O ex-prefeito de Macau, Flávio Veras, acaba de ser preso, como suspeito de participar de fraude na contratação de bandas para o Carnaval de Macau, em 2011.

O esquema foi denominado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de Operação Máscara Negra.

O MP diz que o grupo liderado por Flávio Veras fraudou a contratação de 27 bandas para o Carnaval de 2011, culminando com o superfaturamento de R$ 1,2 milhão.

Na mesma operação são investigados o empresário Alex Padang e o vereador de Natal, Júnior Grafith.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.