Terminou agora há pouco, no Cemitério Morada da Paz, o sepultamento de Deífilo Gurgel, professor universitário, folclorista, poeta e escritor,que faleceu no início da tarde desta segunda-feira (06), vítima de Falência Múltipla de órgãos.

A atividade intelectual de Deífilo sempre foi pautada pela simplicidade, sabedoria e integridade.  Escritor incansável, não deixou de registrar detalhes preciosos das tradições, especialmente das danças do nosso povo até os últimos instantes de vida. Dentre os vários trabalhos produzidos, cabe ressaltar que o intelectual presenteou a sua terra natal com a obra “Areia Branca – A Terra e a Gente”.

A governadora Rosalba Ciarlini encaminhou nota de pesar à imprensa pela morte do intelectual.