Estado

Saúde notifica 418 casos suspeitos de microcefalia no RN

O mais recente boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) aponta para a notificação de 418 casos suspeitos de microcefalia no RN. Os números divulgados pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) revelam uma redução no número de casos suspeitos: em 15 dias, relativos às Semanas Epidemiológicas 15 e 16, não houve aumento de casos, ficando em 417. E da semana 15 para a semana 17, o aumento foi de um caso.

Mesmo com a redução dos números, a Sesap continua alertando a população para o combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor causador de doenças como dengue, zyka vírus e chikungunya e solicitando aos municípios a notificação.

Dos 418 casos suspeitos de microcefalia, 314 são de nascimentos ocorridos em 2015, 90 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica (SE) 17, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal

O aumento da prevalência dos casos de microcefalia foi evidenciado especialmente a partir de setembro, com pico em novembro de 2015 (22,7 casos por 1.000 nascidos vivos).

Os casos notificados estão distribuídos em 81 municípios do estado. Do total, 283 estão sob investigação, 96 foram confirmados e 39 foram descartados (descartados por apresentar exames normais, por apresentar microcefalia e/ou malformações congênitas por causas não infecciosas ou por não se enquadrar nas definições de casos).

Com relação à prevenção, o Ministério da Saúde orienta as gestantes a adotar medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se mantendo portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

EstadoPolítica

Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa prioriza debate em torno dos Hospitais Regionais do RN

A situação dos hospitais regionais vai ser debatida na Comissão de Saúde e em audiências públicas no Centro de Estudos e Debates da Assembleia Legislativa. Essa foi a decisão tomada nesta quarta-feira (4) em reunião extraordinária realizada pelos membros da comissão.

“Os hospitais regionais precisam ser tratados como prioridade no setor de Saúde Pública do Estado. Com esses hospitais funcionando a contento, alivia a superlotação dos hospitais de urgência da capital, notadamente do Walfredo Gurgel” afirmou o presidente da Comissão de Saúde, deputado Álvaro Dias (PMDB).

O parlamentar disse que vai marcar uma data para a audiência pública, contando com a presença dos secretários municipais de Saúde e dirigentes da Secretaria de Saúde Pública do Estado.

O deputado Getúlio Rêgo (DEM) concordou com a proposta apresentada na Comissão afirmando que a Saúde do Rio Grande do Norte precisa ter um amplo debate com todos os agentes que possam melhorar o atendimento à população.

“O Brasil enfrenta uma grande crise econômica e política e quem paga a conta é a população mais pobre. Vamos discutir o estrangulamento dos hospitais regionais, onde estão faltando profissionais, medicamentos e equipamentos. Também vamos discutir a ameaça de corte no pagamento de insalubridade dos servidores do hospital Giselda Trigueiro, que é uma referência no tratamento de doenças infectocontagiosas”, ressaltou Getúlio.

Os deputados Getúlio Rêgo e Álvaro Dias lamentaram a saída do médico Ricardo Lagreca da Secretaria de Saúde, considerados por ele um excelente profissional e administrador. Segundo os parlamentares não houve o repasse dos recursos prometidos pelo Governo para garantir um bom atendimento à população.  A Comissão de Saúde volta a se reunir nesta quinta-feira (5).

Foto: Eduardo Maia

z

Estado

Força Nacional de Segurança Pública deixa o RN mesmo com decreto de calamidade publicado pelo Governo do Estado

Mesmo estando a Segurança Pública do Rio Grande do Norte em estado de calamidade, a Força Nacional deixou o Estado por determinação do Ministério da Justiça e se deslocou para o Estado de Pernambuco, onde a Polícia Militar poderá deflagrar greve nas próximas horas.

A Força Nacional de Segurança Pública foi criada em 2004 para atender às necessidades emergenciais dos estados, em questões onde se fizerem necessárias a interferência maior do poder público ou for detectada a urgência de reforço na área de segurança. Ela é formada pelos melhores policiais e bombeiros dos grupos de elite dos Estados, que passam por um rigoroso treinamento no Batalhão de Pronta Resposta (BPR).

No último dia 03 de março, o Ministério da Justiça tinha autorizado a permanência da Força Nacional do RN por mais seis meses. Lembrando que estavam no Estado desde agosto de 2014.

Além da operação de polícia judiciária, no apoio à investigação de homicídios, com policiais civis, a Força Nacional também desenvolvia no Rio Grande do Norte, outras quatro operações:

– Ostensiva, com equipes de policiais militares reforçando o patrulhamento nas ruas em apoio ao sistema penitenciário;
– Perícia, com peritos e papiloscopistas intensificando levantamentos e confecção de laudos sobre crimes em geral;
– Guardas-vidas, com bombeiros da Força Nacional prevenindo afogamentos no litoral potiguar
– Aviação Policial, com profissionais de segurança pública especializados auxiliando os órgãos locais em operações aéreas com uso de helicóptero.

Estado

Rotina: Nova fuga é registrada em Alcaçuz

Semana começando com a rotineira notícia de mais uma fuga na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, presídio de ‘Segurança Máxima’ localizado no município de Nísia Floresta.

Ainda não se sabe a quantidade de fugitivos. A média no Estado em 2016 é de 11 presos que fogem por semana. No total, já são 185 fugitivos no Rio Grande do Norte somente neste ano, em virtude da superlotação e depredação das unidades prisionais que se encontram em estado de calamidade decretado pelo Governo do Estado.

Além da situação crítica dos presídios e do déficit de agentes penitenciários, existe uma instabilidade do Secretário Estadual de Justiça e da Cidadania (SEJUC), responsável pela administração do sistema prisional. Em 17 meses do Governo Robinson, já estamos no quarto titular à frente da SEJUC.

Estado

Bandidos assaltam joalheria no EXTRA de Capim Macio e deixam prejuízo de R$ 230 mil

Neste domingo (01), Dia do Trabalho, onde os supermercados de Natal estavam fechados, bandidos escolheram o EXTRA da Avenida Roberto Freire para assaltar.

Chegaram, renderam o vigilante, e atuaram em uma joalheria que funciona no estabelecimento comercial.

Levaram R$ 150 mil em joias e R$ 80 mil em relógios, totalizando um prejuízo de R$ 230 mil.

Estado

Filho do Secretário Estadual de Agricultura é assaltado e rendido por bandidos em frente ao Hospital Promater

Um dos filhos do Secretário Estadual de Agricultura, Haroldo Habuana, foi vítima de um assalto seguido de um sequestro relâmpago em plena luz do dia nesta sexta-feira (29). 

O fato ocorreu em frente ao Hospital Promater, no Bairro de Lagoa Nova, em Natal. Os bandidos fugiram levando o carro e pertences pessoais da vítima. 

É a insegurança cada vez maior. 

EstadoPolítica

Secretário Estadual de Administração será exonerado e titular da SEJUC será o substituto

Mais mudanças no Governo de Robinson Faria (PSD), que está desmoronando. 

Após a Tribuna do Norte e este blog divulgarem nesta sexta-feira (29) que o Secretário Estadual de Administração, Marcelo Marcony, já foi executivo na empresa VTI, que teve contrato com o Governo do Estado de R$ 57 milhões suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), o governador Robinson Faria (PSD) decidiu exonerá-lo. 

Vai para a Administração o titular da SEJUC, Cristiano Feitosa. 

EstadoPolítica

Robinson Faria admite mudanças na Segurança e SEJUC

O governador Robinson Faria repercutiu as mudanças em seu secretariado, com o anúncio feito hoje das novas secretárias de Saúde e Educação, durante entrevista concedida no início da tarde desta sexta-feira, 29. Robinson, entretanto, não descartou que ainda possa haver mais mudanças:  “Sou um governador que trabalha com metas e sou cobrado pelos resultados. Tenho que ter a liberdade, a coragem e o compromisso de cobrar resultados. Se for preciso fazer mudanças, eu vou fazer”, assinalou.

Ao responder questionamentos sobre a saída da Segurança, o governador admitiu mudanças: “A secretária Kalina tem conversado bastante comigo. Ela tem sido muito clara com o governador na questão de que se for preciso uma mudança, para ela não é nenhum problema. Ela é uma delegada de carreira, uma pessoa abnegada que tem a preocupação de ajudar para que o governo dê certo. Estamos discutindo. Poderá acontecer essa mudança, mas não está definido”.

O blog já noticiou há dias, que a titular da Segurança, Kalina Leite, colocou o cargo à disposição do Chefe do Executivo Estadual, e aguarda apenas a definição do substituto para deixar a função.

Sobre a SEJUC, que administra o sistema penitenciário do Estado, Robinson Faria também admitiu mudanças no comando se for necessário.

Mais cedo, o governador do estado confirmou os nomes de Cláudia Santa Rosa e de Eulália de Albuquerque Alves para as secretarias da Educação e da Cultura (Seec) e da Saúde Pública (Sesap), respectivamente.

Detalhe: Se confirmando mudanças na SEJUC, que administra o sistema penitenciário, será o terceiro secretário em apenas 16 meses de Governo. É a prova do caos. 

29.04 Governador concede entrevista ao RNTV1 - Foto Assecom (1)

EstadoPolítica

Robinson tem dificuldade de encontrar um nome para a Segurança

Não tem sido fácil o governador Robinson Faria (PSD) encontrar um nome para assumir a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, atualmente ocupada pela delegada Kalina Leite.

Cotado para a pasta, o General Fraxe, que responde pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), não topou assumir o desafio da Segurança.

Robinson Faria continua buscando um nome que consiga cumprir uma promessa de sua campanha e realizar o “Governo da Segurança”.

EstadoPolítica

Governo Robinson confirma Cláudia Santa Rosa para a Educação e Dra. Eulália para a Saúde

O blog publicou em primeira mão as novas titulares das pastas da Educação e Saúde do Governo Robinson.

Para a Educação, confirmado o nome da educadora Cláudia Santa Rosa, que ocupa o lugar do professor Francisco das Chagas, exonerado coletivamente com outros cargos do PT, após uma decisão partidária.

Para a Saúde, confirmada a ortopedista Eulália Albuquerque, que substitui o médico Ricardo Lagreca.

As demais pastas ainda estão em discussão.

EstadoPolítica

Ortopedista Eulália Albuquerque é cogitada para a Secretária Estadual de Saúde

Pelos corredores da Governadoria se fala que a ortopedista Eulália Albuquerque aceitou o desafio de comandar a Secretaria Estadual de Saúde, em substituição ao médico Ricardo Lagreca, que pediu exoneração do cargo há quase 30 dias.

Eulália é tida no meio médico como uma boa ortopedista. Resta saber se terá o ótimo desempenho para lidar com os problemas da Saúde Pública do Estado.

EstadoPoderPolítica

Governo Robinson poderá remanejar até 16% dos recursos do orçamento se Assembleia Legislativa aprovar parecer da Comissão de Finanças

A Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira (27), o Projeto de Lei 025/2016, que permite o Estado remanejar mais 6% sobre o orçamento do Estado, o que significa dizer que o Governo Robinson terá 16% de percentual de remanejamento, se o Projeto for aprovado pela Assembleia Legislativa, já que atualmente tem a liberdade de remanejar 10%.

Participaram da reunião na Comissão de Finanças e Fiscalização, os deputados José Dias (PSDB), Tomba Farias, Dison Lisboa, Ricardo Motta (PSB) e George Soares.

Estado

Bandidos assaltam casa de câmbio no Shopping Via Direta

Shopping agora é o destino predileto dos bandidos em Natal. Na manhã desta quarta-feira (27), a ação ocorreu em uma casa de câmbio no Shopping Via Direta.

O funcionário abria a loja por volta das 09h, quando foi rendido por dois bandidos, que fugiram levando todo o apurado de ontem (26).

No momento do ocorrido, o estabelecimento ainda estava fechado ao público, com acesso apenas para funcionários dos estabelecimentos comerciais que lá funcionam.

z

Estado

Hospitais Estaduais do RN tem 150 pacientes à espera de cirurgia ortopédica

Já são cerca de 150 pacientes espalhados pelos corredores dos hospitais Walfredo Gurgel, João Machado e Deoclécio Marques (Parnamirim), no aguardo de cirurgias ortopédicas. O motivo da espera, que pode provocar sequelas graves em caso de fraturas não cuidadas em até 15 dias, é que o Hospital Memorial, referência em ortopedia no RN e responsável pelas cirurgias de pacientes do SUS, está com suas atividades paralisadas há 21 dias devido ao acúmulo de três meses sem o repasse de recursos por parte do Estado e do Município.

Durante estes 21 dias de paralisação já são 630 procedimentos não realizados. O hospital conta com 325 colaboradores, 70 leitos – sendo 15 de UTI – e dispõe de um quadro clínico formado por ortopedistas especializados no tratamento de diferentes membros, como quadril, joelhos e ombros, além de clínicos gerais, anestesistas e enfermeiros.

O atraso no repasse de verbas torna crítica a situação financeira do Memorial e prejudica todo o funcionamento da instituição, o que a impede de honrar compromissos como insumos, pagamento da folha de pessoal, da energia elétrica, dos impostos, entre outros fatores essenciais para manter a prestação do serviço de qualidade.

z

Estado

Governo Robinson quer retirar vantagens de 5 mil servidores da Saúde

Segundo o Sindicato dos Servidores da Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (SINDSAÚDE), após auditoria na folha de pagamento, o Governo de Robinson Faria quer retirar ou reduzir a insalubridade de mais de 5 mil servidores do Estado que sempre receberam o direito.

Para o Governo, caso a comprovação do direito a insalubridade, que sempre receberam, não seja apresentada os trabalhadores irão perdê-la. O governador também quer retirar em maio o adicional noturno de quem entrar de férias. As medidas fazem parte do duro ajuste do Governo do Estado.

O Sindsaúde convoca para o próximo dia 04 de maio uma grande paralisação, com protesto às 09h, na Governadoria.

z

Estado

Caos: Quatro dias após inaugurar 36 novos leitos, Hospital Tarcísio Maia tem 66 pacientes em macas e 31 nos corredores

Segunda-feira (25) de caos na saúde do estado. Apenas no Walfredo Gurgel 90 pacientes aguardam leitos e doze ambulâncias ficam paradas em frente ao pronto-socorro. O motivo é a falta de leitos, causando a retenção das macas no hospital que se encontra superlotado.

“O hospital não tem mais macas para receber os pacientes, falta estrutura de leitos e material. É um absurdo que a população passe por isso quando busca os serviços do saúde no estado. Temos macas do SAMU retidas, impossibilitando o atendimento, e pacientes esperando em cadeiras”, afirmou Rosália Fernandes, diretora do Sindsaúde e assistente social do Walfredo Gurgel.

A situação não é diferente em outros hospitais. No Tarcísio Maia, em Mossoró, mesmo após a inauguração de 36 novos leitos, 66 pacientes recebem atendimento em macas, sendo 31 nos corredores do hospital e 35 em outros locais.

O Corredômetro-RN constatou a presença de 189 pacientes alocados em macas nos quatro maiores hospitais do estado: Walfredo Gurgel, Santa Catarina e Deoclécio Marques, na Região Metropolitana, e o Tarcísio Maia, em Mossoró. A contagem pelo Sindsaúde é realizada desde junho de 2015.

Foto: Sindsaúde

z

Paciente internado no chão em corredor do Hospital Tarcísio Maia

Estado

Servidores do ITEP protestam em frente ao gabinete do Governador Robinson Faria

Os servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia protestaram na manhã desta segunda-feira (25), em frente à Governadoria, no Centro Administrativo.

O ato teve como objetivo cobrar do Governo do Estado a conclusão do Estatuto do ITEP, com a inclusão da tabela dos servidores do quadro suplementar.

“Chegamos ao momento crucial da luta pelo Estatuto do ITEP. O Governo finalizou a proposta e está para mandar a minuta para a Assembleia Legislativa, sem a tabela da maioria dos servidores e sim de apenas uma pequena parcela referente aos que entraram no concurso de 2000. Então, não é justo dar tratamento diferenciado. Queremos uma paridade e segurança jurídica para todos”, explica Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

z

Estado

Mais sete presos fogem da CDP da Ribeira

O sistema prisional do Rio Grande do Norte está literalmente um caos. E o problema de fugas de presos não se resume só à Alcaçuz.

Na madrugada desta segunda-feira (25), sete presos fugiram da CDP da Ribeira, totalizando em 185 o número de fugitivos de unidades prisionais do Estado, somente em 2016.

Os presos usaram um vaso sanitário para quebrar a parede da cela.

Os fugitivos são: David Mateus Gomes da Silva, Hudson Pereira da Silva, Ítalo Mateus Cordeiro do Nascimento, Jonatas Ferreira Isis Dorea da Silva, Leonardo Vale da Silva, Luan Henrique Ferreira de Souza e Carlos Eduardo Paulino de Moura.

Estado

Carta mostra dor de mãe vítima da violência no RN

Mãe de jovem assassinada na Avenida Itapetinga, na Zona Norte de Natal, escreveu carta ao governador Robinson Faria (PSD) fazendo um desabafo: 

“CARTA AO EXCELENTÍSSIMO GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SR. ROBINSON FARIADeixe-me apresentar-me sou mãe de Karol a universitária brutalmente assassinada na Av. Itapetinga, Zona Norte de Natal, capital do RN, no último dia 20 de janeiro, não vou me estender na descrição do caso, pois tenho certeza que o Sr. certamente ouviu falar. Quero iniciar dizendo que não sou sua eleitora, pois nunca acreditei que alguém que dividia o palanque e posteriormente o governo com uma péssima gestora como a Sra. Rosalba, seria diferente dela, mas confesso, que o Sr. ainda conseguiu me surpreender pra pior, pois a última governadora ainda dava a cara pra bater e tentava justificar a sua incompetência administrativa, o Sr. nem isso faz, esconde-se atrás de secretários que de tanto ver ingerências, pedem pra sair, pra não ter o seu nome enxovalhado, junto com o desse governo, que é uma vergonha! Eu também teria. 

Quando vejo as notícias de vossas lambanças e incompetências narradas pela mídia local tenho tristeza de ser Norte Riograndense, um estado belo e maravilhoso, hoje governado por bandidos, cuja governadoria funciona na penitenciária, nosso povo está refém de criminosos, nossos hospitais falidos e sem direção, lembram o Haiti, nossas escolas sucateadas viraram cenários de arrastões e lugares que lembram de tão abandonadas e deterioradas filmes de terror, que não atraem jovens e esses por sua vez estão sendo abatidos a sangue frio, a queima roupa.

Karol Sr. “Faria” antes de ter sua vida ceifada por esses calhordas, foi assaltada no ônibus e na esquina de casa por sua vezes, isto prova que não há lugar seguro, e volto atrás, há sim, vossa casa protegida por seguranças pagos por nós cidadãos comuns, no vosso carro blindado pago por nós cidadãos comuns, há segurança. O senhor não vai ao hospital público, como precisei ir essa semana, onde só havia um médico de plantão, pois o pagamento da cooperativa está atrasado e de onde voltei sem atendimento, não Sr. “Faria”, seu filho por sua vez nunca foi numa escola pública, talvez por isso tenha tornado-se político, na falta de outra profissão, e diga-se de passagem péssimo representante, saiu ao pai, pois sua representação política para o RN só se dar nas capas das revistas sensacionalistas, quando muda de companhia feminina famosa, ou quando por ventura acontece um impeachment, prato cheio para políticos oportunistas aparecerem, nesse caso estamos bem representados. 

Enquanto isso Sr. “Faria”, nós cidadãos comuns sentimos medo, dor, insegurança, nossos filhos são assassinados, nossos jovens ficam sem aula, nossos trabalhadores e pais de família são assaltados, humilhados, desrespeitados,se morre a míngua nos corredores de hospitais fétidos, isso quando consegue-se entrar, nossas ruas pertencem a criminalidade, nossa penitenciárias são feitas de farinha e cola, tamanha sua fragilidade, nossa população está sendo dizimada por mosquitos e o Sr. onde se escondeu?

Chego a conclusão que seu nome é muito eloqüente o Sr. faria, pois não faz, não muda, não avança, não se pronuncia, não aparece, é um Governo fantasma e macabro, que só lembramos que temos, quando sua incompetência nos atinge de forma brutal. Como aconteceu com minha família que está mortalmente ferida.

Então Sr. Faria, vim através dessa carta cobrar a conta, quero como cidadã do estado do Rio Grande do Norte o cumprimento do vosso compromisso de campanha, quero o restabelecimento da SEGURANÇA PÚBLICA, chega de desculpas esfarrapadas e onerosas, pare de brincar com nossas vidas, cansamos de ser cobaias de seusc testes fracassados, assuma sua incapacidade e peça ajuda a pessoas que sabem como fazer e que vivem a realidade, chega de playboys e barbies que não nos representam. Chega!!! Quero que saiba que não darei trégua em minha cobrança, pois ela é honesta e constitucional. Não sou política, nem filha de oligarquia, mas sou uma mãe gerida e uma mulher de coragem e tenho ao meu lado uma legião de mães que estão. Comigo em minha luta.

Espero que seja compartilhada e tenha mais sorte que a imprensa local, que nunca lhe encontra.

Karla Álvares, mãe De Karol”.