A Ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Maria Tereza Rocha, considerou a ex-governadora Rosalba Ciarlini inocente da acusação do Ministério Público Eleitoral no processo que o acusava de ter beneficiado a candidata Cláudia Regina (DEM), na campanha de Mossoró, em 2012. 

A Ministra ainda julgou ilegal a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que suspendeu os direitos políticos de Rosalba, que continua sem partido, desde que deixou o Governo do Estado e deixou os quadros do DEM, partido presidido estadualmente e nacionalmente pelo senador José Agripino Maia. 

Segundo a própria Rosalba, seus advogados vão tentar com um Agravo de Instrumento, ter um pedido de complementação da decisão publicada ontem (25). “A Ministra fala da suspenção da cassação, mas não deixa claro na decisão se o pedido de inelegibilidade também foi suspenso. Essa informação precisa ficar bem clara e ser esclarecida”, disse, em contato com a reportagem do RN TV. 

Foto: Arquivo



Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.