Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quarta-feira (30) pelo Ministério da Economia indicam que no mês de agosto foram criados 5.955 novos postos de trabalho no estado no Rio Grande do Norte.

De acordo com a economista Sandra Cavalcanti, gerente da Unidade de Economia e Estatística da FIERN, o saldo do mês é explicado pela alta sazonal do período. “Sobretudo safra dos melões, e na indústria, pela moagem da cana de açúcar (álcool e açúcar). Estes são os principais destaques do mês. Saldo total de agosto (todas ad atividades) +5.955″, explica Sandra.

A economista acrescenta ainda que na indústria, especificamente (e incluindo o setor da Construção), o saldo de agosto foi de positivo em 2.418 vagas. “Além do açúcar e álcool, destacamos, Construção, Eletricidade e fabricação de produtos de minerais não metálicos. No período de janeiro a agosto o acumulado, o saldo da indústria foi de menos 746 vagas. Quem mais cortou foi confecção (-1.999). Quem amenizou foi a Construção (+1.599 vagas), enfatiza Sandra.