China realiza exercícios militares próximos a Taiwan em recado aos EUA

Da CNN

Os militares da China disseram nesta quarta-feira (25) que realizaram um exercício em torno de Taiwan como um “aviso solene” contra a “aliança” da ilha com os Estados Unidos, informou a mídia estatal chinesa.

O presidente dos EUA, Joe Biden, irritou a China na segunda-feira (23) ao sinalizar uma mudança na política americana de “ambiguidade estratégica” em Taiwan, dizendo que poderia envolveriam militares dos EUA em caso de invasão chinesa da ilha.

Um dia depois, Biden afirmou que não há mudança na política dos EUA.

O Comando Oriental do Exército de Libertação do Povo Chinês disse que realizou uma patrulha e exercícios no espaço aéreo e marítimo ao redor de Taiwan. “Este é um aviso solene contra o recente conluio entre os Estados Unidos e Taiwan”, disse o porta-voz do comando, Shi Yi, segundo a televisão estatal.

“É hipócrita e fútil que os Estados Unidos digam uma coisa e façam outra sobre a questão de Taiwan”, disse Shi Yi.

A China nunca renunciou ao uso da força para colocar a ilha democraticamente sob seu controle, e o Estreito de Taiwan continua sendo um potencial ponto de conflito militar.

Embora os Estados Unidos sigam a política de “Uma China”, reconhecendo apenas Pequim, assumiram um compromisso sob sua Lei de Relações com Taiwan “para ajudar a fornecer os meios para se defender”.