Senado e Câmara deverão realizar audiências públicas com o objetivo de contribuir para o fim das greves nas universidades federais, que já atinge instituições de todo o país. A decisão de levar o debate para o Congresso foi tomada após reunião da Frente Parlamentar Mista pela Valorização das Universidades Federais, coordenada pela senadora Fátima Bezerra (PT-RN) e pela deputada Margarida Salomão PT-MG), com a Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (FASUBRA-SINDICAL) e a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes),  na manhã desta quinta-feira (18), em Brasília.

“Quando maior o diálogo, mais aumentam as perspectivas das negociações avançarem com propostas concretas para acabar com os impasses, que é o que desejam os servidores, as universidades, o governo, os estudantes e toda a população”, afirmou a senadora, que também é coordenadora do Núcleo de Educação da Bancada do PT no Congresso e vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado.

Fátima sugeriu ainda que a Andifes participe formalmente do processo negociação com o governo.  “O nosso mandato, o Núcleo de Educação do PT e toda bancada do partido se colocam à disposição para contribuir com o processo de negociação”, declara.

CHyRm3VWcAAk5wv