Destituído pelo PSD, Carlos Augusto requereu anulação de sessão da CCJ da Assembleia, tem pedido negado e entrará com Mandado de Segurança na Justiça

O deputado estadual Carlos Augusto Maia (PSD), fez pronunciamento na Assembleia Legislativa e requereu a nulidade da reunião da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) de ontem (16).

O parlamentar alegou sua destituição do PSD e disse que não foi cumprido o regimento, tendo em vista que sequer foi lido antes da substituição no plenário, fato contestado pelo líder Galeno Torquato, que disse se tratar de uma decisão partidária. “Cumprimos o regimento e a decisão do partido”, disse Galeno.

“A publicação no Diário Oficial pela minha substituição ocorreu apenas hoje. Então, vou recorrer à Justiça com Mandado de Segurança”, retrucou Carlos Augusto.