O prefeito em Exercício de Ceará-Mirim, Ronaldo Venâncio (PV), empossado na última quarta-feira, 11 de setembro, em razão da cassação do mandato do ex-prefeito Marconi Barretto, assumiu a Prefeitura com inadimplência junto à União.

O munícipio está negativo no Serviço Auxiliar de Informação para Transparência Voluntárias (Cauc), condição que impede a Administração Municipal de receber transferências voluntárias ou convênios do Governo Federal.

“Até o momento, essa é situação mais preocupante, uma vez que estamos impedidos de receber recurso federais. Precisamos urgentemente reabilitar Ceará-Mirim para fazer parcerias com a União, só assim poderemos captar mais recursos para a saúde, escolas, creches e outras políticas públicas”, relatou o prefeito Ronaldo Venâncio.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.