Balsas com origem em Belém (PA) atracaram no porto de Manaus na madrugada deste sábado (16) com 70 mil metros cúbicos de oxigênio, numa operação coordenada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o coordenador do Centro de Operações de Emergência de Covid (COE-Covid19), Coronel Nivaldo Alves de Moura Filho, “a distribuição do material vai priorizar as unidades hospitalares com maior número de pacientes a serem atendidos”.

Os trabalhos dessa força-tarefa seguirão pelos próximos dias com a chegada de novas remessas de oxigênio. Todo esforço está sendo feito para garantir que as unidades de saúde operem sem dificuldade e possam continuar trabalhando.

O oxigênio foi adquirido pelo estado do Amazonas, via White Martins. As operações são resultado do trabalho do Comitê de Resposta Rápida – Enfrentamento da Covid-19, composto pelos Governos Federal, do Estado e Municipal.