Geral

Anvisa orienta sobre controle e prevenção de infecções fúngicas

A Anvisa publicou, nesta segunda-feira (14/6), a Nota Técnica 4/2021, que traz orientações para vigilância, identificação, prevenção e controle de infecções fúngicas invasivas em pacientes com Covid-19 internados em serviços de saúde.

Elaborado por especialistas no assunto, inclusive do Ministério da Saúde, o documento ressalta a importância da vigilância e do diagnóstico de coinfecção (contaminação simultânea) fúngica, permitindo o tratamento precoce e, consequentemente, prevenindo o agravamento do quadro clínico ou a morte do paciente.

Para isso, a publicação esclarece sobre o tema e orienta os laboratórios de microbiologia para a identificação de fungos. Também reforça a necessidade da adoção de medidas preventivas e recomenda o monitoramento dessas infecções por meio de ações de vigilância nos serviços.

De acordo com a Nota Técnica 4/2021, os sintomas de algumas doenças fúngicas podem ser semelhantes aos da Covid-19, incluindo febre, tosse e falta de ar. Portanto, o teste laboratorial é necessário para determinar se o paciente apresenta deterioração clínica progressiva apenas devido ao Sars-CoV-2 e suas complicações, pela infecção fúngica ou ambas.

Desde o início da pandemia da Covid-19, várias publicações científicas têm alertado a comunidade de saúde sobre a ocorrência de infecções fúngicas em pacientes portadores de formas graves dessa doença, em particular aqueles que demandam cuidados intensivos por períodos prolongados.

Fungos e infecções 

Uma das infecções fúngicas invasivas tratadas no documento é a mucormicose, que envolve fungos filamentosos hialinos da classe Mucorales (Rhizopus ssp., Mucor ssp., Rhizomucor ssp., Lichtheimia ssp., entre outros), que por fazerem com que os tecidos infectados fiquem pretos são erroneamente descritos como “fungos negros”.

Nos últimos meses, foi observado um aumento nas notificações de casos de mucormicose associada à Covid-19, principalmente na Índia, onde cerca de 15 mil casos foram documentados até recentemente. Na América do Sul, já foram identificados casos no Paraguai e no Uruguai, além do Brasil, com registros no Amazonas, em Santa Catarina, em São Paulo e no Mato Grosso do Sul.

É importante salientar que não é esperado que a mucormicose assuma no Brasil a mesma proporção observada na Índia. Antes mesmo do advento da Covid-19, os indianos já registravam taxas de incidência de mucormicose cerca de 70 vezes maior que no restante do mundo.

O grande número de casos de mucormicose em pacientes com Covid-19 na Índia está relacionado, entre outros fatores, à elevada incidência de diabetes na população do país (muitos desses casos sem diagnóstico e tratamento), favorecendo surtos em pacientes internados em unidades de terapia intensiva (UTIs), com o uso de doses elevadas de corticoides, tratamento normalmente utilizado em pacientes com Covid-19 em estado grave.

Além da mucormicose, outras infecções fúngicas invasivas, como, por exemplo, a aspergilose pulmonar e a candidíase, são frequentes e também preocupantes em pacientes com quadros graves de Covid-19, principalmente os internados em UTI, uma vez que essas infecções estão associadas ao agravamento do quadro clínico e a mortes.

Confira a íntegra da Nota Técnica 4/2021 – Orientações para vigilância, identificação, prevenção e controle de infecções fúngicas invasivas em serviços de saúde no contexto da pandemia da Covid-19.

Geral

‘Dia D’ para localizar pessoas desaparecidas

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) realiza, nesta quarta-feira (16), o ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas, promovida pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública em conjunto com os Órgãos Oficiais de Perícia Criminal. A ação acontece na Escola do Governo, no Centro Administrativo, a partir das 8h.

O objetivo é coletar materiais biológicos de familiares de pessoas desaparecidas com o intuito de realizar busca no Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG). Segundo dados da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), no Ano de 2020 no RN foram registrados 232 casos de desaparecimentos. Sendo 101 casos só este ano entre os meses de janeiro a abril. No Itep existem registradas e armazenadas amostras biológicas de 238 cadáveres colhidas após exame antropólogo. Essas pessoas não foram identificadas ou reclamadas por familiares até o momento.

O Itep participará desta campanha através do Núcleo de Antropologia Forense, que fará o levantamento dos dados antropométricos dos familiares, e do Laboratório de Genética Forense, que realizará as coletas bem como o processamento das amostras de DNA, que posteriormente serão comparadas com o material genético oriundo de restos mortais de cadáveres não identificados armazenados nos institutos médico-legais, em busca da identificação destas pessoas.

De forma totalmente voluntária, a coleta deve ser feita, preferencialmente, por familiares de 1° grau da pessoa desaparecida, seguindo a ordem de preferência: pai e mãe; filhos; irmãos.

O requisito para se fazer a coleta é que o familiar do desaparecido tenha registrado oficialmente o boletim de ocorrência policial em qualquer delegacia (levar no dia da coleta). Também é preciso levar o documento de identificação com foto (RG, CNH) dos dois familiares selecionados para doar material biológico e/ou do responsável legal do doador menor.

Da pessoa desaparecida será necessário levar documentos de identidade: carteira de identidade, certidão de nascimento, carteira de trabalho ou carteira de reservista. Além disso, em caso de haver, levar itens de uso único e pessoal, como escova de dentes, barbeador, roupa íntima usada, escova de cabelo, entre outros que possam conter material genético. Bem como, foto digital ou impressa da pessoa desaparecida. Se possível, Informações sobre os trajes usados no dia do desaparecimento.

Em caso de dúvida (apenas para parentes das vítimas) entrar em contato através do email: dnacriminalrn@gmail.com.

campanha

Geral

Operação Lei Seca autua mais de 100 motoristas por embriaguez ao volante no fim de semana em Natal

A Operação Lei Seca autuou mais de 100 motoristas por embriaguez ao volante em Natal neste final de semana.

As operações ocorrem na zona norte e sul da cidade, tendo sido abordados 1.544 condutores nas duas blitzen, dos quais 101 foram autuados por se recusarem a realizar o teste do bafômetro e outros três por terem realizado o teste e dado resultado positivo para álcool.

Todos os 104 motoristas serão multados em R$ 2.934,70, além de ter o direito de dirigir suspenso por 12 meses.

As blitzen ainda contabilizaram outras 54 notificações por infrações diversas e 04 veículos foram removidos por irregularidades.

Lei Seca

Geral

Paciente sem identificação está internado do Walfredo Gurgel

Um homem de aproximadamente 1,70m de altura e 65 kg foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Pronto Socorro Clovis Sarinho do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG). O paciente foi admitido no hospital nesta quarta-feira (02), sem portar documentos pessoais.

O paciente apresenta cor de pele parda, olhos e cabelos pretos, usa brinco na orelha direita e possui uma tatuagem de caveira mais morte, no braço esquerdo, e um dragão no braço direito. Está usando calção preto e camiseta listrada.

O homem, segundo o socorrista do Samu, foi encontrado na Rua Pedro Afonso, próximo ao restaurante Casa de Mãe, na Praia do Meio, em Natal, tendo sofrido queda de aproximadamente 3 metros de altura, além de ter sido eletrocutado.

Qualquer informação que possa levar à identificação de pessoas conhecidas ou familiares do paciente devem ser repassadas ao Serviço Social do HMWG, através dos telefones 3232-7505/7533. O setor funciona de domingo a domingo em plantões de 24h.

Geral

219 pessoas são monitoradas após confirmação de variante da Índia no Brasil

Secretarias municipais, estaduais de saúde e a Anvisa monitoram 219 brasileiros depois da confirmação da chegada da variante originária da Índia do novo coronavírus aqui no Brasil.

A lista inclui oito pessoas que tiveram a confirmação da nova mutação e outras 211 que tiveram contato com elas. Ou seja, cada pessoa que teve confirmada a presença da variante passou a ter, em média, outras 27 pessoas testadas ou monitoradas para tentar conter o rastro da variante aqui no país.

Informações são da CNN Brasil

Geral

Portuários do RN começam a ser vacinados

Os portuários do Rio Grande do Norte começaram a ser vacinados contra a Covid-19 na manhã desta quinta-feira (27). No Porto de Natal, a vacinação está acontecendo no Terminal Marítimo de Passageiros por uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde e vai contemplar todos os colaboradores da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), na capital e no Município de Areia Branca.

Os funcionários do Terminal Salineiro (TERSAB) também serão imunizados assim que as doses chegarem a Areia Branca e a CODERN junto com a Secretaria Municipal de Saúde organizarem a logística de vacinação, que ocorrerá com a maior brevidade de tempo possível.

A atividade portuária é considerada essencial para garantir o abastecimento do País, Estado e Municípios, portanto, integra o grupo prioritário estabelecido pelo Governo Federal (Ministérios da Saúde e Infraestrutura) no Programa Nacional de Imunização (PNI). Para a vacinação da categoria, foram enviadas doses extras de vacinas da AstraZeneca/Oxford, produzidas pela Fiocruz, que não alteram o plano de imunização do restante da população.

Enfatiza-se que a vacina é fornecida pelo Ministério da Saúde, repassada a Secretaria Estadual e aplicada por cada Município.

Vacina Portuário Covid 19 3

Geral

Anvisa autoriza testes do soro anti-Covid-19 do Butantan

A Anvisa autorizou nesta terça-feira (25) o início dos testes do soro anti-Sars-CoV-2, desenvolvido pelo Instituto Butantan. Com isso, o Butantan já pode começar a aplicação do soro em voluntários da pesquisa. Esta será a primeira vez que o soro será aplicado em humanos.

A Agência já havia dado a anuência para a pesquisa no dia 24 de março, mas mediante a assinatura de um Termo de Compromisso que previa a entrega de informações complementares, que ainda não estavam disponíveis naquele momento.

A autorização foi concedida após o Butantan submeter o novo protocolo clínico com as adequações necessárias para que o estudo possa ser iniciado em humanos.

A avaliação da proposta de pesquisa foi feita integralmente pela Anvisa, sem a participação de outras agências estrangeiras, já que as fases iniciais de testes clínicos do soro serão feitas apenas no Brasil.

Como esta é a primeira vez que o soro do Butantan será testado em pessoas, isso exigiu da Agência uma avaliação criteriosa dos aspectos técnicos e de segurança do produto. Até o momento, o soro foi testado somente em animais.

Geral

Bispos do RN publicam novas medidas sobre a presença de fiéis nas missas

AUTORIZAÇÃO DE CELEBRAÇÕES

Com base no decreto do Governo do Estado n° 30.562, de 11 de maio de 2021, autorizamos as celebrações dominicais e nos dias feriados, com a participação presencial de fiéis (30%), podendo chegar a 50% da capacidade se utilizadas as áreas abertas, mediante prévia autorização da vigilância sanitária (Secretaria de Saúde), em todos os horários, respeitando o toque de recolher (22h às 5h).

Esta autorização entra em vigor a partir da data de sua publicação e permanece válida durante todo o período de vigência do decreto estadual ou enquanto não mandarmos o contrário.

Natal (RN), 12 de maio de 2021. 

Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo Metropolitano de Natal

Dom Mariano Manzana
Bispo de Mossoró

Dom Antônio Carlos Cruz Santos, MSC
Bispo de Caicó

Geral

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca/Fiocruz para grávidas

A Anvisa recomendou nesta segunda-feira (10/5) a suspensão imediata do uso da vacina Covid da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela Agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina da AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Esta recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid em uso no país.

O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.

Geral

Marinha emite Aviso de Mau Tempo no Litoral Sul do RN

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, participa da possibilidade de ocorrência de VENTOS FORTES de direção sul a sudeste, com velocidade de até 60 km/h, e MAR GROSSO com ondas de 3,0 e 3,5 m de direção sudoeste a sudeste, em toda faixa do litoral sul do Rio Grande do Norte.

A previsão meteorológica descrita nesta Nota, poderá ocorrer no período do dia 09 a noite até a tarde do dia 11 do corrente mês, e refere-se ao Aviso de Mau Tempo, divulgados pelo Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), de no 397 e 398 do corrente ano.

Geral

Hospitalizações e mortes entre jovens por COVID-19 disparam, afirma diretora da OPAS

As hospitalizações e mortes entre jovens estão aumentando à medida que a pandemia de COVID-19 se acelera nas Américas, afirmou Carissa F. Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

“Adultos de todas as idades – incluindo jovens – estão ficando gravemente doentes. Muitos deles estão morrendo”, disse Etienne durante a coletiva de imprensa da OPAS nesta quarta-feira (5).

“No Brasil, as taxas de mortalidade dobraram entre os menores de 39 anos, quadruplicaram entre os de 40 anos e triplicaram entre os de 50 anos entre dezembro de 2020 e março de 2021”, continuou Etienne. “Isso é trágico e as consequências são terríveis para nossas famílias, nossas sociedades e nosso futuro.”

A diretora da OPAS enfatizou que as taxas de hospitalização entre pessoas com menos de 39 anos aumentaram mais de 70% no Chile durante os últimos meses. No Brasil, as hospitalizações foram maiores entre pessoas na faixa dos 40 anos. “Em algumas áreas dos EUA, mais pessoas na faixa dos 20 anos estão sendo hospitalizadas por COVID-19 do que pessoas na faixa dos 70”, complementou Etienne.

“Durante grande parte da pandemia, nossos hospitais estiveram lotados de pacientes idosos com COVID-19, muitos dos quais tinham condições pré-existentes que os tornavam mais suscetíveis à doença grave”, observou a diretora da OPAS. “Mas olhem para as unidades de terapia intensiva em nossa região hoje. Vocês verão que estão cheias não apenas de pacientes idosos, mas também de pessoas mais jovens.”

Geral

Coopmed nega paralisação dos médicos e comunica que os atendimentos continuam

Apesar das investidas do Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed-RN) para fechar os serviços de atendimento médico do Estado, a Cooperativa Médica do RN (Coopmed-RN) comunica que todo serviço se mantém em pleno funcionamento.

Para o presidente da Coopmed-RN, Dr. Victor Vinícius Almeida Ferreira, o Sindicado não tem respaldo contra os cooperados. “Somos uma entidade jurídica autônoma, por isso a tentativa de paralisar nosso atendimento não teve sucesso”, explica.

A diretoria da Coopmed-RN ignora a postura do Sindicato e ressalta que estamos vivendo momento de pandemia e a solidariedade e respeito à população devem prevalecer. “Não é momento de se questionar aviltamento de honorários médicos. Esse movimento partiu de grupo isolado de meia dúzia de médicos que não condizem com princípio do cooperativismo”, finaliza.

Geral

Unimed Natal lança novo Centro de Covid-19 em Parnamirim

Com o objetivo de ampliar os serviços oferecidos aos clientes, a Unimed Natal está abrindo neste sábado, 1º de maio, o novo Centro Clínico – Unidade Cidade Verde para Covid, instalado na Rua Gastão Mariz, 1063, Nova Parnamirim, onde já está funcionando, desde o dia 19, um laboratório com todos os exames, inclusive SWAB, em sistema de drive-thru.

Os atendimentos exclusivamente para casos suspeitos do novo coronavírus, sem necessidade de agendamento, serão realizados de domingo a domingo, das 07h às 18h. O laboratório funciona das 7h às 16h durante a semana e até 13h aos sábados.

A unidade do Via Direta, que realizou mais de 3500 atendimentos de pacientes suspeitos de Covid-19 nos últimos 45 dias, dando suporte à rede hospitalar, conclui suas atividades voltadas para esse fim nesta sexta-feira (30).

A partir da próxima segunda-feira (3), o Centro Clínico Via Direta, com as múltiplas especialidades, volta ao seu funcionamento normal para consultas eletivas, de segunda a sexta-feira das 7h às 20h. O laboratório funciona até o sábado das 6h às 11:30h. Os agendamentos podem ser realizados pelo aplicativo, pelo site ou pelo 3220- 6200.

Centro Clínico Unimed

Geral

Estados receberão 864 mil unidades de medicamentos de intubação

Da Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou hoje (29) a distribuição de mais 864 mil unidades de medicamentos de intubação orotraqueal (IOT). A expectativa é de que esses insumos estejam à disposição de estados e municípios em até 48 horas.

Os medicamentos foram adquiridos por meio de pregões e de aquisições feitas junto à Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Segundo o ministério, a distribuição às unidades federativas será feita por meio de parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e com o Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

“A divisão leva em conta o consumo médio mensal e os estoques dos medicamentos – as duas informações essenciais para a consolidação do processo de divisão dos insumos pelo país”, informou, em nota, o ministério. Acrescentou que o país receberá mais 1,1 milhão de unidades de medicamentos do kit intubação, doados por empresas, o que deve ocorrer “nos próximos dias”.

Geral

Butantan anuncia entrega 600 mil doses da Coronavac ao Ministério da Saúde para sexta-feira (30)

O instituto Butantan anunciou nesta quarta-feira (28) que vai entregar na sexta-feira (30) um total de 600 mil doses da vacina Coronavac contra o Covid-19.

A entrega, antes prevista para 03/05, foi antecipada.

Ou seja, nos próximos dias teremos CoronaVac chegando por aqui para a continuidade da vacinação da segunda dose.

Geral

Procedimento inédito no mundo é realizado no Hospital do Coração de Natal por dois cirurgiões

Os cirurgiões Flaubert Sena e Romero França realizaram no Hospital do Coração de Natal um procedimento inédito no mundo.

Durante uma cirurgia de gastroduodenopancreatectomia (para tratamento de tumor no pâncreas e via biliar), foi colocado um dreno de vácuo profilático, desenvolvido por Dr. Flaubert, para prevenir a fístula pancreática, que pode elevar a mortalidade em torno de 40%.

O procedimento não teve intercorrências e a paciente teve alta 5 dias depois.

O caso foi o primeiro do mundo relatado na literatura médica, sendo registrado pelo Word Journal of Gastrointestinal Endoscopy.

Geral

Vacinas anticovid poderão ser produzidas em instalações industriais veterinárias

O Senado aprovou por unanimidade nesta terça-feira (27) projeto que autoriza o uso de fábricas de imunizantes de uso veterinário na produção de vacinas contra a covid-19. O objetivo do Projeto de Lei (PL) 1.343/2021, do senador Wellington Fagundes (PL-MT), é facilitar e estimular a utilização dessas plantas industriais para ampliar a oferta de doses de vacina e acelerar o processo de imunização da população brasileira.

Aprovada com emendas, a proposta teve como relator o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) e segue para a Câmara dos Deputados. Conforme o texto, os parques fabris de imunizantes animais deverão cumprir todas as normas sanitárias e exigências de biossegurança próprias dos estabelecimentos destinados à produção de vacinas para humanos. O controle e fiscalização da produção das vacinas contra covid-19 será feito pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nos termos da Lei 9.782, de 1999.

Segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindam), a indústria de saúde animal brasileira dispõe de três plantas que podem ser facilmente adaptadas para o nível de biossegurança exigido para a produção de vacina de uso humano. Se o projeto virar lei, laboratórios que fabricam vacinas contra a febre aftosa poderão colaborar com a Fiocruz e o Instituto Butantan na produção de imunizantes. Fagundes destacou que a indústria veterinária domina a tecnologia de produção de vacinas inativadas e é autossuficiente na produção do insumo farmacêutico ativo (IFA).

Geral

Falta de CoronaVac no RN e em outros Estados é ocasionada por atraso na chegada de insumo para produção de vacinas

Nos últimos dias, municípios de Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo, Amapá e Paraíba limitaram e até suspenderam a aplicação da vacina CoronaVac por falta de vacinas.

O motivo é o retardo na chegada de insumo que vem da China para a produção da vacina.

Em sessão de uma comissão do Senado na manhã desta segunda-feira (26), o Ministro da Saúde informou que vai emitir uma nota técnica sobre o tema.