A Folha de São Paulo repercutiu nesta quarta-feira (17) o caso da filha que matou o pai em Natal com veneno de carrapato.

O homem de 60 anos, portador de HIV, estava internado na UTI do Hospital Giselda Trigueiro, se tratando de uma tuberculose.

A filha já foi indiciada por homicídio.