabalho, para mobilizar a categoria pra greve. As atividades de hoje finalizam o calendário de mobilizações aprovado na assembleia e marcam o início da greve da saúde estadual.

Para o servidor Nabucodonosor, do Walfredo, os servidores precisam fazer como os bufalos que para se defenderem dos ataques dos outros predadores, se unem com todas as forças. “É assim que precisamos estar, unidos. Só dessa forma nos fortalecemos para enfrentar os ataques dos governos”, disse.

A categoria está há seis anos sem receber um reajuste, faz cinco meses que vem recebendo o pagamento do salário atrasado, está sofrendo com os ataques do governo Robinson, que vai desde a ameaça da retirada da insalubridade (que com a luta dos servidores e do sindicato, o governo voltou atrás), com a retirada da gratificação da vantagem pessoal, com o não pagamento do 13° salário, com o ataque à Previdência, com as condições precárias da saúde pública, entre outros.

z

Estado

Audiência pública na Assembleia vai debater a falta de leitos de UTI pediátrica no RN‏

Uma audiência pública na Assembleia Legislativa vai discutir na próxima segunda-feira (20), a partir das 9 horas, no auditório Deputado Cortez Pereira, a situação das UTIs infantis no Estado e o déficit de mais de 300 leitos para crianças entre 0 a 14 anos. A proposição é da deputada estadual Márcia Maia (PSDB), presidente da Frente Parlamentar Estadual da Criança e do Adolescente na Casa, com apoio do Projeto Criança Viva.

Um leito de UTI é suficiente para salvar 40 crianças por ano, contudo, o Rio Grande do Norte detém atualmente apenas 103 leitos neonatais entre hospitais públicos e privados, enquanto a quantidade de leitos pediátricos é de apenas 40 para cerca de 800 mil crianças no total.

Os números contrariam a orientação da Sociedade Brasileira de Pediatria, que indica a necessidade de quatro leitos neonatais para cada mil crianças nascidas vivas. Já a orientação para UTIs pediátricas é de no mínimo três leitos para cada 10 mil crianças entre 0 e 14 anos.

O anestesiologista e coordenador do movimento Criança Viva, Madson Vidal, fará a exposição do quadro geral e a expectativa é de que a audiência possa sinalizar soluções em curto, médio e longo prazo para o déficit de leitos, falta de profissionais e de infraestrutura das Unidades de Tratamento Intensivo Neonatal e Pediátricas no RN.

A audiência reunirá representantes do Legislativo, Governo do Estado, Municípios, classe médica, além da OAB, Ministério Público, Defensoria Pública, AMICO, GACC, Instituto do Bem, Rotary Clube, Pastoral da Criança, e membros da sociedade civil organizada.

z

Estado

Governo do Estado assume domínio do Terminal Pesqueiro

O último compromisso do governador Robinson Faria em Brasília foi com o novo ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

No encontro, realizado no início da tarde desta quinta-feira, 16, foi assegurada a transferência de dominialidade do Terminal Pesqueiro ao Estado. Enquanto o equipamento pertencer ao Governo Federal, o governo estadual não terá como intervir e iniciar um novo processo para a conclusão da obra, hoje com 95,5% de andamento.

Estado

Sindicato dos Médicos denuncia que UTI pediátrica do Hospital Maria Alice Fernandes poderá fechar em Julho

Hoje o Rio Grande do Norte tem um déficit de 300 UTIs Neonatal e Pediátricas, causando grande transtorno para a população. Esse número deve aumentar caso a UTI pediátrica do Hospital Maria Alice Fernandes (HMAF), na Zona Norte de Natal, feche seus 10 leitos no próximo dia 29 de julho.

O caso foi denunciado pela coordenadora da UTI Pediátrica do HMAF, Luciana de Aguiar Corrêa, durante reunião com a diretoria do Sinmed RN, ocorrida na noite da última terça-feira (14). De acordo com Luciana, desde o ano de 2014 a equipe do Maria Alice alerta a Secretaria Estadual de Saúde sobre a falta de Recursos Humanos na unidade, o que pode levar ao fechamento da UTI.

A equipe tem fechado escala de plantões com um número crítico de profissionais, sobrecarregando os médicos quando alguém tira férias ou adoece, por exemplo. Com a previsão de algumas aposentadorias para os próximos meses, o problema deve se agravar, deixando a escala de plantões do mês de julho incompleta.

Assim, o Hospital Maria Alice receberá pacientes para a UTI (Neo e Pediátrica) até o dia 15 de julho, já que só poderá garantir o acompanhamento deste paciente até o dia 29. Voltando a reabrir apenas no dia 01 de agosto.

Também por falta de profissionais, a UTI pediátrica do Hospital Walfredo Gurgel não deverá fechar a escala de plantões no mês de agosto, agravando ainda mais a crise da UTI pediátrica no estado.

“Estamos desesperados com o fechamento da UTI”, revela Luciana Corrêa. E aponta como uma possível solução a otimização das equipes de UTI pediátrica no estado. “Não podemos ter perda de leitos, uma solução seria a junção destes leitos em uma unidade como o Walfredo Gurgel e, também, realocar profissionais de outras UTIs pediátricas para as unidades com maior demanda”, sugere.

O Sindicato dos Médicos do RN já solicitou reunião de urgência com a secretária de saúde do estado, Eulália de Albuquerque Alves, para solucionar a falta de médicos nas unidades e garantir o serviço de qualidade e com segurança para os pacientes.

“Vamos solicitar três medidas para solucionar o problema. De forma imediata, a contratação de serviço complementar, como as cooperativas médicas. A médio e longo prazo, pode ser feito o Processo Seletivo Simplificado e o Concurso Público”, disse Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN.

z

EstadoPolítica

Governador da Paraíba anuncia pagamento da primeira parcela do 13º salário para amanhã (17)

Ao invés de viajar à Colômbia para estudar técnicas na área da Segurança Pública, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), deveria ir ao nosso vizinho Estado da Paraíba, para conhecer o modelo de administração do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Lá, além de várias obras em andamento, Ricardo Coutinho já anunciou para amanhã (17) o pagamento da primeira parcela do 13º salário.

Serão R$ 127 milhões injetados na economia em meio as festividades do período junino.

z

Estado

RN tem 434 casos suspeitos de microcefalia e 113 confirmados‏

O mais recente boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) revela a notificação de 434 casos de microcefalia, relacionados a infecções congênitas, distribuídos em 85 municípios do Rio Grande do Norte. Do total de notificações, 258 estão sob investigação, 113 foram confirmados e 63 foram descartados. Em relação à Semana Epidemiológica anterior houve aumento de 3 casos suspeitos e o número de confirmados não foi alterado.

Entre os casos notificados, 323 são de nascimentos ocorridos em 2015, 97 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica (SE) nº 23, terminada em 11/06/2016, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal. Os três municípios com mais casos confirmados são: Natal (31), Parnamirim (8) e Ceará-Mirim (7).

Do total de casos notificados, 4,3% (18/417) evoluíram para óbito após o parto ou durante a gestação (abortamento espontâneo ou natimorto). Segundo a classificação, 33% permanecem em investigação e 67% foram investigados e confirmados. Dos óbitos confirmados, 7 apresentaram resultado de exame de imagem com presença de alterações típicas indicativas de infecção congênita, e 5 foram confirmados por critério clínico-laboratorial – com identificação do vírus zika a partir de amostras provenientes de dois casos de abortamento e dois recém-nascidos.

Estado

Um dia após o Governador inaugurar maternidade em Macaíba, pacientes são encaminhadas para Natal por falta de profissionais

Com pompas e circunstâncias, o governador Robinson Faria (PSD) inaugurou ontem (13), em Macaíba, o setor de maternidade do Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho. A informação oficial divulgada pelo Governo do Estado é que a unidade permitirá o nascimento de cerca de 250 crianças por mês, após um hiato de seis anos sem nascer um macaibense sequer

Lamentavelmente, nesta terça-feira (14), um dia após a inauguração da maternidade, pacientes foram encaminhados para o Hospital Santa Catarina, em Natal, sob alegação da falta de equipe suficiente para atender a demanda da maternidade.

z

Estado

MPF aponta que 29.688 servidores municipais, estaduais e federais foram beneficiados de maneira irregular pelo Bolsa Família no RN

Uma polêmica foi criada em torno da Assembleia Legislativa, após o Ministério Público Estadual (MPE) acionar o Tribunal de Contas da União (TCU) por constatar que 32 servidores com vínculos na Casa Legislativa recebem irregularmente o benefício do Bolsa Família.

Os 32 servidores do legislativo estadual que recebem de maneira irregular o benefício é apenas uma minúscula gota em meio ao oceano de 29.688 servidores municipais, estaduais e federais que teriam sido beneficiados de forma irregular pelo Bolsa Família.

De acordo com dados do MPF e publicados nesta Tribuna do Norte no último dia 07, o rombo do Bolsa Família no Rio Grande do Norte pode chegar a R$ 84 milhões.

Estado

Secretários Municipais de Saúde discutirão descaso do Governo Robinson com os Hospitais Regionais

Os secretários municipais de saúde do Rio Grande do Norte estarão reunidos na manhã desta quarta-feira (15) a partir das 9 horas, no Centro de Formação de Pessoal para os Serviços de Saúde – Cefope, localizado na Avenida Alexandrino de Alencar, ao lado do Hemonorte, em Natal, com o intuito de participarem da 204ª reunião ordinária do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN – Cosems/RN.

O encontro será exclusivamente pautado na apresentação e discussão das dívidas referentes ao co-financiamento da Atenção Básica – AB, Assistência Farmacêutica Básica – AFB, Serviço Móvel de Urgência – SAMU (Mossoró e Natal) e Unidades de Pronto Atendimento – UPAs (Macaíba, Mossoró e Natal) por parte do Estado do Rio Grande do Norte com os municípios potiguares.

De acordo com o levantamento realizado pela equipe técnica do Cosems/RN com o apoio dos gestores municipais, algumas dívidas se arrastam desde de 2010 até à atualidade, atingindo em junho deste ano, a ordem aproximada dos R$ 113 milhões.

No último encontro ordinário do Cosems, realizado em 17 de maio, a diretoria do Conselho solicitou aos representantes regionais da instituição que realizassem um levantamento junto aos demais secretários municipais de saúde com o intuito de apurar a real situação dos Hospitais Regionais do Rio Grande do Norte, nas oito regiões de saúde do estado.

Dividido em cinco categorias e ainda para ser concluído, os dados encaminhados até o presente momento pelos gestores ao Cosems já apontam as principais deficiências dos hospitais: falta ou insuficiência de insumos (medicamentos, material médico cirúrgico, limpeza e expediente) e de instrumentos permanentes (caixas cirúrgicas, estetoscópio, dentre outros); déficit no número de equipamentos básicos essenciais, pois os existentes encontram-se obsoletos ou sem condições de uso; insuficiência de ambulâncias, falta de manutenção e combustível nos veículos existentes na frota; Insuficiência/ausência de profissionais (principalmente médicos especialistas) no quadro dos hospitais regionais; e necessidade de reforma/ampliação das estruturas físicas dos hospitais.

Preocupada com estes gargalos em que passa o SUS potiguar a diretoria do Cosems tenta sem sucesso, desde o início de 2015, uma audiência com o governador Robinson Faria para discutir as possíveis saídas para a problemática da precarização dos serviços prestados no RN.

Nesse meio tempo o Cosems também trabalha junto ao presidente da comissão de saúde da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Álvaro Dias (PMDB), a realização de uma audiência pública no parlamento estadual com o intuito de se chegar a um consenso e buscar saídas para o caos instalado no Estado.

Estado

Esposa de vereador é assassinada em tentativa de assalto no interior do RN

Uma tentativa de assalto terminou com a morte da esposa do vereador Adãozinho, na cidade de Pureza, distante 59 km da capital do Rio Grande do Norte. 

A vítima foi morta na frente da filha de quatro anos. O crime chocou toda a cidade.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública ainda não tem uma posição oficial sobre o caso, mas adianta que as Polícias Militar e Civil estão em diligência. 

Estado

Governo do Estado lança nova edição do programa Água para Todos

O Governador Robinson Faria assinou na manhã desta segunda-feira (13) as ordens de serviço para o início imediato das obras do Programa Água para Todos.

Com o convênio firmado entre o Governo do Estado e Ministério da Integração, serão destinados R$ 23 milhões para a implantação de 145 sistemas simplificados de abastecimentos de água em comunidades e aglomerados rurais e mais R$ 3,8 milhões para a construção de 57 barreiros.

Foto: Rayane Mainara

Estado

Robinson deixa de enviar R$ 19 milhões por mês para a Saúde Estadual

Durante a Reunião do Conselho Estadual de Saúde, na última quarta-feira (08), houve apresentação do demonstrativo de repasses financeiros da Secretaria de Planejamento (Seplan) para a Secretaria Estadual de Saúde (SESAP).

Estavam presentes na mesa o Coordenador Financeiro da Sesap, Sidney Varela, o Promotor de Saúde, Carlos Henrique, e o conselheiro Francisco Nonato.

Os números mostram que o governo estadual continua sem repassar quase metade do valor necessário para o funcionamento da saúde pública. Segundo Sidney Varela, o repasse não é suficiente para manter a saúde funcionando. “A média para trabalharmos de uma forma organizada seria de R$ 40 milhões por mês. Não de forma confortável, mas para manter a situação como está hoje”, afirma.

Nos primeiros 17 meses do governo Robinson Faria, a Seplan repassou à Sesap R$ 21,2 milhões por mês, em média. Ou seja, o governo estadual deixa de enviar cerca de R$ 19 milhões todos os meses para a saúde estadual.

A nova secretária estadual de Saúde, Eulália de Albuquerque, e o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, não compareceram à reunião, mesmo convocados. O Conselho deliberou a escrita e encaminhamento de uma nota de repúdio a essas ausências. Sindicatos e movimentos sociais estavam presentes e denunciaram as condições dos hospitais do RN.

Estado

RN terá obras pelo Programa Água para Todos

O Governo do Estado assina, na próxima segunda-feira (13), às 10h no auditório da Governadoria, a ordem de Serviço para início das primeiras obras do Programa Água para Todos. A meta do PAT aqui no Estado é atender 5.800 famílias de 50 municípios com a implantação de 57 barreiros e 145 sistemas simplificados de abastecimento de água.

Pelos convênios assinados entre o Ministério da Integração e o Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), R$ 23 milhões serão destinados à implantação de sistemas simplificados de abastecimento d’água em comunidades e aglomerados rurais, e R$ 3,8 milhões para a construção de barreiros. Dos R$ 23,8 milhões que serão investidos, a contrapartida do Estado é de R$ 1,3 milhão.

Os critérios de escolha das cidades que serão beneficiadas foram elencados no decreto de criação do “Água Para Todos” e entre eles estão: que os municípios apontados estejam entre os que receberam decreto de situação de emergência em decorrência da seca, entre os anos de 2003 e 2013, que sua população esteja em situação de extrema pobreza ou que sua população rural não possua acesso adequado às fontes hídricas para consumo humano ou dessedentação animal.

Os prefeitos dos municípios beneficiados estarão presentes no evento, bem como deputados estaduais e outras autoridades.