Fatos da Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, desta terça-feira, 1º de março.

O deputado Tomba Faria (PSB) fez seu primeiro pronunciamento na tribuna do plenário da Assembleia Legislativa, onde falou sobre a trajetória na vida pública, e as intenções para os quatro anos de mandato. O parlamentar agradeceu a região do Trairí, em especial a cidade de Santa Cruz, onde teve grande votação. “Trago comigo a vontade de mudar e de fazer diferente. E quero colaborar com as mudanças do Rio Grande do Norte com toda a humildade”, afirmou Tomba Faria. Está é a primeira experiência do empresário em um cargo legislativo.

O deputado Gustavo Carvalho (PSB) apresentou requerimento solicitando que o governo do estado, através do Detran, faça a aquisição de veículos adaptados para pessoas portadoras de necessidades especiais a fim de facilitar a retirada da carteira de habilitação por elas.

O déficit de quase R$ 10 milhões no Programa do Leite foi a preocupação externada em público do deputado Hermano Morais (PMDB). Segundo o parlamentar este é o mais importante programa social do estado, e caso não seja dada a devida atenção o programa corre o risco de acabar. “Os efeitos são muito danosos a economia do nosso estado, principalmente a economia rural”, afirmou o deputado. Hermano Morais relatou que em conversas com produtores, todos relataram as dificuldades em manter compromisso com os funcionários e fornecedores.