O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), José Rêgo Júnior, concedeu mandado de segurança na manhã desta sexta-feira (17), mantendo a demissão de 241 servidores já aposentados na Urbana e que continuavam executando trabalho, ganhando outro salário da Companhia. 

A recomendação para a Urbana demitir os servidores foi do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

No início da semana, o juiz do Trabalho José Maurício determinou a reintegração dos trabalhadores. Decisão que cai com o mandado de segurança do desembargador.