A liminar concedida pelo desembargador Dilermando Mota determinando a suspensão da contratação foi firmada entre a Secretaria Estadual de Saúde e o Instituto Santa Clara, concede uma vitória ao vereador Fernando Lucena.

Lucena denunciou o contrato e recebeu críticas por parte do Secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia.

O caso abriu uma crise interna no PT.

Mas…Lucena já pode se considerar vitorioso nessa guerra.