Governo nega atraso em convênio com Hospital Varela Santiago

Novo capítulo no impasse entre Governo do Estado e o Hospital Varela Santiago.

O secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia, negou que o convênio suplementar no valor de R$ 2,3 milhões assinado na gestão passada esteja em atraso.

“No final de 2018, foram pagas duas parcelas e, em abril deste ano, a terceira, no valor de R$ 575 mil, foi liquidada. Como o convênio foi estendido até dezembro de 2019, não existe atraso”, disse o secretário, ressaltando que a Sesap está programando o pagamento da quarta parcela.

“Não se justifica, portanto, a suspensão dos atendimentos. Há um compromisso de gestão e estamos à disposição do diálogo, que inclusive já foi proposto, para discutirmos outras bases que não mantivessem essa situação de pulverização de contratos, reunindo tudo numa única contratualização com estabelecimento de metas e ampliando os serviços nos diversos procedimentos”, enfatizou Cipriano.