A proposta de aumentar impostos no Rio Grande do Norte, encaminhada pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa, já recebeu críticas por parte de alguns deputados estaduais, entre eles, José Dias (PSD), Kelps Lima (SDD), Márcia Maia (PSB) e Gustavo Fernandes (PMDB).

Em contato com o blog, José Dias disse que aumentar impostos não é a saída para a crise: “O cidadão já vive atolados de impostos para pagar. Eu serei veemente contra qualquer aumento de imposto permanente no Rio Grande do Norte. Se a proposta for para aumentar impostos momentaneamente, aí iremos analisar. Fato é o que o nosso Estado está À beira da ingovernabilidade”.

“Tomei conhecimento que o Governo estuda rever taxas que irão aumentar o preço de produtos como o pão, feijão, arroz e gasolina. Não é possível que a saída do Governo para a crise seja simplesmente repassar a conta para o cidadão pagar”, questionou Kelps.

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, a deputada Márcia Maia também é contra qualquer aumento de imposto para a população: “Serei totalmente contrária a medida do Governo do Estado de querer aumentar impostos para o cidadão do Rio Grande do Norte”, disse a socialista em pronunciamento no plenário.

Já Gustavo Fernandes, também externou sua posição contrária: “A população já paga uma carga tributária muito alta. Neste momento de crise, não podemos onerar mais ainda nosso povo, que já arca com os aumentos provocados pelo Governo Federal. Eu estou disposto a participar de debates em que possamos enviar sugestões ao governo para aumentar a arrecadação sem subir os impostos. A população não pode arcar com isso”.