A manhã desta quinta-feira (16) foi de homenagens ao deputado Agnelo Alves na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. No dia em que faria 83 anos, os deputados participaram de uma Sessão Solene e descerraram a placa da Ala das Comissões Permanentes, que ganhou o nome do parlamentar, falecido no último dia 21 de junho.

O momento marcante da Sessão Solene ficou por conta do discurso do filho de Agnelo Alves. O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), contou histórias de família, de sua habilidade como jornalista, seu trabalho como homem público e do pai, que também foi conselheiro político. “Aos 66 anos, decidiu ser candidato a prefeito de Parnamirim. Disse que seria um grande prefeito e foi. Aos 82, mesmo doente, foi candidato a deputado. Ele dizia que só não seria, se o povo não o escolhesse. Foi um homem abençoado por Deus, as desavenças da vida teve tempo de desfazer todas. Exemplo importante para as futuras gerações do RN”.

Ala de Comissões Agnelo Alves

 

Por proposição do deputado Ricardo Motta (PROS), a Ala de Comissões Permanentes ganhou o nome de Agnelo Alves. O projeto foi subscrito por todos os parlamentares da Casa. “As comissões da nossa Casa passaram a ter outra visibilidade após a chegada do deputado Agnelo Alves. Foi a partir dele que as reuniões começaram a acontecer com regularidade e a serem transmitidas pela TV Assembleia”, afirmou Motta. 
Foto: Eduardo Maia