A Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa recebeu na manhã desta quarta-feira, 11, o secretário Estadual de Saúde, Domício Arruda, para a prestação de contas trimestral da pasta.

A apresentação dos gastos da Secretaria Estadual ao legislativo está prevista em lei, e coube ao atual secretário também prestar contas do último trimestre da administração passada.

Para Domício Arruda, o levantamento dos dados revela grandes desafios para a administração pública. “Hoje 70% dos recursos da Secretaria são destinados para pagamento de salários, encontramos dificuldades para o custeio da máquina, e nossa capacidade de investimento hoje é zero”, afirmou.

Como solução, o secretário falou que o Governo do Estado está empreendendo esforços para conseguir recursos junto ao Ministério da Saúde para a implantação de novos projetos.

A reunião foi conduzida pelo Presidente da Comissão de Finanças e Fiscalização, deputado José Dias (PMDB), e pelo titular da comissão, deputado Raimundo Fernandes (PMN). O debate contou ainda com a presença dos deputados Getúlio Rêgo (DEM), Leonardo Nogueira (DEM), Gilson Moura (PV), e Fábio Dantas (PHS).

Segundo relatório apresentado por Domício Arruda, as dívidas com medicamentos e material hospitalar, chega a R$ 52 milhões.