Do Novo Jornal desta quinta-feira (08)

É DE CARAÚBAS, no interior do Rio Grande do Norte, o vigésimo brasileiro mais rico do mundo. A informação foi publicada ontem pela revista Forbes, publicação norte-americana que lista, todos os anos, as pessoas mais ricas do planeta. Nevaldo Rocha, 83 anos, fundador do Grupo Guararapes, entrou para o seleto grupo graças à fortuna calculada em U$ 2,5 bilhões de dólares. No geral, ele é o 491º homem mais rico da Terra.

Não é por acaso que Nevaldo Rocha é um dos maiores bilionários do mundo. O espírito empreendedor aflorou aos 13 anos, quando começou a juntar cada centavo que ganhava na relojoaria do judeu Moisés Fernann, que lhe deu o primeiro emprego assim que chegou a Natal.

Pela primeira vez no ranking da Forbes, Rocha não gosta de contar sua história de vida. Reluta, diz que é segredo, e que apesar de não poder impedir que outras pessoas contem, ele mesmo não gosta de falar. Mas se diz orgulhoso de figurar entre os maiores bilionários do mundo.

“É um verdadeiro prêmio. De tantos brasileiros, do Rio até Manaus, eu ser o mais destacado é uma satisfação muito grande. É um reconhecimento ao meu trabalho. E não é nem pelo fato do dinheiro, é pela posição”, justifica. Acrescenta, sorrindo: “um caraubense é um dos 20 homens mais ricos do Brasil”.