Reunião realizada hoje na governadoria com representantes de municípios do Agreste definiu a criação de grupo de trabalho para as tratativas com relação à interdição do Hospital Regional de Canguaretama realizada pela Vigilância Sanitária. Além disso, a governadora Fátima Bezerra anunciou que, dentro do projeto de abrir policlínicas regionais, a unidade do Agreste será instalada em Canguaretama.

Mas Fátima dividiu sua responsabilidade.

“A busca de soluções para resolver esse problema deve ser de forma coletiva, compartilhada. Reitero que não será a governadora sozinha que solucionará. Temos que andar de mãos dadas. Não é o governo querendo transferir a responsabilidade para as prefeituras. Ao contrário. A ideia é racionalizar as coisas para superarmos as limitações orçamentarias, financeiras”, pontou a governadora Fátima Bezerra.

Foto: Divulgação

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. Lair solano vale

    O governo do Rn deve ser responsável e ter atendimento de ótimo padrão ( muita gente fazendo estágio de graça , enfermeiras, médicos e etc ) em Natal, Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros. As demais cidades entregar as prefeituras.
    Desde 1989 que Patu, sem Royaltes , pouco Icms e quase não tem Iss , mantém hospital 24 horas.