Política

Michel Temer reconhece gravidade da crise no Brasil e clama por união

Do G1

Depois de conversar com líderes da Câmara e do Senado nesta quarta-feira (5), o vice-presidente Michel Temer, articulador político do Palácio do Planalto, afirmou que a situação do Brasil é “grave” e fez um apelo para que “todos se dediquem a resolver os problemas do país”. Em pronunciamento na sede do Executivo federal, ele ressaltou que o Congresso Nacional é capaz de unificar o país.

Nesta quarta, para tentar evitar a aprovação das chamadas “pautas-bombas” no Legislativo, Temer chamou líderes do Congresso para reuniões em sua residência oficial e em seu gabinete do Planalto. Segundo a colunista Cristiana Lôbo, no café da manhã com senadores, o vice cobrou fidelidade e responsabilidade dos aliados nas votações do parlamento e alertou das consequências para a economia brasileira se o país perder o grau de investimento por parte das agências de risco.

No mês passado, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s manteve a nota de crédito do Brasil classificada como “grau de investimento” , mas alterou a perspectiva para negativa. Com isso, o país ficou mais perto de perder o cobiçado selo de “bom pagador”.

“Estamos pleiteando exata e precisamente que todos se dediquem a resolver os problemas do país. Não vamos ignorar que a situação é razoavelmente grave, não tenho dúvida de que é grave, e é grave porque há crise política se ensaiando, há uma crise econômica precisando ser ajustada. Mas, para tanto, é preciso contar com o Congresso Nacional, com vários setores”, destacou o vice-presidente em entrevista coletiva no Planalto.

Aos jornalistas, Temer disse ainda que, com a retomada das atividades legislativas no Congresso, agrava-se a crise política.

“Vocês sabem que, ao longo do tempo, tivemos sucesso na articulação política, mas, hoje, quando se inaugura o segundo semestre, agrava-se uma possível crise e nós precisamos evitar isso”, enfatizou.

‘Crise desagradável’
Na visão do vice, se não houver união, o país pode entrar em uma “crise desagradável”. “É preciso que alguém tenha capacidade de reunificar a todos, de reunir a todos, de fazer esse apelo. Eu estou tomando essa liberdade de fazer esse pedido, porque, caso contrário, nós podemos entrar numa crise desagradável para o país.”

Questionado sobre quem seria capaz de unificar o país, Temer respondeu que esse papel caberia ao Congresso Nacional. Segundo o peemedebista, tanto a Câmara quanto o Senado preocupam atualmente o governo federal.

“Os brasileiros querem que o Brasil continue na trilha do desenvolvimento e, por isso, que, mais uma vez, reitero que é preciso pensar no país, acima dos partidos, acima do governo, e acima de toda e qualquer instituição está o país”, apelou o vice-presidente.

“Se o país for bem, o povo irá bem. É apelo que faço aos brasileiros e às nossas instituições, o Congresso Nacional”, complementou.

‘Preocupação’
Michel Temer advertiu que a falta de coesão política no país resulta em “prejuízos” para o país. Para ele, “mais do que nunca”, há necessidade de “harmonia” entre os poderes.

“Daí a razão dessa espécie de convocação no sentido de que todos trabalhemos juntos. A separação envolve prejuízos para o país. Eu tenho pregado com frequência a ideia de tranquilidade, de moderação, ideia da harmonia, especialmente harmonia entre poderes. Hoje, mais do que nunca, se faz necessária essa harmonia que tanto temos alardeado”, advertiu.

O vice também destacou o impacto da crise brasileira no exterior. De acordo com o peemedebista, se o país não tomar cuidado, pode haver uma repercussão negativa da imagem do Brasil fora do país.

z

Política

Ministro Henrique Alves participa de homenagem à Rede Globo‏ no Senado

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, defendeu a liberdade de expressão em sessão especial para comemorar o aniversário de 50 anos de fundação da TV Globo. A solenidade foi nesta quarta-feira (5), no plenário do Senado Federal. A emissora, fundada pelo jornalista Roberto Marinho, começou a funcionar em 26 de abril de 1965.

A emissora é líder de audiência e tem se firmado como importante veículo de integração nacional. O sinal da Rede Globo chega em 98% dos municípios brasileiros. As afiliadas, Intertv Cabugi e Costa Branca, cobrem todo o Rio Grande do Norte com a programação da Globo. As produções da rede de televisão são transmitidas para dezesnas de países.

A sessão destacou o pioneirismo da emissora, a contribuição na valorização e na difusão da cultura brasileira, e a qualidade do trabalho desenvolvido nas áreas de jornalismo e entretenimento. Os personagens de suas novelas, séries e programas, já fazem parte do imaginário de todos os brasileiros.

Foto: Divulgação

Senado_Sessão_Globo

Política

MPRN denuncia prefeito de Ceará-Mirim por omissão de informações

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio do Procurador-Geral de Justiça Adjunto (PGJA), Jovino Pereira Sobrinho, ofereceu nova denúncia ao Tribunal de Justiça do Estado (TJRN) contra o prefeito de Ceará-Mirim, Antônio Marcos de Abreu Peixoto. O MPRN quer que o gestor responda pelo crime de omissão de informações requisitadas pelo Parquet e indispensáveis para a propositura de ação civil pública.

O fato delituoso ocorreu entre julho e setembro de 2014, quando a 3ª Promotoria de Justiça de Ceará-Mirim solicitou, por meio dos ofícios nº 514/2014/3ªPmJCM e 729/2014/3ªPmJCM. Ao desobeder o MPRN, o prefeito incorreu no delito tipificado pelo art.10, da Lei nº 7.347/85: constitui crime, punido com pena de reclusão de um a três anos, mais multa, a recusa de dados técnicos indispensáveis à propositura da ação civil quando requisitados pelo Ministério Público.

A solicitação de informações integra autos do inquérito civil público nº 06.2014.00004764-0, destinado a apurar a aplicação de verba do termo de compromisso nº 0350830-34/2011/Ministério das Cidades para ampliação da rede de abastecimento/drenagem de água da localidade.

O primeiro ofício foi recebido pelo denunciado em 31 de julho do ano passado.  Expirado o prazo ofertado pela Promotoria de Justiça, a ordem para o envio dos dados foi reiterada e recebida por Antônio Peixoto em 12 de setembro do mesmo ano.

Com a desobediência do gestor, o MPRN ficou impedido de seguir a investigação ministerial que dependia, substancialmente, do acesso aos atos praticados no procedimento licitatório, notadamente dos documentos de engenharia relativos à obra de ampliação do sistema de abastecimento de água do município.

Política

Prefeito de São João do Sabugi é denunciado por violência doméstica

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio do Procurador-Geral de Justiça Adjunto (PGJA), Jovino Pereira Sobrinho, denunciou o prefeito de São João do Sabugi, Aníbal Pereira de Araújo, ao Tribunal de Justiça do Estado (TJRN). O MPRN pede que o gestor seja condenado por ter praticado violência doméstica e familiar contra a ex-esposa. O ato é tipificado pela Lei Maria da Penha.

Consta no procedimento investigatório instaurado pelo Parquet que, no dia 02 de março, o denunciado foi até a residência da ex-companheira para pagar a pensão alimentícia dos filhos e foi iniciada uma discussão porque o valor estaria abaixo do acordado entre ambos.

Após a discussão se seguiram as agressões de Aníbal Pereira, que desferiu socos e arranhões na ex-mulher. A violência física causou esquimoses na face e nas regiões nasal e labial, escoriações no braço e polegar direito, além de ferimentos no antebraço, conforme foi atestado por um laudo médico.

Assim, o prefeito incorreu em delito previsto no art. 129, inciso 9º, do Código Penal, culminado com o art.61, inciso II, alínea “a”, do Código Penal e art. 7º, inciso I, da Lei Maria da Penha (nº 11.340/2006).

Política

Rafael Motta garante liberação de cinco mil toneladas de feijão para municípios do Seridó e Oeste‏

O deputado federal Rafael Motta (PROS) garantiu na manhã desta quarta-feira (5), em reunião com o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rubens Rodrigues, a liberação de cinco mil toneladas de feijão para os municípios das regiões Seridó e Oeste do Estado do Rio Grande do Norte.

“O RN tem vários municípios atingidos pela seca, e a nossa intenção é amenizar os efeitos e os prejuízos daqueles agricultores que ainda sofrem com a estiagem. Temos buscado aqui em Brasília várias formas de colaborar os municípios que estão desabastecidos devido à seca, e esta é uma forma concreta de ajudá-los”, disse Rafael Motta.

Os municípios que vão receber o feijão podem utilizar o alimento na merenda escolar, em asilos, restaurantes populares, na rede pública de saúde e educação, além de unidades hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS).

Rafael Motta e o presidente da Conab

Política

Deputados se solidarizam com Carlos Augusto no episódio da agressão policial

Todos os parlamentares que apartearam o pronunciamento do deputado Carlos Augusto Maia (PT do B) demonstraram sua solidariedade e indignação com relação ao recente episódio em que foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal. A deputada Márcia Maia (PSB) foi a primeira a se pronunciar na sessão desta quarta-feira (5).

“Minha solidariedade é principalmente com o ser humano, com o cidadão. Indignação com o cidadão de bem, o jovem que procura desempenhar bem as suas funções. Foi uma tremenda injustiça o que nós vimos”, disse Márcia. Na avaliação do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), essa foi a prova cabal do despreparo de servidores públicos no uso de sua autoridade contra um cidadão de bem. “Não só a sua palavra merece toda a credibilidade da Assembleia, mas os autos da delegacia de polícia de Caicó registram que o cidadão Carlos Augusto foi vítima de violência física e moral, pela truculência dos policiais”, disse.

O presidente afirmou que a Mesa Diretora não hesitará no uso de suas prerrogativas institucionais e legais em defesa dos seus membros e tomará todas as medidas jurídicas necessárias para esclarecer o caso e afastar a impunidade.

José Dias (PSD) se disse indignado com as imagens exibidas durante a sessão plenária. “Existem momentos em que é difícil falar, até para um deputado de oito mandatos e vivido como eu”. E prosseguiu: “Temos que tentar, mesmo não tendo sofrido diretamente a agressão que vossa excelência sofreu, controlar a indignação. A autoridade se baseia exatamente no exercício da vida pública e não na extrapolação”, finalizou.

O deputado Ricardo Motta (PROS) destacou a humildade demonstrada por Carlos Augusto Maia durante os 17 minutos de vídeo exibido. “Parabenizo o meu colega pela serenidade e pela humildade, ainda pediu desculpas mesmo tendo passado tudo o que passou A polícia é uma instituição séria que ajudou e tem ajudado ao nosso País, mas infelizmente não podemos deixar que maus elementos surjam”, declarou.

Seridoense, o deputado Nelter Queiroz (PMDB) citou outras ações equivocadas da atuação policial, uma das quais também foi vítima e destacou o controle emocional do colega, diante das agressões: “Todo o povo do Seridó está indignado. Essa mesma polícia já humilhou o povo de Caicó e não entendo porque eles não fiscalizam a BR, mas ficam dentro da cidade”, afirmou.

Carlos Augusto ainda recebeu a solidariedade dos colegas Fernando Mineiro (PT), Jacó Jácome (PMN), Vivaldo Costa (PROS), Getúlio Rêgo (DEM), Álvaro Dias (PMDB), Dison Lisboa (PSD), Hermano Morais (PMDB), Souza (PHS) e Albert Dickson (PROS).

Política

Deputado Carlos Augusto exibe vídeo de agressão em Caicó

O episódio ocorrido em Caicó envolvendo o deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi esclarecido em sessão ordinária nesta quarta-feira (5) na Assembleia Legislativa. Carlos Augusto Maia exibiu o vídeo em que é agredido pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal e apresentou dados da Polícia Civil que o inocentam da acusação de desacato à autoridade e ainda apontam que o parlamentar pode ter sido vítima de abuso de autoridade policial.

O parlamentar iniciou o pronunciamento dizendo que só agora pode provar o que está afirmando.  “Minha indignação foi muito grande desde os primeiros momentos. Pelo que ocorreu e, também, por tudo o que foi sendo dito sobre este episódio. Fui duplamente desrespeitado, duplamente ultrajado”, disse o deputado.

Carlos Augusto Maia contou detalhes da abordagem policial e narrou ser vítima de acusações comentadas pela PRF e nas redes sociais. “Ora, quem iria acreditar que um político saindo de um ambiente festivo àquela hora da manhã estaria na sua razão enquanto policiais de trânsito estariam errados? Ainda mais no período em que vivemos? Mas eu fui injustiçado”, comentou.

O vídeo de quase 20 minutos exibido em plenário mostra a atuação dos policiais e a reação do deputado que foi levado ao chão pelos agentes, agredido e algemado. “A sociedade pode fazer o julgamento diante das imagens. Fui agredido e humilhado. Eles tentaram de todas as formas retirar minha razão e eu me mantive calmo. Apenas após as agressões é que me identifiquei como deputado. Não estava cometendo crime algum. Falei que era advogado, que era um jovem honesto, que era deputado estadual”, falou emocionado.

Segundo o parlamentar, após análise dos autos e conflitos de provas, o delegado regional de Caicó, responsável pelo caso apresentou relatório à Assembleia Legislativa. “O excelentíssimo deputado estadual se prontificou, de livre e espontânea vontade, a prestar declarações o que, por si só, demonstra seu desprendimento republicano à autoridade de sua função, agindo como um verdadeiro cidadão merecedor de grande respeito social”, relatou no processo o delegado da Polícia Civil Helder Carvalhal de Almeida baseado no conceito jurídico de foro privilegiado, em que o parlamentar pode não prestar esclarecimentos à autoridade policial estadual.

Foto: João Gilberto

z

Política

Robinson cumpre agenda em Mossoró nesta quinta-feira (06)

O Governador Robinson Faria cumpre agenda na cidade de Mossoró nesta quinta-feira, 6. O Governador participa de almoço na Agrícola Famosa, às 12 horas. A partir das 19h30 participa da abertura da I Feira Estadual da Agricultura Familiar, no Parque de Exposições Armando Buá e da XVII Festa do Bode.

Na Feira Estadual da Agricultura Familiar, mais de 50 artesãos dos diversos territórios do Rio Grande do Norte têm oportunidade de expor e comercializar seus produtos.  Também haverá palestras ministradas por técnicos para otimizar e aprimorar a produção, e o lançamento do Edital de Registro Sanitário, no valor de R$ 90 milhões, para adequação das agroindústrias da agricultura familiar.

Ainda está previsto o lançamento de financiamento para projetos de fortalecimento das cadeias produtivas, duas estações de piscicultura para produção de alevinos, em Apodi e em Upanema, com investimentos de R$ 10 milhões, e a conclusão da Central de Comercialização da agricultura familiar na avenida Mor Gouveia, em Natal, no valor de R$ 600 mil.

Política

Felipe Maia traz Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados para debater a violência em Natal

A violência crescente no país será tema de debate promovido pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, a ser realizado em Natal, na próxima sexta-feira, 07. Seguindo sugestão do deputado federal Felipe Maia (DEM), o “Encontro Regional de Secretários de Segurança Pública da Região Nordeste” acontecerá na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

De acordo com o coordenador da bancada, o objetivo do evento é reunir os secretários de segurança de todos os estados do Nordeste para traçar o perfil da violência e propor mudanças na legislação sobre o tema. “A Comissão vai realizar encontros em todas as regiões para conhecer as peculiaridades de cada estado e apresentar alternativas ao problema da criminalidade. Com o diagnóstico dos estados vamos elaborar uma pauta de providências envolvendo os Poderes federais e estaduais para garantir a segurança do povo do RN e do Brasil. E vamos começar esse ciclo de encontros pelo RN”, explicou o deputado.

z

Política

Ricardo Motta: “As estradas do RN estão uma verdadeira calamidade e a Segurança e Saúde são criticadas pelo povo”

O deputado estadual Ricardo Motta (PROS) classificou como lastimável a situação das rodovias estaduais em todas as regiões do Rio Grande do Norte. Em entrevista do Jornal da Cidade, na 94 FM, na manhã desta quarta-feira (5), o parlamentar falou ainda sobre saúde, segurança, venda da conta dos servidores do Estado ao Banco do Brasil e comparecimento do secretário Estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, à Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa.

“As estradas estão uma verdadeira calamidade. Eu que sou conhecido como deputado estradeiro e percorro as estradas em todas as regiões do Estado. Isso tem sido tema de debates no plenário. Aqui no Agreste é profundamente lamentável. Em que pese a boa vontade dos diretores do DER. O que se coloca é que não há recursos”, afirmou Ricardo Motta.

Sobre a segurança, o deputado disse reconhecer que o problema das drogas e da insegurança se reflete em todo o País, mas que a despeito da redução dos índices de violência demonstrados na publicidade do Executivo, é lamentável que tem ocorrido em Natal e nas cidades do interior do Estado. “Nós não podemos vender uma imagem diferente da realidade. Eu acredito na pesquisa feita nas ruas. Vá nos bairros, vá nas cidades do interior e pergunte como é que anda a segurança”, completou.

É neste mesmo cenário que o deputado Ricardo Motta afirma encontrar-se a saúde. “A despeito da competência e da seriedade do secretário de Saúde, mas um carro não anda sem gasolina. Vá no hospital regional de Santo Antônio e pergunte se a população está se agradando dos serviços prestados. No hospital regional de Pau dos Ferros a mesma coisa. Pergunte a deputado Getúlio Rego e ao deputado Galeno – da base do governo -, os dois são médicos que eles vão afirmar as dificuldades”, informou o parlamentar. 

Convocação

Ricardo Motta informou que o secretário Estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, deverá comparecer à Comissão de Finanças e Fiscalização para esclarecer incoerências nos números apresentados em relação à negociação feita entre o Governo do Estado e o Banco do Brasil para a venda da conta dos servidores.

“Segundo informações levantadas pela Comissão, os números apresentados não condizem com a realidade. Na realidade, houve um deságio bem acentuado no que diz respeito às negociações anteriores no contrato com o Banco do Brasil. Sabemos das necessidades que o governo tem de tentar, como se diz na linguagem popular, raspar o tacho em busca de recursos. Mas não foi vantajoso para o governo do estado”, afirmou Ricardo Motta.

Política

Garibaldi pede recursos para continuidade do projeto de irrigação do Vale do Apodi‏

Durante a votação da PEC 78/2013 – que prorroga por mais 15 anos a destinação de 20% para o Centro-Oeste e 50% para o Nordeste das verbas alocadas para a irrigação – o senador Garibaldi Filho reivindicou ao governo federal a liberação de recursos para o projeto de irrigação do Vale do Apodi, no Rio Grande do Norte.

“A despeito da Constituição priorizar os projetos de irrigação no semiárido, na prática o que está acontecendo é que projetos como o do Vale do Apodi estão sendo paralisados pela falta de recursos”, observou Garibaldi Filho. “Não podemos deixar de lamentar o fato, principalmente depois da construção de uma barragem como a de Santa Cruz, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos”, completou o senador potiguar.

A PEC aprovada por unanimidade pelo Plenário do Senado (66 votos favoráveis) será submetida a um segundo turno de votação. Como a proposição já foi aprovada pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2013, se passar pelo Senado ela ficará pronta para ser promulgada.

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária. Em discurso, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).  Foto: Moreira Mariz/Agência Senado.

Foto: Moreira Mariz/Agência Senado.

 

Política

MEC reafirma compromisso com o curso de medicina de Caicó e Assu

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) e o reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José de Arimatea de Matos, estiveram reunidos, nesta terça-feira (4), com o secretário executivo do Ministério da Educação, Luiz Claudio Costa, para tratar da liberação de recursos para o curso de medicina de Mossoró e Assu.

Segundo a senadora, o secretário reafirmou que está mantido o compromisso do MEC com a universidade e que, agora, está sendo feito apenas um reajuste do calendário de repasses, devido às questões orçamentárias que o país vive.

  

Política

Flávio Azevedo toma posse como secretário estadual do Desenvolvimento Econômico

O governador Robinson Faria empossou o novo secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, na tarde desta terça-feira (4). A solenidade aconteceu no auditório da Governadoria e reuniu representantes de entidades como Sebrae, Federação das Indústrias (Fiern) e Federação do Comércio (Fecomércio), além de empresários de vários setores, autoridades e políticos.

Azevedo é engenheiro civil e ex-presidente da Fiern, além de ter sido vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), e ser o representante da Fiern na Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeolica).

Foto: Ivanízio Ramos 

Política

Rafael Motta dá parecer favorável a projeto que defende integridade dos professores em sala de aula

No retorno das suas atividades parlamentares, que ocorreu nesta terça-feira (3), o deputado federal Rafael Motta (PROS) apresentou à Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados, parecer favorável ao projeto de lei que trata da política de prevenção à violência contra professores ligados à educação. O parlamentar assumiu ainda a relatoria da matéria que trata do combate ao bullying nas escolas.

De acordo com o relatório do deputado, as medidas preventivas, cautelares e punitivas que constam no projeto para aqueles que agredirem um profissional da educação não representam majoração de despesa ao Executivo. Por isso, o parecer emitido pelo deputado foi favorável à aprovação da proposta.

“Os casos de violência contra professor são recorrentes, e este fator motivou a elaboração de um relatório a favor deste projeto que protege os educadores de ações contra a sua integridade física e moral”, disse Rafael Motta.

  

Política

Nelter defende que Governador volte a utilizar o Fundo Previdenciário; José Dias é veemente contra

O deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) defendeu no plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (04), que o Governador Robinson Faria (PSD) volte a utilizar o Fundo Previdenciário para pagar aos servidores inativos do Estado, até o final do ano. A sugestão também foi apresentada ao Governador na reunião com os deputados estaduais, pouco antes do pronunciamento.

Queiroz sugere ainda que o Governador deixe de aplicar a média de R$ 85 milhões por mês, no fundo, como forma de repor o que já foi utilizado entre dezembro de 2014 e junho de 2015, para realizar investimentos em Saúde, Educação, Segurança Pública e Infraestrutura, como a recuperação de estradas, até o final de 2015.

“O Estado do Rio Grande do Norte está sem capacidade de investimento. A solução que enxergo no momento é essa. E acho que é o único caminho”, justificou Nelter ao Blog.

O deputado estadual José Dias afirma que o Governo do Estado deve fazer o que puder para pagar em dia os servidores ativos e aposentados, sem utilizar o fundo. “A utilização do fundo foi uma solução encontrada no final do Governo Rosalba para viabilizar o início da gestão de Robinson. De agora em diante é preciso compreensão, entendimento e ajustes, de todos os poderes e da máquina pública estadual como um todo, de que não se pode mais utilizar os recursos do fundo”, explica.

Política

Governador entrega relatório de ações e convoca Assembleia a pactuar em favor do RN‏

O Governador Robinson Faria entregou nesta terça-feira, 04, aos deputados estaduais da Assembleia Legislativa o relatório de ações dos primeiros seis meses da administração. “O RN no caminho do desenvolvimento” é a denominação do documento que presta contas à sociedade dos atos da gestão em 2015.

Ao se dirigir aos parlamentares, Robinson Faria destacou o respeito que tem por aquela Casa e a necessidade de cooperação, compreensão, pactuação e responsabilidade com o Rio Grande do Norte. “Precisamos de desenvolvimento e gostaria de contar com o apoio da Assembleia para fazer o que é bom para o Estado”, afirmou, acrescentando que “nosso governo tem a marca do diálogo”.

Vinte e um dos 24 deputados receberam o Governador na presidência da Assembleia: José Dias, Getúlio Rego, Álvaro Dias, Tomba Farias, Hermano Morais, Márcia Maia, Nélter Queiroz, Raimundo Fernandes, Vivaldo Costa, Souza, Jáco Jácome, Gustavo Fernandes, Gustavo Carvalho, George Soares, Ricardo Motta, Albert Dickson, José Adécio, Fernando Mineiro, Galeno Torquato, Disson Lisboa e o presidente Ezequiel Ferreira.

O vice-governador Fábio Dantas também acompanhou o Governador, assim como os secretários do Gabinete Civil, Tatiana Mendes, da Comunicação, Juliska Azevedo, do Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira.

Foto: Demis Roussos

Prestação de Contas_Demis Roussos (5)

Política

Dilma convida Henrique para lhe acompanhar em agenda no Rio de Janeiro

Durante jantar com o Ministro Henrique Alves no Palácio da Alvorada, a presidenta Dilma Rousseff lhe convidou para juntos cumprirem agenda no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (08).

Vão participar de evento oficial que marca a contagem regressiva de um ano para a Olimpíada.

O ministro tem ressaltado que os jogos olímpicos marcam o ápice de um calendário de grandes eventos que colocaram o Brasil em destaque no cenário mundial.

Brasília - DF, 03/08/2015. Presidenta Dilma Rousseff durante Reunião com lideranças parlamentares e partidárias no Palácio da Alvorada. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

EstadoPolítica

Dilma assegura a Henrique que transposição do Rio São Francisco será concluída em 2017

O Ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, jantou com a presidenta Dilma Rousseff, nesta segunda-feira (03), no Palácio da Alvorada, onde pôde externar sua preocupação com a Seca que atinge o Rio Grande do Norte e o Nordeste como um todo.

“Externei a presidenta Dilma minha preocupação com os efeitos da Seca que atinge a nossa região. No Rio Grande do Norte, muitas cidades do Seridó, Oeste e Alto Oeste já estão sendo abastecidas por carros pipa”, ressaltou o Ministro.

Uma solução próxima e definitiva para resolver o problema que atinge o Rio Grande do Norte e os outros Estados do Nordeste é o Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste, sob responsabilidade do Ministério da Integração Nacional.

Em agosto de 1994, o presidente Itamar Franco enviou um Decreto ao Senado, declarando ser de interesse da União estudos sobre o potencial hídrico das bacias das regiões semiáridas dos estados do Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. Convidou o então Deputado Federal pelo Rio Grande do Norte, Aluízio Alves, para ser Ministro da Integração Regional e levar adiante a execução do projeto.

A presidenta Dilma assegurou a Henrique Alves que até o final de 2017 a obra estará concluída.

Orçado atualmente em R$ 8,5 bilhões, o projeto irrigará a região nordeste e semiárida do Brasil.

Brasília - DF, 03/08/2015. Presidenta Dilma Rousseff durante Reunião com lideranças parlamentares e partidárias no Palácio da Alvorada. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Política

Rogério Marinho critica ação do MST em Natal: “Atentado contra turismo e economia do RN”‏

A ação do Movimento Sem-Terra (MST) no Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (03), marcada pelo fechamento da principal via de acesso ao aeroporto Aluízio Alves, foi criticada pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB). O tucano cobrou uma reação “firme das autoridades constituídas” e lamentou os prejuízos que foram causados ao Estado com a atitude dos manifestantes.

“O fechamento da via de acesso ao aeroporto é um atentado contra o turismo e a economia do RN. Um protesto não pode ultrapassar os limites do direito coletivo. Uma instituição que não tem CNPJ, que faz protestos com membros armados intimidando e constrangendo a população. Uma milícia bolivariana à margem da lei”, disse Rogério Marinho.

Ainda de acordo com o parlamentar, o MST, com a atitude, “agride o estado de direito e a constituição brasileira, o direito de ir e vir é sagrado”.

O protesto no RN durou cerca de 8 horas. Durante todo este período, os passageiros precisaram descer na área bloqueada pelo MST e caminhar até o terminal aeroportuário para não perderem seus voos. A situação gerou repercussão na imprensa nacional.