Identificar problemas e buscar encaminhamentos e alternativas para a questão do saneamento em Natal. Esse é o objetivo geral da VII Conferência Municipal de Saneamento Básico, que será realizada de 21 a 23 deste mês, no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

O tema escolhido pela Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico do Município de Natal (ARSBAN) foi: “Desafios da Implementação dos Instrumentos de Gestão”.

A Conferência reunirá 200 participantes, sendo que 160 serão delegados, dos quais 75 foram eleitos em Pré-Conferências realizadas nas quatro regiões administrativas de Natal. As demais vagas serão ocupadas por representantes dos órgãos públicos federais, estaduais e municipais; entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisas; entidades empresariais, operadoras e concessionárias de serviços de saneamento básico; poder legislativo municipal, como também por delegados natos que representam o Conselho Municipal de Saneamento Básico (COMSAB).

De acordo com o Diretor Presidente da ARSBAN, Cláudio Porpino, a Conferência deverá formar um quadro diagnóstico da situação do saneamento básico em Natal, reunir críticas e sugestões sobre a temática, contribuir para encaminhamentos satisfatórios relativos às alternativas para o saneamento da capital e sinalizar diretrizes e metas voltadas à construção e aprimoramento de políticas públicas para o setor.

O Diretor Técnico, Fábio Góis explica que a partir do tema central, serão formadas mesas distintas para debates aprofundando os temas: Plano Municipal de Saneamento Básico, Controle Social e Educação Sanitária, Regulação e Prestação dos Serviços de Saneamento. Este último ainda terá discussões em outros sub-temas: Abastecimento de Água Potável, Esgotamento Sanitário, Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos e Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas.

A abertura será às 16h com a palestra inaugural do Engenheiro Dr. Cícero Onofre de Andrade Neto (UFRN).