O deputado estadual Coronel Azevedo foi autorizado amigavelmente em acordo com a direção do PSL a deixar a legenda, segundo sua assessoria de imprensa.

“E vai permanecer defendendo o presidente Jair Bolsonaro”, adianta.

Coronel Azevedo teve divergências com a cúpula estadual do partido e decidiu tomar seu rumo.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.