Doria sofre derrota interna no PSDB

O PSDB definiu em reunião que aconteceu nesta terça-feira (15), o modelo de prévias na escolha do nome no partido que disputará a Presidência e impôs interna uma derrota ao governador João Doria, um dos pré-candidatos em 2022.

Foi decidido pela Executiva Nacional que a eleição interna será indireta e que os votos dos filiados têm peso menor, ao contrário do que desejava Doria.

O grupo de Dória desejava eleição direta e um modelo de divisão que favorecia peso maior para São Paulo, que tem 22% dos filiados do PSDB. Seria 50% de peso para os filiados e a outra metade dos mandatários e dirigentes.

Além de Dória, outros três nomes tucanos se apresentam como pré-candidatos à Presidência: Eduardo Leite (governador do Rio Grande do Sul), Tasso Jereissati (Senador do Ceará) e Arthur Virgílio (ex-prefeito de Manaus).